Cobertura Colaborativa

Empreendedorismo doce

Empreendedorismo doce

Estudante-repórter: Vitória Mercês E aí, meninos e meninas! O assunto da vez é o projeto do Centro Estudantil Médio Sudoeste da Bahia, que traz uma proposta de marketing com o objetivo de divulgar o doce de leite feito pelos alunos do eixo de Nutrição juntamente com os estudantes de Gestão e Negócios, tendo como importância principal a propagação daquele produto. Em entrevista para o Blog da Rede, a estudante Joyce Santos, 19 anos, explicou que “a ideia foi pensada a partir da união desses dois setores [Nutrição e Gestão e Negócios] e da quantidade de fazendas na região, o que resulta numa boa quantidade de leite”. Rosemary Nery, 38 anos, comerciária e estudante, dá dicas de como uma pessoa pode[…]

AIDS: o que pensam os adolescentes?

AIDS: o que pensam os adolescentes?

Estudante-repórter: Paloma Almeida* Olá, galera! Tudo bem ? AIDS- ontem e hoje: o que pensam os jovens? Nós fomos atrás dessa resposta! Segundo Bianca Sobrinho, 18 anos, estudante do Centro Estadual Educação Profissional em Gestão e Negócios do Centro Baiano Professora Felicidade de Jesus Magalhães, que fica em Jacobina, “AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) não é um assunto muito aprofundado nas escolas, se aprofundam mais nas DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) no geral”. Ela relata também que o motivo de escolher e aprender mais sobre esse tema foi por curiosidade. Ainda disse que o índice de pessoas que fazem tratamento no hospital que fez a pesquisa, na sua cidade, é de 30% a 40% . Para ela, o fato da incidência[…]

Tecnologia nas aldeias

Tecnologia nas aldeias

Estudante-repórter: Lorena Souza* Nos dias de hoje, a tecnologia está aí para quem quiser contar a sua verdade! E assim, a pataxó e estudante de fisioterapia, Vanessa Carvalho, contou para a gente como sua aldeia utiliza os meios tecnológicos para contar a realidade dos indígenas, sem aqueles velhos conhecidos estereótipos vistos em filmes, livros e novelas, que a mídia tradicional ainda apresenta. Além disso, Vanessa contou muito mais, com um discurso megaimportante, que todos nós deveríamos prestar bastante atenção! Quer saber mais? É só apertar o play! ________________ *Lorena Souza tem 16 anos, é estudante do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira e integra a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.

Palestra na Campus Party mostra como melhorar o ensino de escolas e universidades

Palestra na Campus Party mostra como melhorar o ensino de escolas e universidades

Estudante-repórter: João Pedro Santos* No quarto dia da Campus Party, mais uma palestra interessante: “Recomendações para tornar escolas e universidades mais empreendedoras”. Os palestrantes Francisco Farruggia, Márcio Britto, Genésio Gomes, Klynsmann Bogatini e José Mendonça,  responsáveis pela vinda da Campus Party para Salvador, discutiram maneiras de como realizar isso. O Farruggia divulgou um projeto dele em parceria com o governo do estado da Bahia; a construção de laboratórios de robótica em todos os colégios públicos da rede estadual. O senhor Genésio Gomes mostrou soluções para melhorar a qualidade do ensino. A mensagem que os palestrantes tentaram passar é que a educação vai resolver os problemas do Brasil e torná-lo empreendedor. _________________ *João Pedro Santos tem 15 anos, é estudante do[…]

Inovação lado a lado com a Campus Party

Inovação lado a lado com a Campus Party

Estudante-repórter: Rodrigo Bertoldo* Na tarde deste sábado, 12 de agosto, na Campus Party, aconteceu a palestra de Bia Granja, que é cocriadora e curadora da YOUPIX e cocuradora da própria Campus. O tema abordado por Bia foi o seguinte: “Como encontrar o seu valor como criador de conteúdo digital?”. Ela comentou sobre diversos assuntos, como marketing, diversidade nas redes sociais, produção de conteúdos e profissionalização. De acordo com a palestrante, “o criador deve fazer muito além do que só contéudo”. Na atualidade, podemos ver que o mercado de um criador é extremamente competitivo e é necessario ter um grande valor no seu próprio conteúdo, criando temas que possam sensibilizar as pessoas, chamar atenção delas ou até mesmo de empresas para[…]

