cultura

Programa Mais Cultura nas Escolas

O que é “Mais Cultura nas Escolas”? Mais Cultura nas Escolas é o resultado da parceria MinC e MEC para promover o encontro de iniciativas culturais e escolas públicas de todo o Brasil, democratizar o acesso à cultura e ampliar o repertório cultural de estudantes, professores e comunidades escolares do ensino básico. Artistas, mestres das culturas populares, cinemas, pontos de cultura, museus, bibliotecas, arte educadores e outras iniciativas culturais agora podem elaborar Planos de Atividade Cultural em diálogo com projetos pedagógicos e com os eixos temáticos do Mais Cultura nas Escolas. As atividades serão homologaolvidas dentro ou fora da escola por no mínimo 6 (seis) meses, valendo-se das mais diversas linguagens artísticas (música, teatro, audiovisual, literatura, circo, dança, contação de[…]

Dia Nacional do Orgulho Gay

Oi oi, gente boa! É celebrada hoje, em todo território nacional, uma data muito significativa para toda a sociedade, em especial para aqueles(as) que trabalham e lutam todos os dias para a construção e consolidação de um país mais justo e democrático para todos(as): o Dia Nacional do Orgulho Gay. A data representa a necessidade de visibilizar as questões em torno da diversidade sexual e de gênero e marcar as conquistas e desafios enfrentados pela comunidade LGBTTTs no Brasil. Sabemos que as identidades – entre elas a sexual e de gênero – são forjadas, cotidianamente, através da interação entre os atores e grupos sociais num processo de permanente tensão e negociação, no e pelo qual vão fazendo-se e afirmando o[…]

Videoconferência orienta sobre editais para criadores e produtores negros

Para divulgar cinco editais voltados a criadores e produtores negros, a Representação Regional do Ministério da Cultura na Bahia e em Sergipe (MinC Ba | Se) realiza, em parceria com a Fundação Cultural Palmares, uma videoconferência no dia 1º de março (sexta-feira), às 14h, no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador. A videoconferência será ministrada pela representante da Fundação Cultural Palmares / Bahia e Sergipe, Nairobi Aguiar. A oficina de capacitação para os editais pode ser acompanhada ao vivo pelos pontos de exibição conectados à Rede Educação (http://educadores.educacao.ba.gov.br), da Secretaria de Educação do Estado da Bahia, em 33 municípios baianos, incluindo o próprio local de transmissão da palestra – o auditório do IAT, em Salvador. Além disso, a[…]

Talento estudantil – Faça Acontecer

Olá, pessoal! Do despertar da curiosidade ao talento descoberto e incentivado, respeito às diferenças e habilidades que nos completam e formam o todo que somos. O ambiente escolar, além de proporcionar crescimento educacional, influi em diversos aspectos na vida dos sujeitos que dele são partícipes. Não temos dúvidas de que colaboradores, professores e estudantes são artífices da construção dos saberes que também constituem a dinâmica social. Hoje, compartilhamos com vocês um belo exemplo de talento, superação e aptidão – a série de documentários Faça Acontecer, realizada pela TV Anísio Teixeira que de maneira singular mostra conquistas estudantis e “tem como objetivo valorizar a capacidade intelectual, artística e esportiva dos estudantes da Rede Pública de Ensino da Bahia, a partir de[…]

Festival de música e cultura digital – Inscrições abertas e gratuitas

Olá! Entre os dias 1º e 5 de fevereiro a capital baiana será palco do Festival de música e cultura digital – Digitalia. O evento, que é uma realização da comunidade Audiosfera, conta com patrocínio e apoio da iniciativa pública e privada e tem inscrições gratuitas até amanhã(31/01). Durante o festival serão realizados cursos, conferências e oficinas, bem como apresentações de trabalhos, “geração de conteúdo para difusão via WEB, como videoconferências, textos e músicas, produzidos de forma colaborativa pelos participantes do evento; Promoção de intervenções musicais e multimídia”. Mais informações na site oficial do evento – Clique aqui! Quem for ao Digitalia poderá conferir também diversas atrações artísticas, com a presença de personalidades da música nacional e internacional, a exemplo[…]

