Acessibilidade

Com a palavra, Ninfa Cunha

Com a palavra, Ninfa Cunha

Em conversa com o Blog da Rede, gestora do Espaço Xisto Bahia fala de acessibilidade, educação e cultura O Blog da Rede bateu um papo muito interessante com Ninfa Cunha, produtora cultural, relações públicas, dançarina-intérprete e, atualmente, gestora do Espaço Xisto Bahia; função que exerce desde dezembro de 2015. Na conversa, Ninfa levantou questões importantes para a convivência em sociedade. A temática da acessibilidade esteve na pauta e ela, assertiva como sempre, pontuou que é preciso dar um passo a cada dia, mas que, pelo menos, a questão já é debatida. Assista ao vídeo abaixo e veja a opinião da gestora.   Em outro momento, Ninfa falou de toda a discussão gerada a partir do tema da prova de Redação[…]

Eu assino embaixo. E você?

O Projeto ASSINO EMBAIXO é um belo exemplo a compartilhar. Idealizou-se a partir da percepção de que algumas pessoas cegas, adultas, alfabetizadas, em  diferentes níveis de escolaridade, assinavam através  da impressão digital. A amostragem foi constatada através dos referenciais do Centro de Apoio Pedagógico às Pessoas com  Deficiência Visual de  Belo Horizonte – CAP/BH. Constatou-se que pessoas que não assinam são tratadas como se fossem analfabetas e passam por constrangimento em algumas situações como: abrir uma conta, um crediário ou quando  não conseguem dar um autógrafo, assinar uma lista de presença, comprovante de matrícula ou diploma, firmar um contrato, entre outras atividades do cotidiano. Conforme *Izilda Maria de Campos, o projeto surgiu  “para ajudar um colega de trabalho cego congênito[…]

Mais qualidade na Educação Inclusiva: uma meta para os próximos anos

Mais qualidade na Educação Inclusiva: uma meta para os próximos anos

O Ministério da Educação (MEC), através da Secretaria de Educação Continuada e Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), tem a intenção de ampliar a qualidade da educação inclusiva e especial nos próximos anos. A meta faz parte do Plano Nacional de Educação (PNE) e tem até 2024 para ser cumprida. Nesse sentido, a recente Lei 13.146/2015, que institui o Estatuto da Pessoa com Deficiência, deve ser uma aliada nesse processo. Ela é “destinada a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania”. Sendo assim, o documento surge para exigir algo que já deveria ser uma prática social: o respeito e a equidade para as pessoas com deficiência. No capítulo IV da referida legislação, os[…]

Matemática e suas diversas funções

Estudante-repórter: Érica de Jesus Olá, galerinha! A Feira Baiana de Matemática visa implementar melhorias para problemas no cotidiano estudantil e educacional. Nessa edição, a Secretária da Educação do Estado promove a 5° Feira de Ciências da Bahia ( Feciba) e a 10° Feira Baiana de Matemática ( FBM), expondo de 240 trabalhos de estudantes de diversos municípios do Estado. Alberto Amorim Filho, 49 anos, é professor e orientador da disciplina geografia e do Projeto “ Planetário na escola : Uma proposta para popularizar a astronomia e o software livre na sala de aula ”, Colégio Estadual Teotônio Vilela ( CETV), Feira de Santana. O professor também orientou os subprojetos: Astro engenharia , Luar do Sertão, Matemática e Astronomia e Telescópios[…]

A Matemática Inclusiva

Nos últimos anos, temos percebido uma mudança muito grande nas repartições e meios urbanos  no que se refere à promoção da acessibilidade. Lembro-me como se fosse hoje:  eram raros  os espaços atentos a esta  questão, o  que dificultava ou mesmo inviabilizava a circulação de cadeirantes ou indivíduos com mobilidade reduzida nesses espaços. Há pouco tempo, não era difícil encontrarmos escolas com corredores muito estreitos, caixas eletrônicos com altura inacessível a cadeirantes, espaços urbanos  sem rampa de acesso, sinaleiras sem sinais sonoros e etc. Na verdade, de lá pra cá, todas as mudanças ocorridas nestes últimos anos, teve uma motivação fundamentada em eventos históricos. As primeiras discussões sobre o tema só surgiram nos Estados Unidos, fruto dos heróis de guerras que[…]