Softwares livres na Campus Party

Softwares livres na Campus Party

Estudante-repórter: João Pedro Santos* No quarto dia da Campus Party de Salvador, foi realizada uma palestra sobre softwares livres, com Juliana Oliveira, Luciana Oliveira e José Nunes. Durante a conversa, foi explicado o que são softwares livres, como são usados e qual a participação deles no ensino. Em sua parte da palestra a professora Juliana falou das quatro liberdades do software livre: a) executar o programa como você quiser. b) estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para o que você precise. c) redistribuir cópias para ajudar ao próximo. d) distribuir cópias de suas versões modificadas a outras pessoas. Em entrevista, a professora Luciana disse que os softwares livres são usados nas instituições de ensino porque podem ser modificados, de[…]

Vai ter empoderamento da mulher na tecnologia, sim!

Vai ter empoderamento da mulher na tecnologia, sim!

Estudante-repórter: Gilana Ferreira* No quarto dia da Campus Party Bahia, na Arena Fonte Nova, ocorreu uma palestra sobre o empoderamento feminino na área de tecnologia. O grupo responsável pela palestra foi o OxenTI Menina!, cujo objetivo é levar a tecnologia para as meninas carentes que ainda não escolheram uma profissão ou então têm interesse em participar dessa área, promovendo a tecnologia de uma forma social, através de discursos, palestras, workshops e até mesmo minicursos, além de promover o empoderamento da mulher. “A gente tem essa proposta de tentar atrair mais mulheres para a área e levar inovação, criatividade, estimular o desenvolvimento, estimular o empreendedorismo social”, disse Jamille Cerqueira, uma das palestrantes e cofundadora do grupo. “A ideia surgiu no Technovation.[…]

Tecnologia cheia de graça!

Tecnologia cheia de graça!

Estudante-repórter: Lorena Souza* João Pimenta, baiano e cheio de gingado, também esteve presente na Campus Party Bahia. Ele, que ainda tem esperanças de ver carros voando por aí, compartilha conteúdos exaltando a cultura nordestina na internet e estimula a galera a promover conteúdos locais também. Cheio de graça, mas quando é preciso, ele usa a seriedade. João contou muito mais! Dê o play! ________________ *Lorena Souza tem 16 anos, é estudante do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira e integra a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.

A análise da tecnologia no nosso meio

A análise da tecnologia no nosso meio

Estudante-repórter: Lorena Souza* Em sua primeira visita a Campus Party, Gleide Bacelar, analista de sistemas, estava com uma megaexpectativa sobre o evento e a imersão dos jovens na tecnologia profissional! Mas, apesar disso, ela não acredita que a tecnologia estará acessível para todos daqui a dez anos. Quer saber por quê? Pega a pipoca e vem assistir! ________________ *Lorena Souza tem 16 anos, é estudante do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira e integra a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.

Empreendedorismo diferente e desafiador

Empreendedorismo diferente e desafiador

Repórter: Tayline Alves* Na tarde de sexta-feira, dia 11 de agosto, na Campus Party, aconteceu uma palestra com uma abordagem diferenciada. O empreendedor e criador do blog Marketing4Nerds, Serge Rehem, exemplificou o que seria startup. O objetivo central do novo empreendedorismo é fazer a junção de um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios receptível, trabalhando em condições de extrema incerteza. Esse novo modelo de negócio visa entrar no mercado analisando primeiramente duas condições: quem são os clientes dispostos a pagar para resolver seus problemas e qual é a solução que o investidor ou empreendedor pode proporcionar para suprir as necessidades deste público. A proposta da startup é observar as necessidades de um determinado público. Depois, utilizar[…]

Nossos Colaboradores