Português

Hipercorreção

Hipercorreção

A hipercorreção, também conhecida como ultracorreção, consiste em fazer correções onde não há erro. O falante que corrige a fala (ou escrita) do outro parte do pressuposto que a forma escutada (ou lida) está errada e acaba cometendo o verdadeiro erro. O texto trata também de correções feitas a alguns falantes, de modo perverso, sem considerar a origem e o contexto sociocultural das pessoas.

É possível desassociar educação de tecnologia?

É possível desassociar educação de tecnologia?

A Terceira Revolução Industrial teve início após a Segunda Guerra Mundial, em especial na década de 1970, em decorrência de muitas descobertas no campo tecnológico, vindo até os dias atuais com as constantes inovações tecnologias. Para Manuel Castells (1999), “a transição da Sociedade Industrial para Sociedade da Informação é vista como a Revolução Digital, ou Sociedade da Informação ou em Redes, e com ela ocorrem transformações diversas na nossa cultura, socialização, interação e na forma de compreender o mundo”. Assim, a contemporaneidade tem um novo paradigma que é a Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC, tendo a Internet como ferramenta de valor inestimável para a comunicação mundial. A partir de pesquisas militares no auge da Guerra Fria, no final[…]

“Os Sete Pedaços Inteligentes”

“Os Sete Pedaços Inteligentes”

Você gosta de quebra-cabeça? Já ouviu falar sobre o Tangram? Alguns o conhecem como a placa das “sete astúcias”, para outros é o “tabuleiro da sabedoria”, o Tangram é um quebra-cabeça milenar de origem oriental. Formado por sete peças, é um jogo que desafia a criatividade e a capacidade de reproduzir figuras, utilizando apenas essas, sem sobrepor uma a outra.   Aí vocês me perguntam: Mas qual a relação que um jogo como o Tangram tem com os conteúdos educacionais?   Bem, ele pode ser um eficiente recurso pedagógico, pois, de forma lúdica e interdisciplinar, o trabalho com o Tangram pode ser desenvolvido por alunos de vários níveis de ensino. As disciplinas de História, Português, Matemática, Arte e Informática podem[…]

O Blog da Rede estabelece parceria com o Colégio Estadual Pedro Calmon

O Blog da Rede estabelece parceria com o Colégio Estadual Pedro Calmon

Olá, pessoal! Na quarta-feira, 25 de abril de 2018, a Rede Anísio Teixeira esteve no Colégio Estadual Pedro Calmon para desenvolver uma breve oficina sobre licenças livres, narrativa imagética e produção textual para blog. Foi um encontro muito positivo, pois, além do excelente acolhimento, a interação com os colegas professores e com os estudantes presentes foi bastante dinâmica e produtiva. Nesse encontro, ficou combinado que em uma ação piloto, os estudantes da oficina de redação da referida escola terão, durante os meses de maio a dezembro, um espaço de publicação no Blog da Rede. A ideia é aproximar, ainda mais, o blog e a Rede Anísio Teixeira dos professores e estudantes da escola pública, tendo os mesmos como leitores e[…]

Português Nosso de Cada Dia

Português Nosso de Cada Dia

Olá, turma! Vocês estão lembrados que foi em 22 de abril de 1500 que os primeiros portugueses chegaram às terras brasileiras? Pois é, segundo a historiografia sobre o período colonial, o tupi era o tronco linguístico mais falado pelos indígenas do litoral baiano. Com a colonização portuguesa, sabemos que o português passou a ser nossa língua oficial. Sabiam que a Língua Portuguesa é a 5ª mais falada no mundo e primeira no Hemisfério Sul? Que é uma das línguas oficiais da União Europeia, do Mercosul, da União de Nações Sul-Americanas, da Organização dos Estados Americanos, da União Africana e dos Países Lusófonos? E que, além de Portugal e Brasil, também é falada Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Moçambique, Timor Leste, São[…]

Contação de histórias

A contação de histórias, como incentivo à leitura, estimula a criança no desenvolvimento do senso crítico e na capacidade de sonhar. A Trupe Novo Ato-Contadores de Histórias é um grupo de jovens que se reuniram para encenar lendas da sua região e também mostrar um outro meio de contar histórias. *Estudantes-repórteres: Lavínia Alessandra, Joeslei Santos, Luana Brito e Elias de Santana são estudantes da rede pública estadual de ensino e integram a equipe da Cobertura Colaborativa Estudantil 2017.

