RSCJ

Um encontro para ouvir e planejar

Um encontro para ouvir e planejar

Uma reunião ampliada, com o objetivo de ouvir críticas e sugestões de cineastas, roteiristas e produtores audiovisuais: essa foi a estratégia usada pela Diretoria de Audiovisual da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Dimas/FUNCEB) para pensar o conceito de seu próximo edital. E isso foi feito através do Encontro de Integração do Audiovisual, realizado hoje, no Instituto Feminino da Bahia, em Salvador. Rodrigo Hita (Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação), Renata Dias (atual diretora da FUNCEB), Alexandre Simões (Superintendência de Promoção Cultural), Rômulo Cravo (Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, que representou Jorge Portugal) e Bertrand Duarte (diretor da Dimas) participaram da mesa de abertura do evento. Bertand, inclusive, deixou claro que a ideia principal era promover um diálogo entre o órgão e os[…]

Onda Digital promove curso de extensão para professores da educação básica

Onda Digital promove curso de extensão para professores da educação básica

Professores da educação básica terão mais uma chance de aprimorar os conhecimentos acerca do uso pedagógico da computação: trata-se do curso Desenvolvimento de competências interdisciplinares no currículo escolar por meio do raciocínio computacional, promovido pelo Grupo de Pesquisa e Extensão em Informática, Educação e Sociedade (Onda Digital), da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A atividade de extensão tem carga horária total de 80 horas, dividida em 38 horas presenciais e 42 on-line. Serão 11 encontros semanais, durante quatro meses, das 18h30 às 22h10, no campus da UFBA, em Ondina. O objetivo do curso é mostrar como os conceitos do Raciocínio Computacional podem ser utilizados de forma interdisciplinar nas práticas da educação básica. Todos os participantes receberão certificados emitidos pela UFBA.[…]

O baianês nosso de todo dia

O baianês nosso de todo dia

Colé de mermo! Tá tudo massa? Hoje, a gente vai trocar uma ideia sobre o baianês. Você tá ligado? Não precisa ficar agoniado, não. É de boa! Tá rebocado! Só não vamos entrar na molequeira, porque a coisa aqui é séria. Brincadeiras à parte, se você é baiano, já prestou atenção ao nosso modo de falar? Temos uma forma própria de nos expressar e, muitas vezes, a gente não atenta para isso. Essa forma, obviamente, não é homogênea, padronizada, mas faz parte dos nossos costumes. Repare como eu comecei este texto. Oxe! Olha o baianês aí de novo! O baianês é um dialeto do português brasileiro, cujo uso frequente se dá no estado da Bahia. Ele é formado por palavras e[…]

Duas faces de uma mesma prática

Duas faces de uma mesma prática

“A leitura é muito mais do que decifrar palavras. Quem quiser parar pra ver pode até se surpreender: vai ler nas folhas do chão, se é outono ou se é verão; nas ondas soltas do mar, se é hora de navegar; e no jeito da pessoa, se trabalha ou se é à-toa…” O trecho acima, do poema Aula de Leitura, do escritor, ilustrador e pesquisador paulista Ricardo Azevedo, mostra como a leitura é uma prática que nos enche de possibilidades de ver o mundo. Através dela, a gente decifra tudo, até as coisas consideradas mais difíceis. Por mais clichê que pareça, para quem lê, a vida tem outra face e várias facetas. Quem lê, de fato, se torna possível e[…]

Dieta vegetariana e dieta onívora: diversidade de hábitos alimentares

Dieta vegetariana e dieta onívora: diversidade de hábitos alimentares

Comer é uma necessidade básica de todo ser humano. Para realizar as atividades diárias, é imprescindível ter energia, que é adquirida através dos nutrientes dos alimentos. Por diversas razões, inclusive socioculturais, as pessoas se alimentam de formas diferentes. O propósito da discussão levantada aqui não é colocar na mesa a problemática social do nosso país, com toda a sua injustiça e má distribuição de renda. O prato do dia são as diferentes dietas que fazem parte dos hábitos alimentares dos seres humanos. Você já pensou sobre isso? Para começar, é preciso diferenciar o que é dieta vegetariana e dieta onívora. O vegetarianismo, que é uma prática que exclui da alimentação qualquer derivado de origem animal, tem muitas variações. Há pessoas[…]

