Práticas Pedagógicas

Ser ou não ser, professor?

A palavra “Professor” tem origem no Latim, sendo uma derivação de Professus que significa “pessoa que declara em público” ou “aquele que afirmou publicamente”. Mas que ironia! Há tempos não vejo está declaração em público, será por desprestígio? Será por desvalorização econômica e social? Ou será por simples ressignificação?

Curso de Apropriações Tecnológicas na Educação Básica – ATEB

Curso de Apropriações Tecnológicas na Educação Básica – ATEB

Caros leitores, Hoje iremos falar de uma importante ação que contribuiu para a educação baiana,  realizada no Instituto Anísio Teixeira. Trata-se do curso de Apropriações Tecnológicas na Educação Básica – ATEB, que teve início no dia 30 de agosto deste ano. O propósito do curso é contribuir para a melhoria da educação básica por meio do estímulo às apropriações tecnológicas críticas, lúdicas, contextualizadas e colaborativas nos processos de ensino e aprendizagem que se desenvolvem nas escolas da Rede Estadual de Ensino. O curso é dividido em quatro módulos. Eles abordam as Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC e Tecnologias Digitais em Rede – TDR com foco nas Tecnologias Educacionais, Mídias Livres e introdução aos processos de produção, compartilhamento, decupagem[…]

Conhecimento, cultura e poder na contemporaneidade: tecendo olhares outros

Conhecimento, cultura e poder na contemporaneidade: tecendo olhares outros

As dimensões do conhecimento, da cultura, da economia e da política ganham novos contornos na contemporaneidade, rompem e ao mesmo tempo reproduzem diversas formas tradicionais de saber e de viver. As revoluções tecnológicas vivenciadas na virada do milênio ganham alcance global e passam a influenciar cada vez mais os nossos cotidianos. Neste momento trava-se uma disputa político-ideológica em torno dos direitos e deveres das pessoas no que diz respeito ao acesso ao conhecimento, à liberdade de expressão, à privacidade, à diversidade cultural e à ética no uso das tecnologias digitais. A força e o interesse do mercado se colocam como protagonistas nas definições dos rumos do desenvolvimento científico e das apropriações tecnológicas. Na maioria das vezes as pessoas passam a[…]

A Cultura Maker nas escolas

A Cultura Maker nas escolas

As práticas de ensino vivenciadas nos dias atuais, tanto nos espaços formais, como as escolas, quanto nos informais, estão entre as atividades mais antigas ainda desenvolvidas. É claro que com algumas mudanças em decorrência dos passar dos anos. Segundo Blikstein (2013), um professor do século XVI, embora tivesse que fazer um grande esforço para compreender os avanços no conhecimento, ele teria pouco trabalho para adaptar suas práticas de ensino ao modelo atual. Ele ainda menciona que técnicas como memorização e procedimentos teóricos ainda estão presentes nos métodos de ensino e aprendizagem, tanto da educação básica, quanto do ensino superior. Embora haja muitos resquícios de uma educação tradicional, pode – se dizer que houve alguns avanços no processo de ensino e[…]

Ctrl+e – Cultura Maker na Escola

Ctrl+e – Cultura Maker na Escola

O III Congresso sobre Tecnologias na Educação (Ctrl-e) foi realizado no período de 05 a 08 de junho de 2018, pelo Instituto UFC Virtual, sob a coordenação geral do Professor José Aires de Castro Filho, em Fortaleza-CE. Esse ano o evento abordou o tema Cultura Maker na Escola: fazendo uma nova educação com tecnologias digitais, com objetivo de reunir professores, estudantes, pesquisadores e demais profissionais da Educação interessados em fomentar discussões sobre uso das tecnologias como ferramenta no processo de ensino e aprendizagem nas diversas áreas do conhecimento. O Ctrl-e teve a sua primeira edição no ano de 2016 e a ideia inicial era promover um evento com caráter regional, por ser organizado por professores e pesquisadores de diversas universidades[…]

Por que uma pedagogia dos multiletramentos?

Por que uma pedagogia dos multiletramentos?

