Salvador

Salvador: da ocupação dos espaços à urgência de ocuparmos espaço

Salvador: da ocupação dos espaços à urgência de ocuparmos espaço

Fala, comunidade! Hoje, Salvador completa mais um aninho, são 469 anos de luta. Os desafios são enormes, principalmente no que se refere ao uso e ocupação de seu espaço geográfico (cartografia). Afinal de contas, existe uma cidade única ou uma cidade partida? Existe, na cidade do Salvador, espaços compartilhados, em que as estruturas de comércio e lazer são pensadas para usos comuns dos seus munícipes ou é possível pensarmos nesses espaços como áreas de exclusão? Depende. Devemos analisar, sobretudo, as estruturas que envolvem (historicamente) as relações sociais e econômicas nesses espaços, a mobilidade urbana em consonância a estas relações, a geografia urbana como metodologia de gestão pública, como epicentro dos fluxos e dinâmicas desta rede espacial. Nesse sentido é possível[…]

Dezembro em Festa!

Dezembro em Festa!

As festas religiosas da Bahia são um patrimônio cultural do povo baiano, que resistiu bravamente ao processo de “modernização” do Brasil, no qual a Igreja Católica e os poderes públicos tentaram, a todo custo, controlar a religiosidade popular, retirando das festas de rua tudo àquilo que chamavam de “profano”. Mas esses esforços não surtiram efeito, e os “devotos continuaram transitando sem culpa entre os rituais católicos e os afro-brasileiros”[1]. No mês de dezembro celebramos Santa Bárbara, Nossa Senhora da Conceição da Praia e Santa Luzia. As festas populares, em dezembro, transformam as ruas de Salvador, estas se enchem de cores e gente! O calendário festivo religioso deste mês se inicia com a festa de Santa Bárbara, no dia 4 de[…]

Culto a Nossa Senhora da Boa Morte, Resistência e Luta do Povo Negro Contra a Escravidão

  De que forma a fé e a devoção à Nossa Senhora da Boa Morte tem a ver com a luta e resistência do povo negro contra a escravidão na Bahia oitocentista? Para sabermos mais sobre esse assunto, é preciso viajarmos pela história, atravessando o oceano Atlântico, em direção a Portugal! As confrarias, dentre as quais situamos as irmandades e ordens terceiras, surgem em Portugal no século XIII. Tinham por objetivo primeiro assistir a seus membros e demais pessoas não associadas em tempos difíceis da vida, segundo o professor de história João José Reis. Formada por pessoas leigas, as irmandades necessariamente deveriam buscar abrigo em uma igreja, podendo também construir uma. A partir da expansão marítima, esta forma de “agremiação”[…]

Radiola PW: Salvador, Uma Soteropolitana de 467 Anos

Radiola PW: Salvador, Uma Soteropolitana de 467 Anos

Ontem, a capital da Bahia comemorou 467 anos de existência. É impossível falar de Salvador sem citar, mesmo sendo clichê, a sua riqueza cultural. Da literatura à culinária, da religiosidade ao carnaval, da geografia à música. A metrópole pulsa! Em todos os sentidos! Das vias congestionadas aos incontáveis casos de violência urbana, do barulho dos protestos ao barulho dos sons que invadem as ruas, dos jogos de futebol às festas de largo. Quem vive em Salvador, conhece todas essas peculiaridades. Recentemente, foi eleita a Cidade da Música, pela Rede de Cidades Criativas da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Como este texto tem um quê de homenagem, e já que estamos na cidade[…]

Entre as Cidades Baixa e Alta!

Por André Soledade* Ao fazer a travessia Mar Grande/ Salvador, somos surpreendidos pela beleza da cidade de Salvador, que se destaca de longe pelo desnível existente entre as Cidades Baixa e Alta. Olhando na direção do Elevador Lacerda, observa-se ao fundo um enorme paredão de rochas existente. Esse penhasco que une as Cidades Alta e Baixa, bem como toda faixa esverdeada, é conhecida pelos geólogos como Falha Geológica de Salvador. Essas falhas são o resultado de esforços aplicados sobre as rochas, que se quebram por não suportar o esforço ao qual são submetidas. Na nossa cidade, esta falha originou o relevo, que separa as Cidades Alta e Baixa, onde foram construídas diversas ladeiras, planos inclinados, elevadores com o objetivo de[…]

Salvador: uma mistura de tudo um pouco!

