Sociologia

É possível desassociar educação de tecnologia?

É possível desassociar educação de tecnologia?

A Terceira Revolução Industrial teve início após a Segunda Guerra Mundial, em especial na década de 1970, em decorrência de muitas descobertas no campo tecnológico, vindo até os dias atuais com as constantes inovações tecnologias. Para Manuel Castells (1999), “a transição da Sociedade Industrial para Sociedade da Informação é vista como a Revolução Digital, ou Sociedade da Informação ou em Redes, e com ela ocorrem transformações diversas na nossa cultura, socialização, interação e na forma de compreender o mundo”. Assim, a contemporaneidade tem um novo paradigma que é a Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC, tendo a Internet como ferramenta de valor inestimável para a comunicação mundial. A partir de pesquisas militares no auge da Guerra Fria, no final[…]

Ética e o Século XXI

Ética e o Século XXI

Ética é um conjunto de leis ou valores morais que definem o nosso caráter por assim dizer. A nossa Ética diz quem somos e tê-la é assumir valores que não podem ser desrespeitados. No Brasil em que vivemos, a ética quase não existe, ela foi corrompida. Os valores morais na sociedade brasileira estão escassos. A ganância tomou conta do país, assim como a corrupção, desrespeito, imoralidade e falta de comprometimento. Tudo bem que nossa história de colonização não é nem um pouco respeitosa e a nossa herança está repleta de fatos obscuros. Muitos anos após nossa colonização, evoluímos muito na sociedade, mas outras não mudaram tanto assim. O assunto ética permanece frágil e é abalado a todo instante. Para que[…]

#Mulher, sujeito de direitos

#Mulher, sujeito de direitos

    Olá! No intuito de fortalecer a marcha em prol da erradicação da violência contra às mulheres, este texto traz informações pertinentes à sustentação desta bandeira, que pode ser reforçada, constantemente, não apenas na data de 08 de março, simbolicamente, escolhida para comemorar o Dia Internacional da Mulher e dar visibilidade a causa. É preciso batalhar durante os 365 dias do ano, em prol de resultados positivos, pois apesar de estarmos em pleno século XXI, a mulher ainda é vítima de crimes, como o feminicídio : “Quem abre os principais portais de notícia do país quase sempre se depara com algum episódio de violência cometido contra a mulher, afinal, são dez mulheres mortas por dia no Brasil, segundo dados[…]

Cultura Indígena Projetada

Cultura Indígena Projetada

Uma sala de projeção, escura. Sinal de que uma sessão de cinema está prestes a começar. Contudo, não se trata de uma sessão comum, bem que poderia ser. Em poucos instantes, o público vai se deparar com produções audiovisuais realizadas e protagonizadas por povos indígenas. A situação narrada pode até parecer ficção, principalmente quando a gente pensa na realidade desses povos no nosso país, mas não é. A cena descrita aconteceu durante o Cine Kurumin, em Salvador, no último dia 13, quando o Palacete das Artes recebeu parte da programação do evento. Tendo a frase “Da minha aldeia vejo o mundo” como uma forma de provocar, a mostra chegou à 6ª edição com status de festival, promovendo bate-papos após as[…]

Feminismo: isso é coisa de quem luta por igualdade de direitos

Feminismo: isso é coisa de quem luta por igualdade de direitos

Em 2015, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) trouxe temáticas que estão na pauta do movimento feminista em duas de suas provas: a de Redação e a de Ciências Humanas e suas Tecnologias. Obviamente, o fato de os responsáveis pelo ENEM abordarem tal assunto não foi à toa. A necessidade de discutir feminismo parte de uma demanda social urgente, que tem no seu cerne a luta por direitos iguais para todos os gêneros. De acordo com a historiadora e cientista política Céli Regina Jardim Pinto, “a chamada primeira onda do feminismo aconteceu a partir das últimas décadas do século XIX, quando as mulheres, primeiro na Inglaterra, organizaram-se para lutar por seus direitos, sendo que o primeiro deles que se[…]

Você é o que você compartilha

Você é o que você compartilha

Sete de fevereiro consta no calendário como o Dia da Internet Segura. De acordo com o site da Safernet, o dia foi criado pela Rede Insafe na Europa a fim de promover “atividades de conscientização em torno do uso seguro, ético e responsável das TICs, nas escolas, universidades, ONG’s e na própria rede” [sic]. A ação é importante para fazer com que as pessoas reflitam sobre como as Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) podem ser usadas para o bem e para o mal. Um exemplo evidente dessa dicotomia está presente na internet. Ao mesmo tempo em que ela é uma ferramenta de democratização do conhecimento, que contribui para a transformação social (muitos movimentos políticos ganharam vida por causa[…]

Resenha PW: Áfricas no Brasil

Resenha PW: Áfricas no Brasil

Oi! Tudo bem? Estamos no mês de novembro e, neste período do ano, todas as nossas publicações abordam aspectos da História e Cultura Africana. Assim, fortalecemos as ações do projeto Novembro Negro, que acontece em todo o estado. Em 2003, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei 10.639, que obriga a inclusão da temática da História e Cultura Afro-Brasileira no currículo oficial da Rede de Ensino. Na instituição em que você estuda, os professores já estão implementando a Lei? E você, educador, tem encontrado bons materiais para levar a discussão para a sala de aula? O livro Áfricas no Brasil, de Kelly Cristina Araujo, é um bom começo para isso. Publicada no mesmo ano de sanção da lei, a obra[…]

Radiola PW: Ilê Pérola Negra

Oi! Tudo bem? Estamos no mês de novembro e, neste período do ano, todas as nossas publicações abordam aspectos da História e Cultura Africana. Assim, fortalecemos as ações do Novembro Negro, que acontece em todo o estado e será aberto oficialmente amanhã. Na Radiola PW de hoje, o destaque vai para a música Ilê Pérola Negra, dos compositores Miltão, Renê Veneno e Guiguio. A canção foi gravada pela cantora e compositora Daniela Mercury, em 2000, no CD Sol da Liberdade. Ilê Pérola Negra traz no seu discurso uma forma evidente de exaltação. Exalta a cultura negra em todos os seus aspectos: sociais, artísticos e religiosos. Os versos carregam um alerta para que toda a população perceba que a cultura negra é[…]

VOCÊ E A LEITURA!

Olá, leitores do nosso blog! O incentivo para a leitura não vem só da escola, vem de casa, vem da vida.  A curiosidade estimula o querer saber, despertando nas pessoas a vontade para a leitura e, através dela, obter respostas para suas indagações, o que proporcionará bem estar a partir do momento da descoberta do desconhecido. A leitura possibilita interação entre o mundo lido e quem o lê. Você já parou para pensar nisso? Já pensou que a liberdade tão almejada por todos pode começar e pode estar na leitura? Então, por que será que o brasileiro ler tão pouco? Existem alguns motivos que poderiam explicar o fato de pouquíssima leitura por parte dos brasileiros: o processo tardio de alfabetização;[…]

Nossos Colaboradores