Sem categoria

Plataforma Anísio Teixeira no 5º Encontro Estudantil

Plataforma Anísio Teixeira no 5º Encontro Estudantil

A Plataforma Anísio Teixeira apresenta possibilidades, processos educacionais diversos e inovadores para a comunidade escolar baiana.   *Estudantes-repórteres: Vitória Mercês, Cleise França, Luana Brito e Elias de Santana são estudantes da rede pública estadual de ensino e integram a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.

Academia do Cérebro no 5° Encontro Estudantil

Academia do Cérebro no 5° Encontro Estudantil

No 5° Encontro Estudantil, na Arena Fonte Nova, nossos repórteres-estudantes visitaram um dos stands da VI Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia – FECIBA, para mostrar um pouco do que se conhece como “Academia cerebral”. Os expositores Samile Azevêdo e José Neto falaram da importância de se exercitar o cérebro através de jogos dinâmicos. Interessante, não? Está esperando o quê? Aperte logo o play!!   *Estudantes-repórteres: Vitoria Mercês, Cleise França, Victor Zachariadhes e Elias de Santana são estudantes da rede pública estadual de ensino e integram a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.  

Cobertura Colaborativa – 5º Encontro Estudantil – Entrevista FESTE

Cobertura Colaborativa – 5º Encontro Estudantil – Entrevista FESTE

Cobertura Colaborativa, 5º Encontro Estudantil. Entrevista com os alunos participantes do FESTE. Jucilene Paxeco aluna do Colégio Estadual Eurides Santana(Poções). João Vitor Conceição aluno do Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães (Bom Jesus da Lapa). Laila Cone aluna do CETEP – Vale do Jiquiriçá(Amargosa).

Exposição das Artes Visuais Estudantis (AVE) 2017

Exposição das Artes Visuais Estudantis (AVE) 2017

Natália de Jesus é uma das participantes do AVE (Artes Visuais Estudantis), um projeto pioneiro, de caráter educativo, artístico e cultural. Ela bateu um papo com a gente sobre sua obra e o que esta representa na vida dela. Ficou curioso(a) para conhecer o trabalho dela? Então, aperte o play!   *Estudantes-repórteres: Vitoria Mercês, Cleise França, Luana Brito e Elias de Santana são estudantes da rede pública estadual de ensino e integram a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.

Plataforma Anísio Teixeira colabora para Educação Pública na Bahia

A Plataforma Anísio Teixeira foi desenvolvida pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, por meio do Instituto Anísio Teixeira, órgão especial desta administração. Ela integra um conjunto de serviços, softwares livres e Recursos Educacionais Abertos (REAs) para práticas pedagógicas e gestão de acervos on-line, voltados para a educação básica. O desenvolvimento, a curadoria e a gestão pedagógica da Plataforma está sob responsabilidade de uma equipe de professores e técnicos da rede pública estadual de ensino, preparados para produzir, compartilhar mídias e tecnologias educacionais livres, de  forma crítica, contextualizada e colaborativa. Lisandro Salazar é o líder de uma equipe de desenvolvimento formada por Gabriel Luhan, Josymar Alves e Nicolás Romero que dedica-se cotidianamente para melhoria do trabalho, visto que o[…]

1º Edição da Campus Party na Bahia

1º Edição da Campus Party na Bahia

Estudante-repórter:*Beatriz Rocha* Neste vídeo você vai conferir a expectativa dos campuseiros  sobre a  Campus Party, um dos maiores eventos tecnológicos do Brasil, que ganha a sua primeira edição na Bahia.   Se ligue aí: ________________ *Beatriz Rocha  tem 16 anos, é estudante do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira e integra a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.      

A “música de preto” e o carnaval da Bahia

A “música de preto” e o carnaval da Bahia

Os compositores Djavan e Caetano Veloso escreveram versos de uma canção chamada Linha do Equador em que dizem “gosto de filha música de preto / gosto tanto dela assim…”Esse modo de dizer “música de preto” bem poderia ser associado à maneira pejorativa como a palavra “preto” surge para designar os negros no Brasil. Neste caso, trata-se de uma constatação feita na poesia de Caetano da força imensa da cultura negra na música popular mundial. Essa força se apresenta também na Bahia – território com grande número de pessoas descendentes de africanos da diáspora forçada pelo processo escravista desde o século XVI até o século XIX d.C. A cada início de ano, culminando com o carnaval de Salvador, a música que[…]

Nossos Colaboradores