Por Telma Gonçalves* Fundada em 1549, Salvador foi a sede do poder político e econômico da Coroa portuguesa no Brasil por mais de 200 anos. Mesmo quando a capital do reino do Brasil foi deslocada para o Rio de Janeiro, em 1763, Salvador continuou sendo um importante entreposto comercial do Império Português em que o fumo, a cachaça e o açúcar eram escoados para as mãos de traficantes de escravos que utilizavam essas mercadorias para comprar africanos na costa ocidental e centro-ocidental da África. O porto da Bahia, localizado ainda hoje na Cidade Baixa tornou-se conhecido como o porto do Brasil, como se na extensa faixa marítima da conquista portuguesa na América não houvesse outros. Um vai e vem de gente[…]

Radiola PW – Gramofone

Gramofone é um quadro do programa Intervalo que apresenta clipes musicais com estudantes e professores da escola pública baiana. Neste episódio, os clipes são do professor de História, Carlos Barros, que interpreta a música “Rua da Graça”, composição de Harlei Eduardo e a aluna Caroline Marques, com a música “Chuva da gente”. A Graça da cidade de Salvador Oitenta metros acima do nível do mar são a guarida do bairro da Graça na cidade de Salvador. Árvores e casas habitadas por pessoas da classe média e média alta soteropolitana caracterizam a população do lugar. Sua história está ligada aos momentos iniciais da colonização quando a região fazia parte da chamada Vila Velha do Pereira, que coincidia com a velha Salvador,[…]

Cine Documental – Minha Escola, Meu Lugar – Colégio Ypiranga

O quadro Minha Escola, Meu Lugar, do programa Intervalo, apresenta a influência histórica e sociocultural de uma Unidade Escolar baiana com seu município ou seu bairro. Neste episódio, a escola evidenciada é o Colégio Estadual Ypiranga e o bairro Dois de Julho, em Salvador. O Ypiranga funciona no histórico Solar do Sodré, datado do século XVII e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1938. O poeta baiano Castro Alves (1847-1871) residiu nesse prédio nos seus últimos anos de vida. O tradicional bairro Dois de Julho, nome que registra a data da Independência da Bahia, está localizado no centro comercial de Salvador, mas guarda ares pitorescos de área residencial, além de possuir uma vista privilegiada para[…]

Parabéns Salvador!!

A primeira capital do país expõe no seu contexto histórico influências africanas que são marcantes nos seus aspectos culturais. Reconhecida popularmente pela sua beleza e conjuntos arquitetônico tais como o Pelourinho, Elevador Lacerda e Farol da Barra e festas populares como a Lavagem do Senhor do Bonfim e o carnaval, mas especialmente pela importância para a emancipação política e pelas suas lutas sociais. Confiram a postagem em homenagem a Salvador, feita pela equipe do Professor Web. Clique aqui. Abraços!!

Carnaval 2013 – “Encantos e axé, sagrado e profano: o baiano é carnaval!”

Diga aê, galera!! Reconhecida como uma das maiores festas de rua do mundo, o carnaval de Salvador “arrasta” milhões de foliões em todos circuitos e esse ano acontecerá entre os dias 7 e 12 de fevereiro. Considerada a capital de encontros de culturas, mistura de diversos ritmos e crenças, Salvador prestará, na festa de Momo deste ano, uma justa homenagem a um instrumento característico da cultura da Bahia – a guitarra baiana. A guitarra baiana representa a musicalidade do cenário baiano e foi criação da dupla Dodô e Osmar, considerados também os criadores do trio elétrico, trazendo irreverência e inovação para essa festa que desde então influencia o meio musical, imortalizando a cultura da pluralidade de sons e ritmos. O tema escolhido[…]

Nossos Colaboradores