Cachoeira

A Ponte Imperial sobre o Rio Paraguaçu

Olá, pessoal! Tudo bem? Hoje, nós vamos falar sobre uma importante propriedade muito utilizada na engenharia, a rigidez dos triângulos, denominada ‘treliças’. Para contextualizarmos esse assunto, vamos analisar as treliças da Ponte do Imperador sobre o Rio Paraguaçu, que liga duas importantes cidades baianas: Cachoeira e São Félix, distantes 120km e 110km de Salvador, respectivamente. O Rio Paraguaçu, com 614 km de extensão, é totalmente baiano! Sua nascente encontra-se na Chapada Diamantina, no Morro do Ouro, na Serra do Cocal, em Barra do Estiva – Bahia e deságua na Baía de “Todos os Santos”. O nome Paraguaçu é de origem tupi e significa ‘rio grande’. Estima-se que 5 milhões de pessoas recebem suas águas. O Rio separa duas importantes cidades:[…]

Culto a Nossa Senhora da Boa Morte, Resistência e Luta do Povo Negro Contra a Escravidão

  De que forma a fé e a devoção à Nossa Senhora da Boa Morte tem a ver com a luta e resistência do povo negro contra a escravidão na Bahia oitocentista? Para sabermos mais sobre esse assunto, é preciso viajarmos pela história, atravessando o oceano Atlântico, em direção a Portugal! As confrarias, dentre as quais situamos as irmandades e ordens terceiras, surgem em Portugal no século XIII. Tinham por objetivo primeiro assistir a seus membros e demais pessoas não associadas em tempos difíceis da vida, segundo o professor de história João José Reis. Formada por pessoas leigas, as irmandades necessariamente deveriam buscar abrigo em uma igreja, podendo também construir uma. A partir da expansão marítima, esta forma de “agremiação”[…]

População de Cachoeira recebe festival de cinema gratuito

População de Cachoeira recebe festival de cinema de 25 a 30 de outubro Entre os dias 25 e 30 de outubro, Cachoeira será o grande centro da sétima arte no interior da Bahia. Neste período, a cidade sedia pela primeira vez o Panorama Internacional Coisa de Cinema, em sua oitava edição. Com muitos filmes inéditos na Bahia, a programação apresena 30 produções, todas exibidas gratuitamente. Alguns filmes são dirigidos por alunos da Universidade Federal do Recôncavo (UFRB), onde acontece a exibição das obras, mais precisamente no Centro de Artes, Literatura e Humanidades (CAHL). Durante o festival, o público poderá conhecer a produção de estudantes de cinema da UFRB, que têm realizado curtas-metragens continuamente, conquistando reconhecimento e premiações. É o caso de[…]

Sexto dia da Flica – Encerramento

O último dia da Festa Literária Internacional de Cachoeira não poderia ter começado melhor. A mesa da manhã, que recebeu os poetas baianos contemporâneos José Inácio Veira de Melo, João Vanderlei de Moraes Filho e Darlon Silva, prestou uma justa homenagem ao falecido poeta e cidadão de Cachoeira, Damário Dacruz. Quem mediou foi o editor da revista eletrônica Verbo21, Lima Trindade. Recitando, sempre que possível, Dacruz, João Vanderlei refletiu sobre a  poesia. Ele disse que, quando começou, foi muito questionado quanto ao fato de ser ou não um poeta. “O jovem quando está começando quer romper barreiras, mas isso faz com que não seja acolhido dentro de uma tradição literária”, afirmou. Silva, com seus 20 anos, foi o mais jovem participante[…]

