História e Cultura Africana

Semana Baiana de Hip-Hop promove reflexão no Dia Mundial do Hip-Hop

Diversos espaços em Salvador receberão, durante uma semana inteira, intervenções culturais como workshops e bate-papos temáticos Divulgação: Galinha Pulando Promover o hip-hop em Salvador e fazer uma reflexão ao 20 de novembro, Dia da Consciência Negra e ao dia 12 de novembro, Dia Mundial do Hip-Hop, são alguns dos objetivos da Semana Baiana de Hip-Hop – Segunda Edição. O evento visa realizar uma semana inteira de intervenções criativas e inovadoras solenizando a cultura de rua em Salvador. Essas intervenções acontecerão entre os dias 12 e 17 de novembro, no Cine Teatro Solar Boa Vista e Largos Pedro Arcanjo e Tereza Batista. Na parte artística acontecerão workshops, exposição de graffite, rodas de break e apresentações musicais, além de uma exposição fotográfica.[…]

Novembro Negro no Colégio Estadual Drº Antonio Ricaldi

Olá, pessoal! Em comemoração ao 20 de Novembro, Dia Nacional da Consciência Negra, o Colégio Estadual Drº Antonio Ricaldi promove atividades especialmente voltadas para essa temática. Confiram essa excelente dica enviada pelo professor Agnaldo Neiva e agendem-se! O evento contará com mostras, apresentação de resultados de pesquisas dos/as alunos/as na área de literatura, dança, música, indicadores sociais, arte, poesia, língua e falares africanos no brasil, lideranças negras, modos de fazer, medicina tradicional, identificação e distribuição das comunidades quilombolas, religião de matriz africana, culinária e realização de desfile da beleza negra.   QUANDO: 12/11 – Segunda – 19 às 22h 13/11 – Terça –   14 às 18h 14/11 Quarta – 8 às 12h ONDE: Av. 22 de Abril, Centro, Porto Seguro[…]

Novembro Negro – Silenciadas na história, porém atuantes!

Olá, amigas(os)! No mês em que dedicamos as nossas publicações para contarmos um pouco mais sobre as lutas e conquistas do povo negro em nosso país, não podemos deixar de fora o que os fatos históricos não negam e a estatística também revela, mas que durante muito tempo foi ocultado por aqueles que hegemonicamente “contavam” a história – A participação da mulher negra na sociedade. Mesmo que silenciadas por uma cultura racista e machista, elas tiveram papel fundamental nos avanços dos direitos d@s afrodescendentes e figuraram em momentos cruciais na defesa destes(as). Dentre as tantas mulheres negras que fizeram e fazem a diferença desde a diáspora aos tempos atuais, temos como exemplo as ganhadeiras, que com os seus esforços vendiam[…]

III Encontro Dançando Nossas Matrizes: um diálogo entre as Danças Afro-Brasileiras

DATA: 13 e 14 de novembro HORÁRIO: 08hs às 21hs LOCAL: Sala Principal – Espaço Xisto Bahia VALOR: Gratuito QUEM: Grupo de Artistas e Professores da dança de Matrizes Africanas na Bahia SOBRE: Com o objetivo de propiciar novos pensamentos em torno desta área de conhecimento que compõe o complexo universo da dança no Brasil, mais especificamente na Bahia, o projeto III Encontro Dançando Nossas Matrizes: um diálogo entre as Danças Afro-brasileiras tem como objetivo principal fomentar discussões entorno das questões que envolvem as práticas das Danças Afros na Bahia, além de compreender e divulgar a teoria e a dinâmica destas Danças, suas dimensões e características culturais, filosóficas, mitológicas, religiosas, metodológicas e suas produções. Fonte: http://espacoxisto.wordpress.com/2012/11/06/iii-encontro-dancando-nossas-matrizes-um-dialogo-entre-as-dancas-afro-brasileiras/

Brasil tem 1,17 milhão de quilombolas

Em audiência na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), a ministra da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial (Sepir), Luiza Bairros, informou que o Brasil tem hoje uma população estimada de 1,17 milhão de . A maior parte vivendo no Nordeste. Ainda segundo a ministra, existem 1.948 comunidades remanescentes dos quilombos reconhecidas, sendo que 1.834 delas já foram certificadas pela Fundação Palmares, instituição vinculada ao Ministério da Cultura, cuja finalidade é preservar a cultura afro-brasileira. Luiza Bairros apresentou um panorama das políticas públicas para o segmento contidas no Programa Brasil Quilombola, criado em 2004 pelo governo federal. O programa tem como principais objetivos promover o acesso à terra, a construção de moradias e eletrificação; a recuperação ambiental,[…]

