escolas

O Centro Juvenil de Ciência e Cultura no 4° Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Lucicarla Lima Olá, galera ! O Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) é um projeto que trabalha com ensino complementar e oferece atividades interdisciplinares em que alunos têm acesso a conhecimentos científicos, cursos e oficinas. Iuri Rubim, coordenador Estadual do CJCC, explica a atuação da iniciativa no 4° Encontro Estudantil: “O CJCC é uma iniciativa da Secretaria da Educação de educação complementar. A gente recebe alunos do ensino médio em dois centros: um em Salvador e outro em Senhor do Bonfim. Aqui no 4° Encontro trouxemos algumas atividades como a Realidade Aumentada, um jogo homologaolvido pelos estudantes do CJCC de Senhor do Bonfim”. No CJCC, os estudantes passarão por várias experiências sensoriais, além de estabelecer a interação com a[…]

Fazendo arte…

Estudante-repórter: Érica de Jesus Olá, pessoal! Os estudantes Alessandro Guimarães, 21 anos; e Jean Santos, 17 anos, ambos do 3° ano do Ensino Profissional Médio, do Centro Territorial de Educação da Bacia de Paramirim, são os responsáveis pela obra de arte A força que nunca seca, finalista da 8ª Mostra do AVE (Artes Visuais Estudantis). Os artistas valorizaram a cultura e religiosidade local, demonstrando a realidade do povo de Macaúbas e o “ser nordestino”. A arte produzida por Alessandro e Jean é  uma escultura feita em madeira e tem características religiosas e popular. Outro estudante que também está participando do AVE é Matheus Silva ,17 anos, que cursa o 3° ano do Ensino Médio no Centro Educacional São Sebastião, em[…]

Cine Documental – Minha Escola, Meu Lugar – Instituto de Educação Anísio Teixeira

Olá, pessoal! O quadro Minha Escola, Meu Lugar, do programa Intervalo, apresenta a influência histórica e sociocultural de uma Unidade Escolar baiana com seu município ou seu bairro. Neste episódio, a escola evidenciada é o Instituto de Educação Anísio Teixeira e a cidade de Caetité. Nessa instituição, funcionou a Escola Normal de Caetité, primeira do Alto Sertão baiano a formar professores. Mais tarde, foi fechada, retornando as atividades, em 1926, na gestão de Góes Calmon, período em que Anísio Teixeira assumia um cargo equivalente a secretário de Educação. Já na década de 1950, Teixeira, também como secretário da pasta, transformou a Escola Normal em Instituto de Educação Anísio Teixeira. Caetité está localizada no centro-sul baiano, distante 645 km de Salvador.[…]

Mais uma experiência de êxito!

A Rede Anísio Teixeira recebeu, no dia 25 de maio de 2015, a visita do Professor Eliezer Batista da Silva, do Colégio Estadual Padre José Vasconcelos – Estrada Velha do Jardim Nova Esperança. O Prof. Eliezer leciona Língua Inglesa no referido colégio, se diz apaixonado pelas TICs e é um grande defensor do uso do celular em sala de aula; afirma que já não há como impedir o uso do aparelho, que a tecnologia está em toda a sociedade e precisa marcar seu lugar na educação. Ele diz : “Não vejo problema na utilização do celular, quando bem utilizado só traz benefícios para os estudantes. Proibir o uso do celular é voltar no tempo, não dá mais para tirar dos[…]

Ser professor!

Professor, do latim professor, ōris, “o que faz profissão de, o que se dedica a, o que cultiva“, do radical de professum, supino de profitēri, “declarar perante um magistrado, manifestar-se; declarar alto e bom som, afirmar, assegurar, prometer, protestar, obrigar-se, confessar, mostrar, dar a conhecer, ensinar, ser professor”.  Na contemporaneidade, é assim: a arte de ensinar é ensinar com arte, utilizando sensibilidade para construir uma sociedade liberta e dinâmica em seu espaço, em sua identidade. Para isso, a arte e a sensibilidade têm a seu favor as novas tecnologias, que devem ser abraçadas e entendidas como parceiras constantes no processo de ensino e aprendizagem, de forma a contribuir para autonomia dos sujeitos, ampliando a sua capacidade criativa. E é com esse intuito que a Rede Anísio Teixeira – Projeto[…]

