Multimídia

O pensar antes

O pensar antes

Olá, pessoal! Tudo bem? Textos imagéticos e sonoros, o fazer e os discursos audiovisuais que, contemporaneamente, nos cercam – sobretudo após o boom das redes sociais e no acesso das pessoas aos smartphones – estão em toda parte e cada vez mais vão sendo produzidos e se proliferando, muitas vezes, de forma indiscriminada. Isso vem acontecendo, independente dos realizadores, produtores em questão, serem profissionais da área de Comunicação e de terem conhecimento técnico, específico acerca de como planejar profissionalmente seus discursos em formato de vídeo. Isso, por um lado, pode ser interessante, se pensarmos que a possibilidade de produção e difusão desse conteúdo multimodal está cada vez mais ao alcance de muitas pessoas, mas também tem o lado ruim que[…]

Conhecimento, cultura e poder na contemporaneidade: tecendo olhares outros

Conhecimento, cultura e poder na contemporaneidade: tecendo olhares outros

As dimensões do conhecimento, da cultura, da economia e da política ganham novos contornos na contemporaneidade, rompem e ao mesmo tempo reproduzem diversas formas tradicionais de saber e de viver. As revoluções tecnológicas vivenciadas na virada do milênio ganham alcance global e passam a influenciar cada vez mais os nossos cotidianos. Neste momento trava-se uma disputa político-ideológica em torno dos direitos e deveres das pessoas no que diz respeito ao acesso ao conhecimento, à liberdade de expressão, à privacidade, à diversidade cultural e à ética no uso das tecnologias digitais. A força e o interesse do mercado se colocam como protagonistas nas definições dos rumos do desenvolvimento científico e das apropriações tecnológicas. Na maioria das vezes as pessoas passam a[…]

Duas faces de uma mesma prática

Duas faces de uma mesma prática

“A leitura é muito mais do que decifrar palavras. Quem quiser parar pra ver pode até se surpreender: vai ler nas folhas do chão, se é outono ou se é verão; nas ondas soltas do mar, se é hora de navegar; e no jeito da pessoa, se trabalha ou se é à-toa…” O trecho acima, do poema Aula de Leitura, do escritor, ilustrador e pesquisador paulista Ricardo Azevedo, mostra como a leitura é uma prática que nos enche de possibilidades de ver o mundo. Através dela, a gente decifra tudo, até as coisas consideradas mais difíceis. Por mais clichê que pareça, para quem lê, a vida tem outra face e várias facetas. Quem lê, de fato, se torna possível e[…]

Compartilhando Saberes, Olhares e Fazeres…

Compartilhando Saberes, Olhares e Fazeres…

Fala, rede! No mês de agosto, foi finalizada a 2ª formação de Produção de Mídias Estudantis, realizada pela Rede Anísio Teixeira (Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino). Fig. 1: Professor Raulindo em plena produção textual. Captura Rodrigo Maciel Essa formação é ofertada a estudantes e professores da rede pública estadual de ensino, o que possibilita uma vivência compartilhada entre esses atores, ampliando as relações professor-aluno. A formação em mídias estudantis é mais uma iniciativa de se discutir e problematizar as diversas metodologias educacionais mediadas pelas tecnologias, em especial a produção de  textos para blogs, a leitura e interpretação de imagens como novas formas de letramentos e a produção audiovisual como elemento[…]

I Encontro Baiano de Mídia Livre segue com programação até o dia 13

I Encontro Baiano de Mídia Livre segue com programação até o dia 13

A palavra de ordem é liberdade. Liberdade para criar. Liberdade para interferir. Liberdade para comunicar. É com essa certeza que os participantes do I Encontro Baiano de Mídia Livre acompanham o evento, promovido pela rede de mídia livre Bahia 1798. O encontro, que se estenderá até 13 de agosto, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Biblioteca dos Barris), em Salvador, conta com uma programação que inclui atividades de formação, painéis, oficinas e trocas de experiência entre midialivristas. Ontem, com o objetivo de estimular isso de forma efetiva, o evento já começou dando espaço para as pessoas falarem de suas iniciativas de mídia. A Roda de Apresentação, como foi denominado o momento, permitiu que coletivos de todos os lugares do[…]

