Educação

Fotografando Saberes

Fotografando Saberes

Estudante-repórter: Emili Oliveira Olá, gente! Eu e Carol Aguiar, do núcleo de produção fotográfica da Oficina de Produção de Mídias na Educação, fizemos a cobertura colaborativa do último dia do 5º Seminário Estadual de Educação Integral, que ocorreu nos dias 24 e 25 de novembro, no Instituto Anísio Teixeira (IAT).  O evento contou com muitas palestras, uma delas discutiu a atual conjuntura política da educação brasileira, enfatizando o debate sobre a escola sem partido. Confira, abaixo, o registro fotográfico que fizemos da mesa redonda e da estrutura do IAT. Foi uma experiência que abriu novos caminhos, permitindo cada vez mais novas descobertas.   Emili Oliveira tem 16 anos, é estudante do Centro Estadual de Educação Profissional em Controle e Processos Industriais[…]

Educação em Direitos Humanos

Educação em Direitos Humanos

Começar pelo começo. Assim é como pretendo escrever esta reflexão sobre Educação em Direitos Humanos. Saber sobre o que estamos falando ou lendo é, definitivamente, uma boa condição para apropriação de uma (nova) ideia. Os Direitos Humanos são aqueles considerados fundamentais a todos, sem quaisquer distinções de sexo, nacionalidade, classe social, etnia, cor da pele, profissão, faixa etária, condição de saúde física e mental, escolha política, religião ou nível de instrução. Pensar nesta questão supõe admitir como principal o direito à vida, sem o qual todos os demais direitos perdem o sentido. Essa expressão, cada mais presente entre os educadores, quer fazer referência a princípios universais que podem, potencialmente, ser aceitos em todas as culturas, cuja função primordial é  promover a dignidade[…]

I Congresso Baiano de Inovação e Tecnologia na Educação

O I Congresso Baiano de Inovação e Tecnologia na Educação (Inovatec) é uma realização do Instituto Anísio Teixeira (IAT), por meio da Diretoria de Educação a Distância (Dired), do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec) e do Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais – Rede Anísio Teixeira (Rede AT). A primeira edição do evento traz como tema Inovações e tecnologias na educação. O Inovatec é um espaço que vai reunir o II Simpósio de Inovação em EaD, o I Seminário de Intermediação Tecnológica do Emitec e III Seminário de Educação e Tecnologia da Rede AT, eventos que objetivam o debate sobre inovações nas práticas pedagógicas, a intermediação tecnológica na educação básica, produção e apropriação de mídias e tecnologias educacionais, formação de professores, além de proporcionar a oportunidade[…]

Escola e Cidadania

Estamos em um momento político bastante conturbado e, entre tantas interrogações sobre o destino do país, cabe pensar também em quem somos nós e como se dá nossa participação neste cenário. E, especificamente pelo tipo de leitores que temos, refletir sobre o papel dos professores e estudantes nesse processo. A escola é uma das instituições sociais que deve se comprometer com a formação cidadã, definida como um dos princípios básico da vida desde a constituição de 1988. Nenhum novo projeto como “escola sem partido” poderá negar-lhe esta tarefa. Sabemos que cabe à escola formar pessoas bem informadas, críticas, criativas e capazes de atuar decisivamente na sociedade; sim, todos sabemos, mas em que situações trabalhamos em prol deste objetivo que tanto[…]

Nossas Diversas Falas

Você sabia que o Brasil é considerado um dos países que mais tem diversidade linguística? Aprendemos com nossos professores de História que, na época em que os portugueses chegaram nessas terras, a população indígena era de, em média, seis milhões de pessoas, distribuídas entre diferentes povos, culturas e denominações. Com a colonização, a dominação portuguesa impôs o português como língua oficial. Apesar disso, ainda hoje, segundo o Censo 2010 do IBGE, 274 línguas indígenas são faladas no Brasil, sem esquecer as  outras tantas que não foram contabilizadas por esse instrumento. Entre elas estão as que têm origem nas imigrações, as de sinais, das comunidades afro-brasileiras e crioulas. Essa diversidade contribui para a formação das diferenças nas falas das pessoas de[…]

Vem aí, a VI FECIBA!