FESTIVAL A CENA TÁ PRETA

Festival internacional A Cena Tá Preta reúne teatro, música, cinema, dança, exposição e manifestações populares, de 09 a 18 de novembro, em Salvador. A quarta edição do A Cena Tá Preta, festival internacional de arte negra que integra teatro, dança, música, cinema, exposição e manifestação popular, acontece de 09 a 18 de novembro, em Salvador, no Teatro Vila Velha, com entrada franca. O encontro inclui mostra artística e ações de caráter formativo (oficinas) e reflexivas (seminário com conferência e mesas-redondas), reunindo produções de cinco estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais e Bahia), Moçambique, Guiné, Burkina Faso, Togo e França. Além da programação artística, o festival conta com participação de pesquisadores do Brasil, Congo, Cuba e[…]

Secretaria Municipal da Reparação – SEMUR

Êa, turma esperta! Estamos no Mês da Consciência Negra, dedicado às reflexões e práticas voltadas para a afirmação da importância das contribuições dos povos negro-africanos e afrodescendentes na formação do nosso país. Como sabemos, a construção e o fortalecimento de políticas públicas que garantam o cumprimento de demandas e anseios históricos de setores tão injustiçados da nossa sociedade, a exemplo da população de pele escura, são essenciais para o sucesso da causa. Por isso hoje queremos convidá-los(as) a conhecer um pouco mais de uma dessas instituições que se propõem a cumprir este papel na cidade de Salvador: a Secretaria Municipal da Reparação – SEMUR. Clicando aqui é possível acessar o site do órgão e ficar por dentro dos programas, projetos[…]

Novembro Negro – Transformando a opressão em poesia!

Olá, pessoal! Tudo bem? Vocês gostam de literatura? A literatura, mais que o ato de escrever ou mesmo um conjunto de texto, é, para além disso, uma forma de retratar a história de povos, sociedades, enfim, contar de maneira ilustrada casos, vivências, hábitos e costumes de certos lugares, que tornam-se conhecidos através de livros e narrativas, que em meio as ficções trazem também fatos reais. No Brasil, por muito tempo se ouviu histórias que falavam de heróis e heroínas contando as façanhas de parte da sociedade, em detrimento de uma maioria que não se fazia referência, e quando isso acontecia era cercado de preconceito e visões estereotipadas. Não é comum encontrar nos livros de literatura a representação da cultura africana[…]

Mapeamento dos Espaços de Religiões de Matrizes Africanas do Recôncavo e Baixo Sul

O lançamento das publicações Mapeamento dos Espaços de Religiões de Matrizes Africanas do Recôncavo e Baixo Sul acontece no próximo dia 9 de novembro de 2012, às 19h, no Forte do Santo Antônio, em Salvador. O projeto homologaolvido pela Sepromi, concluído em 2012, mapeou 536 espaços de religiões de matrizes africanas em 33 municípios do Recôncavo e do Baixo Sul. Fonte: Ascom SEPROMI Fonte: http://www.ceafro.ufba.br/web/index.php/noticias/exibir/170

Cine PW – “Amistad” e “Besouro”

Salve, turma! O PW convida a tod@s a assistirem duas belas obras sobre a escravidão, “Amistad” e “Besouro”. “Amistad”   [youtube=http://youtu.be/KP0hwVVUTac] A história remonta ao ano de 1839 e é baseada em factos verídicos que ocorreram a bordo do navio La Amistad. O filme relata a luta de um grupo de escravos africanos em território americano, desde a sua revolta até seu julgamento e libertação. Através desta trama de forte conteúdo emocional, é possível conhecer as condições de captura e transporte de escravos africanos para os trabalhos na América do Norte, a máquina jurídica americana de meados do século XIX e o germe das primeiras medidas para a abolição da escravatura naquele território. “Besouro”  [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=btOzK8NrOGA] Bahia, década de 20. No[…]

Nossos Colaboradores