Violência contra a mulher

Violência contra as mulheres

Violência contra as mulheres

A violência em si é uma coisa preocupante. Em se tratando de violência contra o ser humano a coisa ainda fica mais grave. Imagine, então, a violência contra a mulher. De acordo com a Wikipédia a violência contra a mulher é todo ato que resulta em morte ou lesão física, sexual ou psicológica, tanto na esfera pública quanto na privada. Pode, também, ser considerado um crime de ódio. A violência contra a mulher faz parte da nossa história como um fato natural, pois a mulher era, e ainda é vista, como objeto a ser manipulado, um “troféu” a ser exibido e “possuído”. De acordo com o jornal online G1 BA, a Segurança Pública do Estado (SSP-Ba) registrou no ano de[…]

Ping-pong com Mary Garcia Castro: Violências contra a mulher

Ping-pong com Mary Garcia Castro: Violências contra a mulher

A violência contra a mulher é uma temática que mexe com todos nós que buscamos uma sociedade melhor. Superar os estados de agressividade que atingem as mulheres é uma meta dos que querem um mundo menos hostil. Pensando no debate em que está inserida essa questão, a equipe da Rádio Anísio Teixeira conversou a professora Mary Garcia Castro sobre o assunto, tendo como inspiração o quadro Filmei! – Tapas na Alma, da TV Anísio Teixeira / Rede Anísio Teixeira. Mary é uma atuante socióloga, graduada pela Universidade Federal da Bahia e doutora pela Universidade da Flórida, além de pesquisadora da A Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais- Flacso e bolsista da CNPQ. Autora do livro Juventude e sexualidade no Brasil, juntamente com Miriam[…]

Radiola PW: “Não tenha medo. Denuncie!”

Radiola PW: “Não tenha medo. Denuncie!”

Oi, pessoal! A Radiola PW de hoje aborda uma temática importante e que deve sempre ser discutida: a violência contra a mulher. Os casos existem e persistem, infelizmente. Contudo, as mulheres estão mais conscientes, exigindo os próprios direitos e denunciando os seus agressores. Hoje, a cantora Aiace Félix, da banda Sertanília, tornou pública uma agressão que sofreu do taxista Antonio Ricardo Rodrigues Luz, em Salvador. “[…] Estávamos eu, minha irmã e uma amiga andando em direção ao Largo da Mariquita por volta das 05h:30 quando esse motorista, que estava parado na fila de Taxi em frente a casa, assediou minha irmã. Quando fui pedir por respeito, embora seja óbvio que ele é meu por direito, o taxista se sentiu incomodado por[…]

Não É Crime Passional: É Feminicídio

Quem abre os principais portais de notícia do país quase sempre se depara com algum episódio de violência cometido contra a mulher, afinal, são dez mulheres mortas por dia no Brasil, segundo dados do IPEA[1], vítimas de seus companheiros. Acontece que existe um aspecto peculiar nesse tipo de crime, o privilégio que é dado ao homem ao tipificar seu ato como crime passional. Essa qualificação, implica em que o criminoso não seja visto como  um sujeito perigoso para a sociedade, mas apenas, alguém que agiu  movido por emoção forte: a paixão. Nesse caso há uma transferência da culpa para a vítima, ela motivou o ciúme, a ira, a paixão. A culpabilização da vítima é também a sua segunda morte, porque[…]

Violência contra a mulher – Não se cale!

Dando prosseguimento ao Mês da Mulher, hoje vamos abordar um assunto seríssimo, a violência contra as mulheres.  Em pleno século XXI, infelizmente, muitas mulheres, ainda, são mal tratadas. Vítimas de violência verbal, moral e física, praticadas por seus companheiros, no interior de seu lar, elas são humilhadas. Muitas, por dependerem financeiramente, tornam-se reféns daqueles que deveriam ser partícipes de uma vida em comum, equilibrada em bases sólidas de respeito, companheirismo e amor. Fruto de uma sociedade machista, os homens por ignorância, ou mesmo por um caráter transgressor agridem suas companheiras levando-as em muitos casos até a morte. O que fazer diante de tamanha brutalidade e fatalidade?  É imprescindível que estas mulheres, se vejam como sujeitos atuantes na sociedade e busquem[…]

Nossos Colaboradores