#Melhore!

#Melhore!

Que as redes sociais digitais são um reflexo da convivência com as pessoas do nosso cotidiano, todo mundo sabe. Então, tudo que existe sem a mediação da tela, está presente no mundo em que ela é fundamental para estabelecer a comunicação. Sendo assim, a forma como uma pessoa trata a outra — com carinho, rispidez, indiferença, empatia — também vai ter eco no Facebook, Instagram, Twitter e demais mídias. Nesse sentido, você já percebeu como algumas expressões usadas nesses meios são desrespeitosas e, quase sempre, incitam a violência? Isso fica muito evidente entre os fãs de artistas populares, que, muitas vezes, são estimulados por seus próprios ídolos a terem uma postura combativa nas redes; e também entre ativistas políticos, uma[…]

Vc jaH imaginoW t D encaraH 1 textU TdO escritU assim?

Vc jaH imaginoW t D encaraH 1 textU TdO escritU assim?

    A escrita surgiu tardiamente, se comparada ao aparecimento da linguagem, mas, sem dúvida, trouxe importantes mudanças no mundo: desenvolveu a comunicação entre os homens, permitindo-lhes derrubar barreiras que serviam de distanciamento entre grupos, oportunizou intercâmbio, trocas de informação, preservação da memória, além de favorecer o desenvolvimento intelectual do ser humano.     Este processo segue em constante evolução, afetado fortemente pelo avanço das novas tecnologias, mais recentemente pelas chamadas Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs). A partir do final do século passado, a internet e, mais especificamente, a comunicação por ela proporcionada, revelou-se como a maior revolução na comunicação, desde a invenção da escrita. Todos os meios de comunicação até então em uso proporcionaram, de modo mais[…]

Escritores Baianos, Aqui e Acolá

Abril. Abre-se, em nosso blog, um espaço maior para a literatura. Nossa escolha é dar visibilidade à produção literária do estado da Bahia e estimular a apreciação estética das obras destes novos escritores. Ao mesmo tempo, realizaremos uma conversa entre a literatura e outras linguagens artísticas aqui produzidas, como teatro, dança, música e audiovisual. Durante o ensino médio, nas aulas de Literatura, há a recomendação ou exigência da leitura de vários livros clássicos, de autores brasileiros ou portugueses. Para a maioria dos estudantes, essa atividade é extremamente desafiadora: ler livros que foram escritos há séculos, com uma linguagem bastante diferente da nossa, descrevendo uma realidade aparentemente muito distante. Respeitando os direitos imprescritíveis do leitor, como sugere Daniel Penac, … “O direito[…]

Possibilidades

Nos processos pedagógicos[1] assumimos, muitas vezes, posturas radicais no sentido das definições disto ou daquilo. Conhecer, interpretar e agir diferem de pessoa para pessoa, por termos o tempo e a cultura em constante transformação. Paulo Freire, em sua trajetória questionadora, estimula e provoca constantemente a liberdade de associações e expressões de modo que não existam distinções ou privilégios de classes hereditárias ou arbitrárias. Referindo-se à relação entre educando e educadores qualquer que seja o lugar que ocupemos no momento, ele diz: “uma das condições necessárias a pensar certo é não estarmos demasiado certos de nossas certezas”. Contudo, está associado à ciência o pensar, o ser objetivo, remetendo ao grego ísos=igual. A ciência possui conhecimentos sistematizados, adquiridos via observação, identificação, pesquisa.[…]

Nossos Colaboradores