Ética e cidadania

Com a palavra, Ninfa Cunha

Com a palavra, Ninfa Cunha

Em conversa com o Blog da Rede, gestora do Espaço Xisto Bahia fala de acessibilidade, educação e cultura O Blog da Rede bateu um papo muito interessante com Ninfa Cunha, produtora cultural, relações públicas, dançarina-intérprete e, atualmente, gestora do Espaço Xisto Bahia; função que exerce desde dezembro de 2015. Na conversa, Ninfa levantou questões importantes para a convivência em sociedade. A temática da acessibilidade esteve na pauta e ela, assertiva como sempre, pontuou que é preciso dar um passo a cada dia, mas que, pelo menos, a questão já é debatida. Assista ao vídeo abaixo e veja a opinião da gestora.   Em outro momento, Ninfa falou de toda a discussão gerada a partir do tema da prova de Redação[…]

Vai ter empoderamento da mulher na tecnologia, sim!

Vai ter empoderamento da mulher na tecnologia, sim!

Estudante-repórter: Gilana Ferreira* No quarto dia da Campus Party Bahia, na Arena Fonte Nova, ocorreu uma palestra sobre o empoderamento feminino na área de tecnologia. O grupo responsável pela palestra foi o OxenTI Menina!, cujo objetivo é levar a tecnologia para as meninas carentes que ainda não escolheram uma profissão ou então têm interesse em participar dessa área, promovendo a tecnologia de uma forma social, através de discursos, palestras, workshops e até mesmo minicursos, além de promover o empoderamento da mulher. “A gente tem essa proposta de tentar atrair mais mulheres para a área e levar inovação, criatividade, estimular o desenvolvimento, estimular o empreendedorismo social”, disse Jamille Cerqueira, uma das palestrantes e cofundadora do grupo. “A ideia surgiu no Technovation.[…]

Os “invisíveis” da Campus Party

Os “invisíveis” da Campus Party

Estudante-repórter: Gilana Ferreira* A Campus Party Bahia está sendo um sucesso: palestras, protótipos, campeonatos, você encontra tudo que estiver relacionado a tecnologia. Mas você já parou para pensar nos profissionais cujo trabalho é garantir o bem-estar e segurança das pessoas que estão no evento? Será que eles são lembrados? Será que são bem tratados? “Por incrível que pareça, quase fui destratado”, disse um dos seguranças da Campus, Bruno Silva. “Eu estava revistando uma mochila e lá tinha computador, notebook e a pessoa achou ruim. Algumas pessoas têm que entender que só estamos fazendo o nosso trabalho”. Jaqueline Cordeiro, membro do Corpo de Bombeiros, também opinou: “O fato é que muitas vezes estamos trabalhando e esse evento depende muito da gente,[…]

Cultura Indígena Projetada

Cultura Indígena Projetada

Uma sala de projeção, escura. Sinal de que uma sessão de cinema está prestes a começar. Contudo, não se trata de uma sessão comum, bem que poderia ser. Em poucos instantes, o público vai se deparar com produções audiovisuais realizadas e protagonizadas por povos indígenas. A situação narrada pode até parecer ficção, principalmente quando a gente pensa na realidade desses povos no nosso país, mas não é. A cena descrita aconteceu durante o Cine Kurumin, em Salvador, no último dia 13, quando o Palacete das Artes recebeu parte da programação do evento. Tendo a frase “Da minha aldeia vejo o mundo” como uma forma de provocar, a mostra chegou à 6ª edição com status de festival, promovendo bate-papos após as[…]

Para empreender e inovar no 4° Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Lucicarla Lima Olá, galera! Quando pensamos em empreendedorismo, muitas ideias surgem. No 4° Encontro Estudantil, teve espaço para discutir a temática, através da palestra Empreendorismo para Estudantes, ministrada pelo professor de biologia Adaltron Araújo, que trabalhou o assunto de uma forma mais voltada para os adolescentes. Empreendendorismo vem do verbo empreender, que significa resolver algum problema. Hoje, noś temos muitos exemplos de grandes empreendedores pelo mundo. Adaltro defendeu o seu ponto de vista em relação ao empreendedorismo na sociedade: “Hoje, falei do empreendedorismo de uma forma mais voltada pra o protagonismo juvenil, ajudando esses jovens que estão apresentando seus projetos na Feira de Ciência e Matemática, de forma que eles possam transformar seus projetos em empreendimentos”. Além de transformar,[…]