Entrevista: Mabel Velloso

 Estudante-repórter: Mirella Medeiros No 3º Encontro Estudantil, também aconteceu a final do 6º Sarau Estadual do TAL – Tempos de Arte Literária. Lá, encontramos Maria Isabel Viana Telles Velloso ou, simplesmente, Mabel Velloso. Escritora, compositora, poetisa, cordelista e, acima de tudo, professora-educadora; aos 80 anos, Mabel é uma referência na área de educação da Bahia. Com toda essa bagagem, nós quisemos saber a opinião dela referente a sua experiência no evento. Mirella Medeiros: Professora, qual foi a sensação de estar num grande evento como o 3º Encontro Estudantil, voltado aos estudantes da escola pública e vendo vários estudantes se expressarem, mostrando seus talentos, hábitos, ideias e experiências, num conjunto que mostra um pouco da riqueza e diversidade da cultura baiana?[…]

A Tenda Digital no 3º Encontro Estudantil

O 3º Encontro Estudantil Todos Pela Escola, promovido pela Secretaria da Educação e realizado de 28 a 30 de outubro, na Arena Fonte Nova, reuniu estudantes e professores de todos os cantos da Bahia. Na ocasião, as comunidades escolares apresentaram projetos artísticos, científicos, esportivos e culturais. Quem esteve na Fonte Nova, viu o 7º Festival Anual da Canção Estudantil (Face), o 6º Sarau Estadual do Tempos de Arte Literária (TAL), a 7ª Mostra do Artes Visuais Estudantis (AVE), a 3ª Aventuras Patrimoniais do Educação Patrimonial e Artística (EPA), a 2ª Mostra de Curtas de 5 minutos do Produção de Vídeos Estudantis (Prove), a 1ª Mostra do Projeto Dança Estudantil (Dance), a 1ª Apresentação do Canto Coral Estudantil (Encante), os Jogos Estudantis[…]

Escola Estadual Luiz Pinto de Carvalho cria projetos para ajudar alunos a entender o mundo da automoção

Estudante-repórter: Andresa Santos Os projetos de automoção da Escola Luiz Pinto de Carvalho, que fica em Salvador, ajudam os alunos a praticarem e aprederem sobre o mundo automotivo. Com esse projeto, os alunos têm condição de ampliar os seus conhecimentos e de buscar novos horizontes. Os estudantes se envolvem 100% nesse projeto. A vontade de aprender deles é maior do que seus obstáculos. O professor Djalma Tavares nos conta que, entre tantos projetos que poderiam ser feitos, a turma optou pela criação de um elevador automotivo. Além desse projeto, existem outros, como um automóvel e um refrigerador didático, que fazem parte do mundo tecnológico da escola. Os alunos Rodrigo Sousa, Adriele Alves e Mauricio Teles disseram que o projeto os[…]

Videoconferência Apropriações tecnológicas no ensino – aprendizagem da história e cultura dos Povos Indígenas

Será realizada na tarde do dia 23 de abril de 2014 a Videoconferência de Apropriações tecnológicas no ensino – aprendizagem da história e cultura dos Povos Indígenas. O evento ocorrerá no Instituto Anísio Teixeira das 14h às 18h. O Evento tem como objetivo estimular a efetiva implantação da Lei 11.645/08, que inclui no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”, onde será debatida a relação da tecnologia com as questões dos valores da cultura indígena, identidade e diversidade Cultural; Mobilizando educadores indígenas e não indígenas para compartilharem saberes e experiências sobre o uso de tecnologias no ensino da cultura e história dos povos indígenas, além de questões atuais que dizem respeito à[…]

Mês temático – Povos Indígenas

Oi, turma! Tudo bem? Neste mês, todo o conteúdo do Blog PW vai priorizar o diálogo sobre as nossas culturas indígenas. Nosso principal objetivo é o de aprender e compartilhar informações sobre a história e cultura dos povos indígenas, de uma forma respeitosa e sem estereótipos. Levando em consideração, sobretudo, as opiniões e vivências dessas culturas. Mais do que comemorar o Dia do “Índio”, a nossa intenção é propor um diálogo voltado para a Lei 11.645/08, em que debateremos a relação das culturas indígenas com as questões dos valores, identidade e diversidade cultural. E, para que isso aconteça de forma eficaz, contamos com a sua participação nas nossas mídias, para partilharmos as experiências e aprofundarmos mais o conhecimento.

Nossos Colaboradores