Não categorizado

Você já pensou em ser cientista?

Ainda tem quem ache que o cientista é um ser louco, de jaleco branco, rodeado de vidros num laboratório, explodindo as coisas até.  Também há quem pense que é uma carreira glamourosa, só pra quem estudou muito. Na verdade estudar pouco não leva ninguém a lugar nenhum, mas a  Ciência não é um bicho de sete cabeças… Fig. 1 – Caricatura de Einsten, de Marina Braga. Atualmente existem programas que incentivam o homologaolvimento e popularização das ciências e aqui na Bahia, você já deve ter tido contato com o Ciência na Escola, não é?  Mas quando falemos de pesquisa, existem muitas coisas envolvidas. Recurso é uma delas. Para isso existem agencias de fomento, ligadas ao Ministério da Ciência e Tecnologia e[…]

Compartilhando Saberes, Olhares e Fazeres…

Compartilhando Saberes, Olhares e Fazeres…

Fala, rede! No mês de agosto, foi finalizada a 2ª formação de Produção de Mídias Estudantis, realizada pela Rede Anísio Teixeira (Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino). Fig. 1: Professor Raulindo em plena produção textual. Captura Rodrigo Maciel Essa formação é ofertada a estudantes e professores da rede pública estadual de ensino, o que possibilita uma vivência compartilhada entre esses atores, ampliando as relações professor-aluno. A formação em mídias estudantis é mais uma iniciativa de se discutir e problematizar as diversas metodologias educacionais mediadas pelas tecnologias, em especial a produção de  textos para blogs, a leitura e interpretação de imagens como novas formas de letramentos e a produção audiovisual como elemento[…]

A Arte Pop

Sabe aquele aplicativo que edita sua foto em várias cópias menores e coloridas, ou que transforma seu rosto em um personagem de revista em quadrinhos cheia de pontos? Você sabia que estes efeitos são baseados em um movimento artístico do pós-guerra, surgido entre as décadas de 1950 e 1960, chamado Pop Art? Pois é. O movimento nasceu na Inglaterra e se popularizou principalmente nos Estados Unidos. Com o objetivo de repensar a arte moderna de um modo que ela atingisse a grande massa, um grupo de artistas ingleses fundou, em 1952, o Institute of Contemporary Arts (Londres). A intenção era agregar o maior número de público possível sem excluir ninguém. E o que significa Pop Art? A tradução é arte[…]

Olimpíadas, competição e cooperação

  https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Victory_podium.png O Brasil está vivendo um momento ímpar de sua história, sediando os jogos olímpicos de 2016. É importante aproveitarmos essa oportunidade para refletirmos sobre os valores e subjetividades que participam da nossa cultura e que estão espelhados nessas competições. A sensação de vencer, ser o melhor, nos dá prazer e é, ao final, a mola mestra do nosso sistema econômico. Nildo Viana[1] afirma que “a competição é apontada como um produto social e histórico que gera uma sociabilidade e mentalidade competitivas cujo resultado é a naturalização desse fenômeno social”. Os jogos, de modo geral, são reforçadores desse processo. A sociedade capitalista dá excessivo valor à concorrência, disputa e superação do outro e a “competição é seu elemento estrutural”[2].[…]

Um Ser de Luz…

Num universo com turbilhões de informações e acontecimentos se torna cada vez mais desafiador ser estudante, ao tempo em que se torna mais e mais necessária a compreensão do mundo em que vivemos através do conhecimento construído no espaço escolar. O aluno,  (do latim alumnus, alumnié) ou discente é o indivíduo que recebe formação e instrução de um ou vários professores ou mestres para adquirir ou ampliar seus conhecimentos. No entanto, se estamos querendo dizer de alguém capaz de guiar seus passos para sua construção pessoal (quiçá profissional) podemos chamar este ser de Estudante. Ele é, sim, um ser de luz, pois, através dele, fatos e coisas são elucidados pela sua curiosidade e vontade de desbravar outros mundos. Como chamar   esse ser de pessoa sem luz? Como disse Paulo Freire[…]

