cultura

Rede Anísio Teixeira realiza formação em Vitória da Conquista

Rede Anísio Teixeira realiza formação em Vitória da Conquista

A Secretaria de Educação do Estado da Bahia, através do Instituto Anísio Teixeira (IAT), da Rede Anísio Teixeira (TV Anísio Teixeira) e do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Vitória da Conquista, em parceria com a Faculdade de Comunicação da Universidade Federal Bahia (Facom/UFBA), vai promover a formação Memórias e Identidades: produção formativa de vídeos educacionais, de 29 de abril a 17 de junho de 2016, sempre às sextas e aos sábados, no CJCC do Colégio Estadual Rafael Spínola. A carga horária é de 48 horas. O objetivo é estimular o uso de softwares e de licenças livres na produção audiovisual, promover um diálogo sobre o uso ético e seguro das tecnologias da informação e da comunicação (TICs), incentivar[…]

Salvador e Sua História: Celebrar e Tornar Melhor como Necessidade Cotidiana

Salvador e Sua História: Celebrar e Tornar Melhor como Necessidade Cotidiana

Salvador é a cidade mais velha do Brasil. Algumas vilas se formaram antes, como São Vicente (1532) e Olinda (1535), mas no formato cidade (organizada como uma zona urbana e planejada para tal), a cidade de São Salvador da Baía de Todos os Santos é a mais antiga da colônia portuguesa que posteriormente se torna o país Brasil. O nome da cidade é uma referência cristã católica ao Salvador, Jesus Cristo, o que condizia com o projeto cristianizador das navegações que foram realizadas no sentido Europa/América, processo que originou a colonização das terras americanas ao sul do Equador por Portugal. Fruto de uma ordem do Rei D. João III de Portugal, Salvador foi oficialmente fundada em 29 de março de[…]

Cor Sobre Forma

Quantos homens e mulheres você vê nesta figura? São todos homens?  Não? São todas mulheres? E realmente importa? Bem, o que vemos são cinco figuras humanas de mãos dadas, formando uma ciranda. As linhas fortes e sinuosas nos dão a sensação de movimento. A pintura Fauvista é assim. Pinceladas fortes, cores marcantes e pouco interesse pela realidade. O gênero de cada personagem pouco importa na obra, o  pintor fauvista só demonstra a alegria  e a jovialidade das dançarinas. Essa é a obra do Pintor Frances Henri Matisse, chamada de A Dança. Desenvolvido no início do século XX, o Fauvismo é uma tendência estética da pintura. As suas principais características são o conteúdo dramático nas obras e o uso acentuado de cores[…]

Ser aprendiz , não existe tempo para aprender

 No último dia do 4º Encontro Estudantil, ocorreu a Premiação do Concurso Literário Roda de Prosa dos alunos do TOPA. O Topa ( Todos pela Alfabetização) realiza projetos de alfabetização com jovens, adultos e idosos desde 2007, homologaolvido pela Secretária da Educação e o governo federal. Já alfabetizaram mais de 1,3 milhões de pessoas que não tiveram a oportunidade de estudar na idade regular. Elenice Silva , 59 anos , dona de casa, de Ipiaú , aluna do projeto e autora do poema cujo título é ” TOPA”, relata que com essa iniciativa aprendeu ainda mais que escrever, ler e a criar poemas, foi um aprendizado que conservará para toda a sua vida.  Ela está feliz em participar da premiação,[…]

2ª Mostra do Dance – 4º Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Tayline Alves E aí, galera! Neste vídeo, você vai conferir a 2ª Mostra do Dance que consiste em 15 apresentações de dança realizadas em 744 escolas da Rede Estadual. Nesta reportagem, você vai conferir algumas destas apresentações.   Abraços!   Tayline Alves tem 17 anos, é estudante do Colégio Estadual Polivalente do Cabula, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil.