Feminismo: isso é coisa de quem luta por igualdade de direitos

Feminismo: isso é coisa de quem luta por igualdade de direitos

Em 2015, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) trouxe temáticas que estão na pauta do movimento feminista em duas de suas provas: a de Redação e a de Ciências Humanas e suas Tecnologias. Obviamente, o fato de os responsáveis pelo ENEM abordarem tal assunto não foi à toa. A necessidade de discutir feminismo parte de uma demanda social urgente, que tem no seu cerne a luta por direitos iguais para todos os gêneros. De acordo com a historiadora e cientista política Céli Regina Jardim Pinto, “a chamada primeira onda do feminismo aconteceu a partir das últimas décadas do século XIX, quando as mulheres, primeiro na Inglaterra, organizaram-se para lutar por seus direitos, sendo que o primeiro deles que se[…]

Você é o que você compartilha

Você é o que você compartilha

Sete de fevereiro consta no calendário como o Dia da Internet Segura. De acordo com o site da Safernet, o dia foi criado pela Rede Insafe na Europa a fim de promover “atividades de conscientização em torno do uso seguro, ético e responsável das TICs, nas escolas, universidades, ONG’s e na própria rede” [sic]. A ação é importante para fazer com que as pessoas reflitam sobre como as Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) podem ser usadas para o bem e para o mal. Um exemplo evidente dessa dicotomia está presente na internet. Ao mesmo tempo em que ela é uma ferramenta de democratização do conhecimento, que contribui para a transformação social (muitos movimentos políticos ganharam vida por causa[…]

Oficina para a Produção de Mídias na Educação e Cobertura Colaborativa 2016

Oficina para a Produção de Mídias na Educação e Cobertura Colaborativa 2016

A última Oficina para a Produção de Mídias na Educação (PME), do ano de 2016, oferecida no período de 7 a 24 de novembro, pela Rede Anísio Teixeira (Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino), estimulou, mais uma vez, o uso crítico e reflexivo das tecnologias da informação e da comunicação (TICs). Estudantes da rede pública estadual de ensino fizeram uma imersão no Instituto Anísio Teixeira (IAT) a fim de saber um pouco mais sobre Softwares e Licenças Livres, Produção Textual para Multimeios, Fotografia e Produção Audiovisual, módulos que fazem parte do currículo do curso. Durante a oficina, os estudantes tiveram aulas teóricas com as especificidades de cada módulo e puderam colocar em[…]

Resenha PW ⇨ Riachão: o cronista do samba baiano

Resenha PW ⇨ Riachão: o cronista do samba baiano

Oi! Tudo bem? Ontem, 27 de novembro de 2016, completaram-se cem anos do registro do samba Pelo Telephone (assim mesmo, com “ph”, respeitando a grafia da época), no Departamento de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional. A obra, de autoria de Ernesto Joaquim Maria dos Santos, o famoso Donga, é considerada o primeiro samba brasileiro. E, no ano em que o gênero completa cem anos de existência, que tal conhecer um pouco mais sobre a vida e a obra de Riachão, um de nossos sambistas contemporâneos mais festejados? Em 2009, a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA) publicou o livro Riachão: o cronista do samba baiano, escrito pela jornalista Janaína Wanderley da Silva. A biografia integra a coleção Gente da[…]

Com o mote da cidadania, TV Kirimurê é lançada em Salvador

Com o mote da cidadania, TV Kirimurê é lançada em Salvador

Emissora pretende ser um canal de exibição de conteúdos audiovisuais feitos pelos cidadãos O canal da cidadania de Salvador já está no ar. Trata-se da TV Kirimurê, que foi lançada na tarde do último domingo, na Praça de Alimentação do Salvador Norte Shopping, no bairro de São Cristovão. O evento fez parte da programação especial do centro de compras para celebrar o Dia Nacional da Consciência Negra e coincidiu com a vontade dos responsáveis pela nova emissora de lançá-la nessa data emblemática para a cidadania brasileira. Com o slogan “Para se ver, se ouvir e se pensar”, a TV Kirimurê é mais um passo para a democratização da comunicação no país. O objetivo do canal é difundir a produção audiovisual[…]

Nossos Colaboradores