Dia Nacional do Samba – Retrato fiel da Bahia

Olá, pessoal! 2 de dezembro é dia de celebrarmos a existência de uma das mais belas expressões culturais de nosso país – o Samba, que tem raízes africanas e lugar cativo na música popular brasileira. Muitos são os ilustres representantes desse gênero musical e dentre eles, hoje destacamos o inigualável sambista soteropolitano Riachão, que com graça e talento faz gerações sacolejar os quadris com sucessos que também trazem intensas reflexões sobre a sociedade, tais como: Cada macaco no seu galho, Retrato da Bahia, Barriga Vazia (proibida pela censura durante a Ditadura) e Vá morar com o diabo. Em 2001 foi lançado o longa-metragem Samba Riachão, que conta a trajetória do cantor e compositor. Confiram no programa Identidades da TV Anísio[…]

Convite Especial – I Encontro Estudantil de Ciência, Arte e Cultura

Olá, amig@! Que tal participar do I Encontro Estudantil de Ciência, Arte e Cultura? Então agende-se, pois a abertura oficial é hoje, dia 26 de novembro, com “a inauguração do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), no Colégio Central (Nazaré). O encerramento será no dia 30, com a grande final do Festival Anual da Canção Estudantil (Face), na Concha Acústica do TCA, quando são esperados cerca de 5 mil estudantes vindos de todos os territórios da Bahia. O Encontro conta, ainda, com a II Feira de Ciências da Bahia, VII Feira Baiana de Matemática, os projetos Tempos de Arte Literária (TAL), Artes Visuais Estudantis (AVE), Educação Patrimonial e Artística (EPA) e Produção de Vídeos Estudantis (Prove), todos homologaolvidos pela[…]

Comunidades Quilombolas: a identidade de um povoado isolado

Fala, galerinha! Quando falamos em quilombo logo remetemos a ideia ao Quilombo dos Palmares, um local isolado, composto por negros(as) refugiados(as) em resistência contra um sistema escravocrata imposto naquele período, tendo como líder mais conhecido Zumbi. Mas o que são comunidades quilombolas? As comunidades quilombolas são grupos cuja formação e identidade afirmam as suas raízes históricas e socioculturais africanas, tendo a sua organização politica, ideológica e social voltadas para o homologaolvimento e a renovação no seu modo de viver, cultuando sempre os seus ancestrais e atualizando o nosso legado afro-brasileiro. Nos territórios das comunidades quilombolas é assegurado o direito que regulamenta o seu processo de identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e a titulação das terras ocupadas, de acordo com o Decreto[…]

Novembro Negro – Silenciadas na história, porém atuantes!

Olá, amigas(os)! No mês em que dedicamos as nossas publicações para contarmos um pouco mais sobre as lutas e conquistas do povo negro em nosso país, não podemos deixar de fora o que os fatos históricos não negam e a estatística também revela, mas que durante muito tempo foi ocultado por aqueles que hegemonicamente “contavam” a história – A participação da mulher negra na sociedade. Mesmo que silenciadas por uma cultura racista e machista, elas tiveram papel fundamental nos avanços dos direitos d@s afrodescendentes e figuraram em momentos cruciais na defesa destes(as). Dentre as tantas mulheres negras que fizeram e fazem a diferença desde a diáspora aos tempos atuais, temos como exemplo as ganhadeiras, que com os seus esforços vendiam[…]

Novembro Negro – Transformando a opressão em poesia!

Olá, pessoal! Tudo bem? Vocês gostam de literatura? A literatura, mais que o ato de escrever ou mesmo um conjunto de texto, é, para além disso, uma forma de retratar a história de povos, sociedades, enfim, contar de maneira ilustrada casos, vivências, hábitos e costumes de certos lugares, que tornam-se conhecidos através de livros e narrativas, que em meio as ficções trazem também fatos reais. No Brasil, por muito tempo se ouviu histórias que falavam de heróis e heroínas contando as façanhas de parte da sociedade, em detrimento de uma maioria que não se fazia referência, e quando isso acontecia era cercado de preconceito e visões estereotipadas. Não é comum encontrar nos livros de literatura a representação da cultura africana[…]

Nossos Colaboradores