Arte Literária, Romances e Geografias – Quinto dia de Flica

O sábado na Flica começou com o debate sobre arte literária e grande literatura. Discutiram acerca desse tema os escritores e professores Jorge Araújo (UEFS) e Mayrant Gallo, além do poeta e romancista Carlos Barbosa. Por conta de imprevistos, Vagner Fernandes não pôde vir a Cachoeira, ficando a mediação dessa mesa sob a responsabilidade de Aurélio Schommer, curador da Festa. Gallo, ao refletir sobre a arte da literatura, disse: “A arte literária existe, caso contrário tudo seria literatura. Quando penso num poema, desloco a linguagem comum do cotidiano para uma forma sensível”. Para esse autor, a distinção entre o conto e o romance está no fato de que o primeiro precisa ter um argumento bem definido para chegar ao efeito final; já o[…]

Negritude, História e Polêmicas – Quarto dia da Flica

A Festa Literária continua pelas ruas de Cachoeira. Estudantes de todas as idades participaram das diversas atividades promovidas pela Flica, no Conjunto do Carmo, no Centro Histórico. A mesa matutina, mediada pelo diretor teatral e ex-Secretário da Cultura da Bahia Márcio Meirelles, foi emocionante. A juíza Luislinda Valois empolgou a plateia com seu discurso afirmativo e consciente da importância da luta por melhores condições para os afrodescendentes: “O negro já nasceu condenado. Para que isso mude, ele precisa lutar com a força que tem para que os governantes melhorem a sua condição de vida. Vamos buscar o que é nosso. Esse é o nosso dever”. O historiador Joel Rufino dos Santos considerou que, em nossa sociedade, existem muitas contradições, sendo[…]

Baianidade e Histórias no terceiro dia da Flica

O sotaque baiano invadiu a Flica, na manhã dessa quinta-feira (13). Estudantes de Cachoeira e cidades vizinhas compareceram em massa. O jornalista e escritor Gustavo Falcón, a escritora e diretora teatral Adelice Souza e o comunicólogo e também escritor Márcio Matos compartilharam suas experiências literárias, mediados pelo professor universitário Sérgio Rivero. Sobre o processo criativo, Falcón contou que o dele foi construído a partir de sua história de vida, sempre privilegiando a reflexão: “A razão é vital, já que sou um ensaísta”. Matos lembrou da importância da literatura como instrumento que oferece tanto ao leitor como ao escritor um processo de significação das coisas. Ele disse: “O fascinante da literatura é o momento em que ela deixa de ser fato[…]

Festa Literária Internacional de Cachoeira – 2º dia

A Festa da literatura continua na terra da Irmandade da Boa Morte. O segundo dia da Flica trouxe para a cidade de Cachoeira muito conhecimento, história e música. Pela manhã, a mesa mediada pelo Assessor Especial da Secretaria da Educação do Estado da Bahia – SEC, Nildon Pitombo, discutiu a importância dos livros paradidáticos para a Educação. Participaram desse encontro Ubiratan Castro, historiador e Diretor Geral da Fundação Pedro Calmon – FCP, Pawlo Cidade, escritor e pedagogo da cidade de Ilhéus e Silvino Bastos, pesquisador da Escola Politécnica da UFBA e Presidente do Comitê de Autores da Câmara Bahiana do Livro. O diálogo entre os presentes sinalizou a necessidade de fortalecer o paradidático como forma de difusão do conhecimento. Segundo[…]

Abertura da Flica – Festa Literária Internacional de Cachoeira

A primeira Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) foi aberta na noite da terça-feira (11), no Convento do Carmo. A cerimônia de abertura contou com a presença de políticos e de representantes da cultura e das artes baianas, como Albino Rubim – Secretário da Cultura da Bahia, Olívia Santana – Vereadora de Salvador, Lourival Trindade – Secretário da Cultura e Turismo de Cachoeira, Amélia Maraux, representando o Secretário da Educação, Osvaldo Barreto, Iara Sydenstricker – roteirista, Guilherme Maia – professor da UFRB, Jackson Costa e Ricardo Bittencourt – atores. Os organizadores da Flica disseram que pretendem inaugurar um novo formato para os eventos de literatura, estimulando a leitura a partir de uma maior interação entre escritores e seu público, além[…]

Nossos Colaboradores