direito

#Mulher, sujeito de direitos

#Mulher, sujeito de direitos

    Olá! No intuito de fortalecer a marcha em prol da erradicação da violência contra às mulheres, este texto traz informações pertinentes à sustentação desta bandeira, que pode ser reforçada, constantemente, não apenas na data de 08 de março, simbolicamente, escolhida para comemorar o Dia Internacional da Mulher e dar visibilidade a causa. É preciso batalhar durante os 365 dias do ano, em prol de resultados positivos, pois apesar de estarmos em pleno século XXI, a mulher ainda é vítima de crimes, como o feminicídio : “Quem abre os principais portais de notícia do país quase sempre se depara com algum episódio de violência cometido contra a mulher, afinal, são dez mulheres mortas por dia no Brasil, segundo dados[…]

Luiz Gama, um baiano cheio de ideais

 A breve biografia de Luiz Gama, escrita por Myriam Fraga, em 2005, dentro da coleção “A luta de cada um”, da Biblioteca Afro-Brasileira, da editora Pallas, é um convite saboroso para conhecer um dos homens mais importantes da nossa história, sobretudo quando se fala da luta abolicionista. Filho da quitandeira Luiza Mahin, africana de origem nagô, e de um fidalgo português, Luiz Gonzaga Pinto da Gama nasceu em Salvador, em 21 de junho de 1830. Luiza, embora fosse livre, participava ativamente de levante de escravos na cidade e nos arredores. Dentre as rebeliões de que participou, a mais famosa foi a Revolta dos Malês. Os malês eram escravos muçulmanos que não se conformavam com o cativeiro e sempre tentavam fugir[…]

Nossos Colaboradores