A Influência da Matemática na Revolta dos Búzios

A Influência da Matemática na Revolta dos Búzios

Oi, galera do PW! Tudo beleza? Você sabia que a Conjuração dos Alfaiates foi a nossa mais importante revolta anticolonial? E que as motivações que levaram ao seu estopim podem ser explicadas pelas atuais Leis de Mercado? E que a lei da oferta e da procura tem seus princípios explicados pela matemática? Pois é! Vamos mergulhar no túnel do tempo para entender como isso ocorreu. A Conjuração Baiana, também conhecida como Revolta dos Búzios, Revolta dos Alfaiates ou Revolta dos Argolinhas, ao contrário de outras revoluções que tiveram como protagonistas a elite da época, foi idealizada, principalmente, pelos brancos, pobres, mulatos, negros livres e escravos. Teve como principal líder o médico, político e filósofo baiano Cipriano Barata, o soldado Luís[…]

DEONTOLOGIA: Entre Razão Prática e a Liberdade

Você já ouviu falar deontologia? Inicialmente, é necessário relembrar os conceitos de ética e de moral para entender a filosofia da razão prática e da liberdade. Então, relembre aí a palavra Ética?  A palavra “ética” vem do Grego “ethos” que significa “modo de ser” ou “caráter”.A ética e a moral são a base para o exercício da verdadeira cidadania pois estão diretamente relacionadas à conduta das pessoas. A construção de uma sociedade moralmente fortalecida perpassa pelo exercício da cidadania que pode ser formal e cidadania substantiva. A filosofia da Deontologia faz parte da filosofia moral contemporânea, que significa ciência do dever e da obrigação, um tratado dos deveres e da moral. É uma teoria sobre as escolhas dos indivíduos, o[…]

Ética e Cidadania no cotidiano do estudante: exercícios educativos em processos de construção a partir da Escola

Ética e Cidadania no cotidiano do estudante: exercícios educativos em processos de construção a partir da Escola

Ética é uma expressão complexa. Vem sendo tratada cotidianamente como um atributo, uma coisa que se tem ou não tem. Observando sua história no planeta e seus significados em diversas culturas, percebe-se o quanto é necessário entender melhor sua pertinência. Segundo Desmond Tutu, arcebispo anglicano emérito da Cidade do Cabo, na África do Sul, e prêmio Nobel da Paz o conceito “Ubuntu” sustenta a noção de Ética numa visão global no continente africano. Nas suas palavras,  falando sobre o tema no evento Global Ethic Lectures na Alemanha em 2009, “`Ubuntu trata do “valor das pessoas, sua dignidade, sobre o seu valor. `Ubuntu` fala sobre o fato de que pertencemos a uma mesma família; à família humana, à família de Deus`”. Para os gregos[…]

Rede AT Visita Rádio Web CEGRS

  A equipe de professores, da Rede AT, envolvida com o programa de rádio Nas Ondas da Rede, visitou as instalações da Rádio Web Juventude, no Colégio Estadual Governador Roberto Santos, bairro do Cabula. A Rádio, inaugurada em outubro de 2015, é resultado do sonho da professora Josefa Lima e rendeu sua tese de Doutorado. Contando com a participação de 30 estudantes do Ensino Médio, ela conseguiu fazer com que esse projeto acontecesse, numa pequena sala, na área externa do colégio, mas com uma estrutura que agrega funcionalidade e bom gosto. Segundo Josefa, sua motivação para montar essa rádio estudantil diz respeito à quebra do paradigma de que a aula só acontece dentro da sala. Para ela, o formato tradicional[…]

É Possível ser Escola sem Tomar Partido?

 No mês de março de 2015, foi apresentado ao Congresso Nacional o projeto de lei nº 867/2015, que inclui, entre as diretrizes e bases da educação nacional, o “Programa Escola sem Partido” [1]. Esse é um assunto muito sério, já que a proposta incide diretamente sobre o sistema educacional brasileiro, modificando sua estrutura. As raízes para a formulação dessa proposta vêm de 2015, ano em que o país ficou marcado por uma polarização, caótica, entre esquerda e direita. Em meio aos confrontos políticos a educação foi arrastada para o campo de batalha, com os partidos de direita acusando a esquerda de se beneficiar da doutrinação ideológica feita nas escolas pelos professores. Há que se atentar para a historicidade da sociedade[…]

Nossos Colaboradores