Instituto Anísio Teixeira abre inscrições para Oficina de Produção de Mídias Estudantis

Instituto Anísio Teixeira abre inscrições para Oficina de Produção de Mídias Estudantis

O Instituto Anísio Teixeira, por meio do Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino, Rede Anísio Teixeira – Rede AT, abre inscrições para a Oficina de Produção de Mídias Estudantis. O objetivo da oficina é formar estudantes e professores da rede pública de ensino para atuarem como produtores e gestores multimídia, além de estimular o uso de softwares livres nas unidades escolares. Inscrição Professores e estudantes do ensino médio da rede pública de ensino da Bahia têm até o dia 01 de julho para se inscrever na atividade de formação. O curso tem carga horária de 56 horas e disponibilizará 20 vagas, sendo 4 para professores e 16 para estudantes. Para participar[…]

Povos Indígenas e a Tecnologia

Povos Indígenas e a Tecnologia

E aí, galera! Será que conhecemos mesmo os nossos povos? Atualmente muitas pessoas ainda acreditam que os povos indígenas devem viver reclusos na mata, isolados da civilização e longe das tecnologias. “Estar incluído nas novas tecnologias não altera em nenhum momento a identidade de nenhum povo, a identidade indígena continua viva e crescendo a cada dia. Identidade étnica não altera com sua profissão, ou com seu meio de comunicação. A identidade indígena está nos traços natos, nos ideais, na natureza está no dia a dia, está com cada um cidadão que faz parte dessa imensa família chamada indígena.” (Alex Maurício – ÍNDIO QUER SE CONECTAR E ENTRAR NA REDE, Publicado em: 28/06/2012) A internet não torna os indígenas menos indígenas,[…]

Cine PW – A Febre do Rato

  Olá, cinéfilos! Hoje, iniciaremos a Semana da Poesia aqui no nosso blog. Já pensaram se o cinema pode ser considerado poesia? Claro que, metaforicamente, teríamos a liberdade de concluir isso, mas podemos ir um pouco mais além. No filme, “A Febre do Rato”, dirigido por Cláudio Assis e lançado em 2012, o cinema e a poesia se mesclam de forma muito interessante. Como exemplo disso, podemos apreciar belos poemas que Zizo, poeta e personagem principal da obra, declama várias vezes durante a película. Isso nos faz pensar que é possível consumir uma determinada arte ainda que ela não esteja na plataforma que lhe foi categorizada, nesse caso, a literatura. Falando sobre a obra, “A Febre do Rato” é a[…]

Palco Livre para todos os talentos

Estudante-repórter: Dandara Lopes Olá, galera! Beleza? Estamos no segundo dia do 4º Encontro Estudantil, na Tenda Digital, um espaço para produção, difusão e compartilhamento das mídias e tecnologias educacionais da Rede Anisio Teixeira. O Palco Livre faz parte da Tenda Digital e é totalmente aberto para que estudantes, professores e visitantes mostrem os seus talentos. No áudio a seguir, o professor Samuel Oliveira explica um pouco sobre o Palco Livre. Confira: Dandara Lopes tem 14 anos, é estudante do Colégio Estadual Governador Lomanto Júnior, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil.

O ensaio é geral e o tempo das artes literarias é agora!

Estudante-repórter: Dandara Lopes Fala, galerinha! Tudo bem? Estamos no 4º Encontro Estudantil, no ensaio geral do TAL (Tempos de Arte Literária). O TAL, neste ano, está com o objetivo de fazer com que as palavras “criem vida e lutem”, sejam a voz dos estudantes e jovens do Estado da Bahia. No áudio a seguir, um pouco sobre o ensaio geral do TAL. Confira: Dandara Lopes tem 14 anos, é estudante do Colégio Estadual Governador Lomanto Júnior, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil.

Nossos Colaboradores