Olá, companheiros! Vamos refletir um pouco sobre produções textuais multissemióticas que envolvem discursos multimídia, e que, sobretudo entre os mais jovens, já fazem parte do contexto comunicacional contemporâneo. É urgente que a escola do século XXI, pelo menos, pense e debata sobre uma “pedagogia dos multiletramentos”, ou seja, é preciso propor ações pedagógicas que potencializem a leitura, escrita e possibilidades comunicativas que considerem, com relevância, a multiplicidade cultural e semiótica presente em nossa sociedade.   No livro “Multiletramento na escola (2012), Roxane Rojo destaca e discute ideias muito importantes, que alicerçam os estudos e a necessidade de uma “pedagogia dos multiletramentos”. Uma dessas discussões versa sobre as “culturas valorizadas versus culturas desvalorizadas”, ou seja, a cultura que, há tempos, a escola valoriza[…]

O Blog da Rede estabelece parceria com o Colégio Estadual Pedro Calmon

O Blog da Rede estabelece parceria com o Colégio Estadual Pedro Calmon

Olá, pessoal! Na quarta-feira, 25 de abril de 2018, a Rede Anísio Teixeira esteve no Colégio Estadual Pedro Calmon para desenvolver uma breve oficina sobre licenças livres, narrativa imagética e produção textual para blog. Foi um encontro muito positivo, pois, além do excelente acolhimento, a interação com os colegas professores e com os estudantes presentes foi bastante dinâmica e produtiva. Nesse encontro, ficou combinado que em uma ação piloto, os estudantes da oficina de redação da referida escola terão, durante os meses de maio a dezembro, um espaço de publicação no Blog da Rede. A ideia é aproximar, ainda mais, o blog e a Rede Anísio Teixeira dos professores e estudantes da escola pública, tendo os mesmos como leitores e[…]

Artista ou Artesão?

Artista ou Artesão?

Olá, Pessoal! Hoje é o dia do Artesão, certo? E como a nossa terra é rica de artesanato, aqui vai uma justa homenagem aos que se dedicam a representar nossa cultura, por essa via, nas suas mais diversas formas, usando as mãos e/ou ferramentas, mas muito mais o coração! E é justamente a emoção provocada em quem vê os objetos produzidos pelo artesão que, o profesor Nildson B. Veloso, lhes confere o status de arte. Mas ainda há controvérsias quanto a isso. As discussões levam em consideração as comparações feitas entre os objetos totalmente feitos à mão ou com uso de ferramentas e outros produzidos em série a partir de moldes ou algum tipo de mecanização. Sobre a dúvida e[…]

Anísio Teixeira é tema de palestra no 5º Encontro Estudantil

Anísio Teixeira é tema de palestra no 5º Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Lavínia Alessandra* Oi, galera! Beleza?! Hoje, no 5° Encontro Estudantil, na Arena Fonte Nova, aconteceu uma palestra sobre Anísio Teixeira, cujo título foi Anísio Teixeira na Contemporaneidade: A Escola Parque no Bairro da Liberdade. Quem é Anísio Teixeira? Para o professor Gedean Ribeiro, de 45 anos, “Anísio é o homem que criou a educação integral, é um pensador, é um idealizador, é um homem contemporâneo, é um homem que está além do nosso tempo”. Anísio Teixeira é brasileiro, baiano de Caetité. Uma frase marcante de Anísio é: “Só existirá democracia no Brasil no dia em que se montar no país a máquina que prepara as democracias. Essa máquina é a escola pública’’. A Escola Parque é um exemplo de[…]

TV para Estudantes e Professores da Rede

TV para Estudantes e Professores da Rede

Oi, pessoal! Sabe que na plataforma vocês poderão acessar o canal da TV Anísio Teixeira? Sim! Lá temos conteúdos destinados à formação de estudantes e professores da rede pública estadual. São, na verdade, produções audiovisuais com apresentação e discussão de temas curriculares de forma lúdica, transversal, crítica e contextualizada, realizadas desde 2009 por uma equipe de educadores selecionados para a Rede Anísio Teixeira. Em cada peça, poderão observar o compromisso com os princípios da ética, cidadania e arte-educação, além da integração dos diferentes sujeitos da comunidade escolar. Os estudantes e professores das escolas baianas são os protagonistas deste trabalho e trazem experiências pedagógicas inspiradoras. Acessem! Lilia Rezende Professora da Rede Pública Estadual de Ensino

Nossos Colaboradores