Sem categoria

Exposição “Simplesmente Mulher” – Biblioteca Pública

Pessoal! Vejam só essa dica da  Biblioteca Pública: No mês em que se destaca o Dia Internacional da Mulher, a Subgerência de Periódicos da Biblioteca apresenta a exposição de revistas “Simplesmente Mulher”, uma homenagem que pode ser conferida de 01 a 31 de março, com entrada gratuita. A mostra ilustra como a imprensa representava a mulher ao longo dos anos, através de uma coleção de periódicos do acervo raro da Biblioteca. Entre as publicações exibidas, estão “A Cigarra”, revista paulistana que dialogou com diversas transformações culturais ocorridas no início do século XX, e “A Paladina do Lar”, que foi fundada pela escritora Amélia Rodrigues e é reconhecida como a primeira revista feminina de Salvador. Então, pessoal? Já pensaram como deve[…]

Cá Entre Nós

Ai, galera! Não deixem de  prestigiar esse evento mais que especial. Abrindo a programação do Dia Internacional da Mulher, o evento “Cá Entre Nós” promove o lançamento dos Grupos Temáticos: De Ponto em Ponto se faz um Conto, com ênfase nas mulheres com deficiência. Contando com apresentações artísticas, bate-papo com conversadoras de diversas áreas do saber e um coquetel interativo, o encontro acontece no Auditório da Biblioteca. Abraços!!! Quando: dia 08, das 14h às 18h Onde: Sala Kátia Mattoso (3º andar) Fonte: http://bibliotecapublicafpc.blogspot.com/2012/03/biblioteca-comemora-o-dia-da-mulher-com.html

Poesia ajuda a transformar aulas de história

O professor Flávio Márcio Cerqueira do Sacramento mudou o tom das aulas de história nos colégios estaduais Professora Ana Bernardes (Cajazeiras VI) e Edvaldo Brandão Correia (Cajazeiras IV). Desde que ele adotou a poesia como parceira para ensinar, a disciplina ganhou fama e sucesso entre os estudantes. Licenciado em história pela Universidade Federal da Bahia, o professor Flávio, que soma 12 anos de carreira na rede estadual, é apaixonado por literatura. “Os primeiros versos que apresentei em sala de aula foram de Fernando Pessoa, o poema Mar Português. A partir daí, vi que era mesmo possível utilizar bem essa linguagem, mas também senti a dificuldade para encontrar livros que atendessem ao objetivo do meu trabalho”. A dificuldade impulsionou Flávio Márcio[…]

Entre Bachianas e Choros: Heitor Villa-Lobos

Olá, galera! Quando falamos de música erudita, quase que imediato pensamos em grandes compositores europeus: Bach, Mozart, Vivaldi e outros. Pouco conhecemos sobre compositores da música clássica no Brasil, por esse motivo convido vocês a conhecer um pouco sobre um dos grandes expoentes da música erudita, Heitor Villa-Lobos. Filho de Noêmia Monteiro Villa-Lobos e Raul Villa-Lobos, foi desde cedo incentivado aos estudos, pois sua mãe queria vê-lo médico. No entanto, Raul Villa-Lobos, pai do compositor, funcionário da Biblioteca Nacional e músico amador, deu-lhe instrução musical e adaptou uma viola para que o pequeno Heitor iniciasse seus estudos de violoncelo. Aos 12 anos, órfão de pai, Villa-Lobos passou a tocar violoncelo em teatros, cafés e bailes; paralelamente, interessou-se pela intensa musicalidade[…]

Almanaque Viramundo – TVE Bahia

Olá, pessoal! Tudo bem? Hoje é dia de Almanaque Viramundo! Programa que é uma revista eletrônica inspirada nos antigos almanaques. Cada episódio é composto por diversos quadros, formando um mosaico que traz curiosidades ligadas às disciplinas escolares, perfis, depoimentos, informações e dados da educação e dos movimentos culturais da Bahia. Confiram a chamada do programa desta segunda-feira, que vai ao ar  às 19h30 na TVE Bahia. [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ZKZmkIa_RrU&context=C3213efeADOEgsToPDskKHuSh5rTo6C1jtdGdQlRDj] Saibam mais sobre este e outros programas da TV Anísio Teixeira, clique aqui. Abraços e ótimo programa! Fonte: http://www.iat.educacao.ba.gov.br/node/2724

Calendário sobre Revolta dos Búzios

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia distribui, este ano, para todas as escolas estaduais, um calendário especial em memória à Revolta dos Búzios, também chamada de Revolução dos Alfaiates, Conjuração Baiana, Sedição de 1798 ou Inconfidência Baiana. O calendário foi produzido em formato de almanaque pelo cineasta, fotógrafo e pesquisador Antonio Olavo que, nos seis últimos anos, se debruçou sobre a história da Bahia e do Brasil para levantar dados sobre este capítulo da luta popular pela independência do país, ocorrido em Salvador no ano de 1798. O calendário é parte das ações da Secretaria da Educação do Estado para implantar as Leis nº 10.639/2003 e 11.654/2008, que estabelecem as diretrizes e bases da educação nacional de inclusão, no[…]

A HISTÓRIA DAS COISAS

 Fala, turma esperta! Olhem ao seu redor atentamente e reflitam…vocês, agora mesmo, provavelmente estão vestidos (as), sentados (as) numa cadeira acompanhada de uma mesa ou bancada e, se estão lendo este texto, é porque estão na frente de um computador com acesso à internet, é claro! Vocês já se perguntaram de onde vem todas as coisas que usamos todos os dias, como as roupas, as cadeiras e mesas, os computadores e a própria tecnologia que nos conecta à internet? Quais os processos envolvidos na produção, comercialização, consumo e descarte – ou reaproveitamento – dos objetos ao nosso redor? Qual é a nossa parte ou responsabilidade nesses processos? E o belo planeta em que vivemos, aguenta?!  Parecem perguntas difíceis de responder,[…]

Nossos Colaboradores