Comunicação + Educação = Cobertura Colaborativa Estudantil

Olá, pessoal! Na 4ª edição do Encontro Estudantil da Rede Estadual, evento anual promovido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, estudantes de diversos cantos do estado se encontrarão na Arena Fonte Nova, nos dias 2, 3 e 4 de dezembro, para apresentar à sociedade o resultado de projetos aos quais se dedicaram durante todo o ano letivo. Confira a programação completa aqui. Como parte integrante de todo esse importante processo, a Rede Anísio Teixeira marcará presença no evento com ações homologaolvidas na Tenda Digital, espaço de livre expressão, conhecimento e interação, onde os visitantes poderão acessar, conhecer e experimentar as Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da rede pública estadual de ensino, além de expor talentos artísticos para um[…]

AFRObetizando: abadá ou abatá?

Imagem: http://outraspalavras.net Axé, mano! Hã? Calma, xará! Falta pouco! Carnaval está chegando! A propósito, já comprou seu abadá? Nem só de português vive o português! Se você é tagarela, então vamos bater um papo! Você sabia que, muito do que falamos tem sua origem em línguas africanas e falamos “africanglês”? Talvez, nem precise andar com um dicionário na mochila! Pra ninguém mangar de você e achar que você é um babaca, é melhor se informar! E se alguém te chamar de dengoso, ligue não! Só não dê uma de nenê! Você não precisa mais de nenhuma babá. Também não vale xingar, ficar ranzinza ou se encher de cachaça! Anda meio borocoxô? Está com calundu porque não achou ainda um xodó?[…]

Amanhã é dia de branco?

Era uma vez… Veja o que ele fez. Ou melhor, o que ainda faz! Inicio aqui minha provocação: será que não vivemos o apartheid social no nosso estado, no nosso país? Para começo de conversa, o apartheid é uma palavra oriunda do africânder apartheid, que significa “separação” em africano. Apartheid foi um regime segregacionista e separatista da África do Sul, que deixou marcas ao longo da história. Ele negava, rigorosamente, os direitos sociais, econômicos e políticos dos negros, que eram controlados por uma minoria branca de europeus ( holandeses e ingleses). O regime vigorou até 1994. Um dos principais ícones na luta contra o apartheid foi Nelson Mandela. No Brasil, muito se lutou e se luta pelos direitos e oportunidades[…]

Cine Documental – Minha Escola, Meu Lugar em Cachoeira

Olá, pessoal! O quadro Minha Escola, Meu Lugar, do programa Intervalo, apresenta a influência histórica e sociocultural de uma Unidade Escolar baiana com seu município ou seu bairro. Neste episódio, a escola evidenciada é o Colégio Estadual da Cachoeira e essa cidade do Recôncavo Baiano. Cachoeira está localizada a 120 Km de Salvador, às margens do Rio Paraguaçu. Lá, a história é viva em suas ruas calçadas com paralelepípedo, na arquitetura de seus prédios e igrejas, na ponte imperial D. Pedro II e do próprio Colégio Estadual da Cachoeira, primeira instituição de ensino desse município. Pois é! Este é um convite para você conhecer um pouco dessa história e da relação entre o Colégio da Cachoeira e sua cidade. Aprecie e até a próxima![…]

Ser Professor: Flávio Márcio

Ser Professor: Flávio Márcio

Fala, galerinha! O episódio em destaque de hoje, do quadro Ser professor, do programa Intervalo, fala de poesia e história. Em 2003, o professor de história da rede pública de ensino, Flávio Márcio Sacramento, com o intuito de deixar suas aulas mais dinâmicas e participativas, ampliando a noção de arte, literatura e história, proporcionando a seus alunos uma visão mais ampla do que é aprender criando, pensou o projeto O Ensino da História por Meio da Poesia, que vem beneficiando, anualmente, cerca de 120 alunos do 2º e 3º ano do ensino médio, do Colégio Estadual Professora Ana Bernardes, no bairro de Cajazeiras, em Salvador. A parceria entre o professor Flávio e os alunos fica evidente no quadro quando, juntos, recitam[…]

Nossos Colaboradores