Lendo a TV

Para você, tudo que passa na TV é, de fato, verdadeiro? Quantas vezes nos deparamos com afirmações do tipo: “Claro que é verdade! Eu vi passando isso na TV”? Pois é. Interpretar de forma crítica aquilo que é veiculado numa emissora de TV é um passo importante para que a gente não se deixe levar por ideologias que, muitas vezes, estão implícitas num discurso sedutor. Se hoje, quando se fala em tela, a referência das pessoas é o celular ou o computador; no Brasil, na década de 50 do século passado, a televisão foi o principal símbolo. Por aqui, a primeira transmissão de TV aconteceu em 18 de setembro de 1950. Amanhã, portanto, faz 65 anos de presença da TV[…]

Convivência democrática na Escola

Olá, pessoal! Estamos aqui novamente para falar um pouco sobre ética e cidadania, e nada melhor do que começarmos pela escola, que abriga uma grande diversidade. Em seu sentido tradicional, a cidadania expressa um conjunto de direitos e de deveres que permite aos cidadãos e cidadãs o direito de participar da vida política e da vida pública, podendo votar e serem votados, participando ativamente na elaboração das leis e do exercício de funções públicas, por exemplo. Hoje, no entanto, o significado da cidadania assume contornos mais amplos, que extrapolam o sentido de apenas atender às necessidades políticas e sociais, e assume como objetivo a busca por condições que garantam uma vida digna às pessoas. Entendemos que tal forma de educação[…]

A Matemática Inclusiva

Nos últimos anos, temos percebido uma mudança muito grande nas repartições e meios urbanos  no que se refere à promoção da acessibilidade. Lembro-me como se fosse hoje:  eram raros  os espaços atentos a esta  questão, o  que dificultava ou mesmo inviabilizava a circulação de cadeirantes ou indivíduos com mobilidade reduzida nesses espaços. Há pouco tempo, não era difícil encontrarmos escolas com corredores muito estreitos, caixas eletrônicos com altura inacessível a cadeirantes, espaços urbanos  sem rampa de acesso, sinaleiras sem sinais sonoros e etc. Na verdade, de lá pra cá, todas as mudanças ocorridas nestes últimos anos, teve uma motivação fundamentada em eventos históricos. As primeiras discussões sobre o tema só surgiram nos Estados Unidos, fruto dos heróis de guerras que[…]

Dia Mundial da Internet Segura 2015

Às vezes, a gente está navegando na internet, conversando com alguém nas redes sociais, postando fotos de momentos felizes e não temos ideia de quantas pessoas estão vendo aquele conteúdo. Ou quantas poderão ver. Na rede, há uma falsa ilusão de que estamos seguros, mas até os mais preocupados com exposição e cheios de cuidados podem sofrer as consequências de um uso irresponsável da internet. [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=3AJAKXwXW_s] Hoje, Dia Mundial da Internet Segura, é uma ótima razão para a gente pensar de que forma estamos nos comportando na internet. Algumas dicas podem parecer chatas, mas são importantíssimas para a nossa convivência no planeta Web. Então, nada de sair por aí fornecendo informações pessoais para desconhecidos, bem como preenchendo formulários em sites[…]

“O Desabafo é plural em suas singularidades”

A soteropolitana Monique Evelle Nascimento Costa tem 20 anos, está no 4º semestre do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades com ênfase em Política e Gestão da Cultura, na Universidade Federal da Bahia (UFBA), e é moradora do Nordeste de Amaralina, em Salvador. Em 2011, fundou o Desabafo Social, uma rede que atua promovendo ações de direitos humanos. Desde agosto do ano passado, é Secretária Geral da Rede de Participação Juvenil da Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos da Infância e da Adolescência (ABMP) e também foi escolhida para ser uma jovem multiplicadora da SaferNet Brasil, entidade referência no enfrentamento aos crimes e violações aos Direitos Humanos na Internet. Além disso, é a representante da região Nordeste da[…]

Nossos Colaboradores