Categoria: Inglês

A Linguística explica, visse? Imagem: desenho feito pela estudante Isabel Seara

A Linguística explica, visse?

A escolha do que eu deveria estudar na universidade tem muito a ver com a atitude de alguns dos meus professores, principalmente um de português e uma de inglês. Com eles, minhas dúvidas sobre as[…]

ArteFicialmente

ArteFicialmente

Up and Down! Esse é o movimento que tem girado em todo o planeta. Upcycling, downcycling, recycling o que essas palavras têm em comum? Será que é tão somente o sufixo ou elas trazem alguma novidade? Bem, vamos por parte! Primeiramente, o que elas significam e, em seguida, aprender como podemos utilizar o sufixo “-ing” tão comum na Língua Inglesa.

Be expert on the subject!

Be expert on the subject!

Hello, false friends!

Você sabe o que são false friends? Bem… Eles são falsos,mesmo! É preciso ter muito cuidado! Também conhecidos como falsos cognatos, os false friends são palavras que apresentam escrita semelhante ou igual ao português. O candidato, ao se inscrever na prova do ENEM, pode fazer a opção pela prova de Língua Inglesa e, se deparar com questões que envolvam os false friends. Essas palavras são  empréstimos, oriundas do latim daí, a facilidade de confundi-las com algumas  do português.

Harry up!

Harry up!

E aí, galera do ENEM? Nada de deixar para última hora os conteúdos de inglês! O ENEM e os vestibulares focam nas questões de Língua Estrangeira Moderna em interpretação e  compreensão do texto. Vamos iniciar mais uma jornada para a preparação. Sinta-se convidado, pelo título desse texto, para aprender sobre phrasal verb. Harry up! Isso mesmo! Apresse-se!

What’s up? Let’s have fun!

What’s up? Let’s have fun!

Isso mesmo! Vamos nos divertir com algumas expressões idiomáticas! Que tal, chutar o balde? Calminha! Em inglês, não é bem assim! Essa expressão não traz a mesma ideia do português, pois significa literalmente: “Bater as botas!” (To kick the bucket ). Não é tão simples,  mas não se desespere! Essas expressões   se encaixam na dimensão do contexto social, cultural e identitário do idioma como patrimônio cultural e imaterial.

Que inglês é esse que ensinamos nas escolas?

Que inglês é esse que ensinamos nas escolas?

Olá pessoal!

Ter fluência em inglês em muitas situações aparece como um diferencial, não é verdade? Mas o que estamos aprendendo do inglês em nossas escolas?

Existem quatro habilidades fundamentais : ouvir (listening), falar (speaking) , ler (reading) e escrever (writing). O que vemos é que, em muitas das nossas escolas, as atividades, na maioria das vezes, são direcionadas apenas para reading e writing.

Para além do verbo To Be

Para além do verbo To Be

Olá, pessoal!

Tudo bem?

Como anda o ensino da língua inglesa nas escolas públicas? Quais os desafios a serem superados? Quais possibilidades metodológicas são interessantes para esse processo de ensino e aprendizagem no contexto atual? Será que o verbo To Be é ainda o assunto recordista nas salas de aula?  Por quê? São muitas as perguntas e as respostas, mas o que importa aqui e agora, nesse pequeno texto, é refletirmos um pouco sobre o ensino de Inglês que acontece nas escolas públicas.

Firehosing? O que é isso?!

Firehosing? O que é isso?!

Olá! A essa altura, você já deve conhecer bem o termo fake news. Mas você sabe o que é firehosing? Este é mais um termo da língua inglesa que tem a ver com essa prática nada[…]

Ser ou não ser, professor?

Ser ou não ser, professor?

A palavra “Professor” tem origem no Latim, sendo uma derivação de Professus que significa “pessoa que declara em público” ou “aquele que afirmou publicamente”. Mas que ironia! Há tempos não vejo está declaração em público, será por desprestígio? Será por desvalorização econômica e social? Ou será por simples ressignificação?