escritor

CJCC promove evento literário

CJCC promove evento literário

O Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), localizado no Colégio Estadual da Bahia – Central, em Salvador, vai promover um mesa literária na próxima quinta-feira, 14 de dezembro. Intitulada #PapoDeEscritor, a atividade é fruto da Oficina Eu Escritor e vai apresentar as produções dos próprios estudantes. A mediação será de Gabriela De-Gino e Ana Mariano. As professoras Edivânia Barros e Elizabeth Maluf também participarão do evento. A mesa está prevista para começar às 10h. Participe! Raulino Júnior Professor da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia  

O Cinema e a Literatura se encontram na Mostra Jorge Cine Amado

O Cinema e a Literatura presentes na Mostra Jorge Cine Amado, realizada no dia 27/11/2012, no Cine XIV-Pelourinho, propiciaram o encontro entre a arte de Jorge Amado com a sétima arte dos irmãos Lumière. Nessa oportunidade, estudantes e professores puderam apreciar e discutir o documentário do cineasta João Moreira Sales, que retrata a trajetória do escritor baiano, suas obras, a historicidade da religião afro-brasileira, destacando a repressão sofrida pelos terreiros de candomblé. Destaca-se também a opinião do autor sobre a mestiçagem, os negros, a cultura nascida nas ruas da capital baiana e a Bahia representada fora de Salvador. Através da exibição do documentário o público pôde assistir ao depoimento de João Ubaldo Ribeiro, Chico Buarque, Zélia Gattai, Gilberto Gil, Caribé,[…]

Novembro Negro – Transformando a opressão em poesia!

Olá, pessoal! Tudo bem? Vocês gostam de literatura? A literatura, mais que o ato de escrever ou mesmo um conjunto de texto, é, para além disso, uma forma de retratar a história de povos, sociedades, enfim, contar de maneira ilustrada casos, vivências, hábitos e costumes de certos lugares, que tornam-se conhecidos através de livros e narrativas, que em meio as ficções trazem também fatos reais. No Brasil, por muito tempo se ouviu histórias que falavam de heróis e heroínas contando as façanhas de parte da sociedade, em detrimento de uma maioria que não se fazia referência, e quando isso acontecia era cercado de preconceito e visões estereotipadas. Não é comum encontrar nos livros de literatura a representação da cultura africana[…]

Dia Nacional da Matemática

Olá, galera! No dia 06 de maio é celebrado o Dia Nacional da Matemática. Essa data foi estabelecida em 2004, pois faz referência a um dos matemáticos que mais realizou contribuições em nosso país, o professor Júlio César de Mello e Souza, nascido neste dia no ano de 1895. Por este nome pode ser que muita gente não o conheça , mas se chamarmos de Malba Tahan, aí sim haverá identificação, pois esse era um dos pseudônimos utilizados pelo mesmo nas suas publicações literárias, que somam mais de uma centena ao todo. Uma de suas obras mais conhecidas é “O homem que calculava”. “O romance infanto-juvenil O homem que calculava, que narra as aventuras e proezas matemáticas do calculista persa[…]

Dica do Professor Web – Euclides da Cunha

Olá, pessoal! Tudo bem? Nas férias só queremos nos divertir, ir a lugares que nunca fomos, conhecer novas pessoas, não é mesmo? Mas vocês podem fazer isso aí mesmo onde estão! É só abrir um livro, que além de diversão, propiciará diversas sensações, enriquecimento do vocabulário e cultura. E saber um pouco mais sobre quem escreveu o que lemos é ainda mais enriquecedor! Sendo assim, a minha dica hoje é o site oficial do escritor Euclides da Cunha, administrado pela Academia Brasileira de Letras onde é o ocupante da cadeira de nº 7. “Euclides Rodrigues da Cunha nasceu em Cantagalo, 20 de janeiro de 1866. Foi escritor, sociólogo, repórter jornalístico, historiador e engenheiro brasileiro. Frequentou conceituados colégios fluminenses e, quando[…]

Estréia dia 04 de Abril, 22 h na TV Escola Morte e Vida Severina (Do Poema de João Cabral de Melo Neto)

Morte e Vida Severina é um livro do escritor brasileiro João Cabral de Melo Neto, escrito entre 1954 e 1955 e publicado em 1955. O nome do livro é uma alusão ao sofrimento enfrentado pela personagem. O livro apresenta um poema dramático, que relata a dura trajetória de um migrante nordestino em busca de uma vida mais fácil e favorável no litoral. Em 1965, a pedido do escritor Roberto Freire, diretor do Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (TUCA), o músico Chico Buarque musicou o poema para a montagem da peça. Desde então sua presença no teatro brasileiro tem sido constante. Essa peça se tornou um sucesso, inclusive recebendo premiação num festival universitário de Nancy na França. Confiram […]

Nossos Colaboradores