Vem aí, a VI FECIBA!

Olá!Tudo bem? Hoje, vamos falar sobre um evento que vem acontecendo anualmente, em Salvador, desde 2011, e que tem apresentado excelentes resultados , frutos do trabalho de alunos e professores da Rede Pública de Ensino . Estamos falando da Feira de Ciências e Matemática da Bahia (FECIBA), promovida pela Secretaria de Educação do Estado da Bahia. A Feira de Ciências é resultado da realização das feiras escolares de Ciências, que se constituem na culminância das atividades homologaolvidas por meio dos programas estruturantes da Secretaria de Educação – Ciência na Escola, Gestar na Escola, Pacto pelo Ensino Médio e Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec)”.( Ascom/Secretaria da Educação do Estado da Bahia) Veja o texto abaixo: “O espaço escolar é um[…]

Compartilhando Saberes, Olhares e Fazeres…

Compartilhando Saberes, Olhares e Fazeres…

Fala, rede! No mês de agosto, foi finalizada a 2ª formação de Produção de Mídias Estudantis, realizada pela Rede Anísio Teixeira (Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino). Fig. 1: Professor Raulindo em plena produção textual. Captura Rodrigo Maciel Essa formação é ofertada a estudantes e professores da rede pública estadual de ensino, o que possibilita uma vivência compartilhada entre esses atores, ampliando as relações professor-aluno. A formação em mídias estudantis é mais uma iniciativa de se discutir e problematizar as diversas metodologias educacionais mediadas pelas tecnologias, em especial a produção de  textos para blogs, a leitura e interpretação de imagens como novas formas de letramentos e a produção audiovisual como elemento[…]

Escola viva

Que tal fazermos o exercício de pensar cada escola como um organismo, tipo o conceito que aprendemos nas aulas de Ciências? Mas vamos fazer isso a partir de um poema, combinado? Escola viva A escola é viva? Ela respira, transpira, inspira,  excreta? Ela se nutre, demanda energia? De que forma? Com que meios? Ela se reproduz, produz, cerceia? Escasseia, esperneia, executa? Ela é sinônimo de avanço? De luta? Fig 1. Homem vitruviano. Leonardo da Vincci Labuta, acorda, adormece Empobrece, enriquece, esquece… Ela reage, interage, disciplina? Ou ela se esquiva, se esvai e discrimina? Ela mantém a homeostase? É laica, é ímpar? Ou ela é arcaica, tradicional e simplista? A escola é viva? É núcleo, é sítio, é plasma? É recreio,[…]

Olimpíadas, competição e cooperação

  https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Victory_podium.png O Brasil está vivendo um momento ímpar de sua história, sediando os jogos olímpicos de 2016. É importante aproveitarmos essa oportunidade para refletirmos sobre os valores e subjetividades que participam da nossa cultura e que estão espelhados nessas competições. A sensação de vencer, ser o melhor, nos dá prazer e é, ao final, a mola mestra do nosso sistema econômico. Nildo Viana[1] afirma que “a competição é apontada como um produto social e histórico que gera uma sociabilidade e mentalidade competitivas cujo resultado é a naturalização desse fenômeno social”. Os jogos, de modo geral, são reforçadores desse processo. A sociedade capitalista dá excessivo valor à concorrência, disputa e superação do outro e a “competição é seu elemento estrutural”[2].[…]

Um Ser de Luz…

Num universo com turbilhões de informações e acontecimentos se torna cada vez mais desafiador ser estudante, ao tempo em que se torna mais e mais necessária a compreensão do mundo em que vivemos através do conhecimento construído no espaço escolar. O aluno,  (do latim alumnus, alumnié) ou discente é o indivíduo que recebe formação e instrução de um ou vários professores ou mestres para adquirir ou ampliar seus conhecimentos. No entanto, se estamos querendo dizer de alguém capaz de guiar seus passos para sua construção pessoal (quiçá profissional) podemos chamar este ser de Estudante. Ele é, sim, um ser de luz, pois, através dele, fatos e coisas são elucidados pela sua curiosidade e vontade de desbravar outros mundos. Como chamar   esse ser de pessoa sem luz? Como disse Paulo Freire[…]

Nossos Colaboradores