CINE PW: Andaraí do Passado e do Presente

Por Fátima Coelho Olá! O Filmei! traz o vídeo: Andaraí do Passado e do Presente – autoria de Josinei dos Anjos Araujo – Colégio Estadual Edgar Silva – do município de Andaraí / Bahia. O documentário aborda, paralelamente, o cinema, a cidade e seus moradores”, como diz Josinei: […] a história de um antigo cinema […] com equipamentos antigos, como os carretéis de filme 16 mm.[…] […] O Alto do Ibirapitanga […] no principio era só matagal desabitado, mas hoje é uma região que concentra boa parte da população, senão a maioria.” O vídeo, oportunamente, faz também a interação escolar inclusiva, conforme o decreto nº 3.298 de 19992. Esta interação é exemplarmente apresentada, da mesma forma, nas temáticas abordadas. Ou[…]

De ponto em ponto e de tecla em tecla

Hoje, estamos iniciando uma semana temática aqui no blog. O assunto da vez é Educação Especial. Vamos refletir sobre isso? Fique à vontade para discutir com a gente, através dos comentários. A sua participação é muito importante! O Sistema Braille (SB) é um código universal de leitura tátil e escrita, utilizado por pessoas com deficiência visual. Ele foi criado pelo francês Louis Braille, em 1825. No Brasil, foi adotado em 1854, de acordo com informações do Ministério da Educação (MEC). O SB trouxe ganhos significativos para a educação, pois possibilitou uma integração mais ampla das pessoas com deficiência visual na sociedade. Em 2006, o MEC publicou, através da então Secretaria de Educação Especial (atual Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade[…]

Ouvindo música? Não, revisando alguns assuntos de português, matemática, geografia…

O ENEM já está com as inscrições encerradas e agora é hora de intensificar os estudos. Há uma gama de conteúdos disponíveis na internet para todos os tipos de necessidade, das mais variadas disciplinas, falando de vários assuntos. Mas nem sempre temos tempo para revisar tudo, não é? Aí entram as tecnologias para facilitar nossa vida! E a dica que temos para você, hoje, é sobre como utilizar os podcasts! Mas o que é isso? Os podcasts são, nada mais, nada menos, que arquivos de áudio. Como num rádio, só que “podendo ser ouvidos a qualquer hora, os podcasts criam uma espécie de rádio virtual direcionada para assuntos específicos, ou seja, de acordo com as características de cada ouvinte”, segundo o Tecmundo. Por exemplo, um programa de rádio pode[…]

O que é Tecnologia Assistiva?

Olá, pessoal! As Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) têm ajudado diversas pessoas a ultrapassarem barreiras de tempo e espaço, superando limitações físicas. Vamos conversar e refletir um pouco sobre o assunto, pois mesmo após avanços na legislação, é preciso garantir o acesso de todos a informação. E, com o intuito de permitir autonomia e independência às pessoas com deficiência, foi criado o Comitê de Ajudas Técnicas da Subsecretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (2009), que assim define “Tecnologia Assistiva”: […] área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação, de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua[…]

Educação Especial: para ler e praticar

Oi, pessoal! Tudo bem? A Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) tem, no seu acervo digital, uma série de publicações que contribuem para fomentar e implementar práticas de educação especial. Nesse sentido, professores, estudantes e pesquisadores podem ampliar os conhecimentos acerca dessa temática. E todo mundo ganha! O acervo é repleto de cartilhas, livros, documentários (com libras e com audiodescrição), fascículos, revistas e ensaios. Entre os títulos, vale a pena destacar a série de livros Atendimento Educacional Especializado (AEE), uma ação do Ministério da Educação para contribuir no aperfeiçoamento de professores. Cada livro trata de uma limitação diferente: pessoa com surdez, deficiência física, deficiência mental e deficiência visual. A dica está aí. Agora, é começar a ler[…]

Nossos Colaboradores