Ciências Humanas e suas Tecnologias

Os Tuxá na TV Anísio Teixeira

Olá, turma! Vocês sabem que existem várias etnias  indígenas, não é? Então, hoje, vamos falar um pouco sobre a etnia Tuxá. Os Tuxá vivem na cidade de Rodelas, norte do estado, em Ibotirama, Vale do São Francisco e no município de Inajá, em Pernambuco. Com a construção da Barragem da Hidroelétrica de Itaparica, por volta de 1988, as famílias que habitavam as áreas inundadas foram transferidas para essas regiões.   Visitamos, em 2012, os Tuxá, de Ibotirama, e conversamos muito com o cacique Manoel. Uma vez que não precisam mais lutar pela ocupação de terras, pois já estão em condições de assentados, os Tuxá brigam por preservar sua cultura e tradições. O ritual do Toré, por exemplo, é praticado sempre,[…]

Radiola PW: História do Povo Umutina

Radiola PW: História do Povo Umutina

Oi, pessoal! Tudo bem? A dica de hoje da Radiola PW é a música História do Povo Umutina, de autoria de Ademilson Umutina, cantor e compositor. De acordo com informações do site Povos Indígenas no Brasil, os Umutina possuem “um forte sentido de identidade étnica, reconhecendo-se como tradicionais moradores do alto-Paraguai, envolvidos atualmente na recuperação de suas manifestações sócio-culturais (sic) tradicionais”. Talvez, por essa razão, os 447 Umutina que vivem na Barra dos Bugres, no estado de Mato Grosso, estejam lutando para recuperar a língua Umutina, pertencente ao tronco linguístico Macro-Jê, da família Bororo. Atualmente, eles se comunicam através da língua portuguesa. A música História do Povo Umutina toca nesse ponto de preservação cultural (o refrão diz: “Somos o povo[…]

Agora diga quem é “zica”!

Vamos combater o Aedes aegypiti, artrópode vulgarmente conhecido como “mosquito da dengue”? Esse Vetor de transmissão de arbovírus, como o vírus da dengue, do chikungunya, da febre amarela e também do zika vírus, que são doenças do tipo arboviroses (infecções virais), se homologaolve em áreas tropicais e subtropicais e vem acometendo uma grande parte da população brasileira, principalmente nordestinos, indiscriminadamente. Atender ao alerta geral para que todos os brasileiros participem dessa luta contra o vetor das doenças, é muito importante. Clicando na imagem abaixo, você terá acesso às informações da Cartilha INIMIGO N.º1. Erradicar o mosquito é o que devemos fazer. Seja um monitor nesse processo! Seguem algumas dicas que vão auxiliar na erradicação: eliminar e ou tratar os criadouros;[…]

Como nascem os poetas?

Não existe fórmula. Mas não requer dons especiais, apesar de já ter sido considerado no passado como algo divino. Uma vez, na aula de português, a professora nos incentivou a escrever um poema. E lembro que um colega que nunca tinha feito um poema, escreveu com muito lirismo, rimando. Eu tinha 12 anos na época e não foi a primeira vez que escrevi alguma coisa sem preocupação com métrica e coisas afins, já que poesia não precisa de tantas técnicas. Mas precisa de inspiração! Que pode vir de uma gama de situações, posturas políticas, emoções e sentimentos, dentre outras motivações. Você conhece algum poeta? Desses famosos, porém de outro século, temos por exemplo o Castro Alves. Está eternizado numa estátua[…]

Cine PW – A Febre do Rato

  Olá, cinéfilos! Hoje, iniciaremos a Semana da Poesia aqui no nosso blog. Já pensaram se o cinema pode ser considerado poesia? Claro que, metaforicamente, teríamos a liberdade de concluir isso, mas podemos ir um pouco mais além. No filme, “A Febre do Rato”, dirigido por Cláudio Assis e lançado em 2012, o cinema e a poesia se mesclam de forma muito interessante. Como exemplo disso, podemos apreciar belos poemas que Zizo, poeta e personagem principal da obra, declama várias vezes durante a película. Isso nos faz pensar que é possível consumir uma determinada arte ainda que ela não esteja na plataforma que lhe foi categorizada, nesse caso, a literatura. Falando sobre a obra, “A Febre do Rato” é a[…]

Comunidade Escolar do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira no Combate ao Mosquito Aedes aegypti

Combatendo o Inimigo Número 1 é o título do projeto que professores de diversas disciplinas e estudantes do ensino médio do Colégio Estadual de Aplicação Anísio Teixeira irão promover ao longo de todo o ano letivo de 2016, para exterminar com o mosquitinho da vez! O Aedes aegypti vem ocupando as páginas dos jornais de todo o país e os noticiários na TV. Tanto burburinho tem justificativa, pois esse mosquito é capaz de transmitir os vírus da zika,  da chikungunya, da febre amarela e da dengue. Segundo o portal do ministério da Saúde, esse mosquito é originário da África e se disseminou para “o continente americano por embarcações que aportaram no Brasil para o tráfico de escravos. Há registro da[…]

JERP apresenta oficinas de caxixi e berimbau

Os Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP) deram espaço à capoeira, nessa sexta feira, 4 de dezembro. No espaço, os visitantes poderam acompanhar oficinas onde instrutores ministravam aulas de confecção de caxixi e berimbau. Um dos instruntores era Adriano Ferreira da Silva, 29 anos, conhecido na capoeira como contra mestre Ratinho. “O Festival de Capoeira é resultado das politicas públicas que vêm abraçando cada vez mais a capoeira como parte da nossa cultura”, afirmou o Adriano, revelando a sua satisfação com o evento. Adirlan Passos, 21 anos, foi um dos alunos de capoeira que participou das confecções de caxixi e berimbau. “ A capoeira é uma arte nossa, então eu acho que deveria ser implantada nas escolas, pois ajuda na[…]

Matemática e suas diversas funções

Estudante-repórter: Érica de Jesus Olá, galerinha! A Feira Baiana de Matemática visa implementar melhorias para problemas no cotidiano estudantil e educacional. Nessa edição, a Secretária da Educação do Estado promove a 5° Feira de Ciências da Bahia ( Feciba) e a 10° Feira Baiana de Matemática ( FBM), expondo de 240 trabalhos de estudantes de diversos municípios do Estado. Alberto Amorim Filho, 49 anos, é professor e orientador da disciplina geografia e do Projeto “ Planetário na escola : Uma proposta para popularizar a astronomia e o software livre na sala de aula ”, Colégio Estadual Teotônio Vilela ( CETV), Feira de Santana. O professor também orientou os subprojetos: Astro engenharia , Luar do Sertão, Matemática e Astronomia e Telescópios[…]

Memorial do TOPA: A Arte de Lembrar 4º Encontro Estudantil

Por: Joalva Moraes   Olá, pessoal! Passeando pelo 4º Encontro Estudantil, encontrei um espaço dedicado ao projeto que luta contra o analfabetismo em nosso estado, o Memorial do TOPA: A Arte de Lembrar. O TOPA (Todos pela Alfabetização) existe desde 2007 e já contribuiu com mais de um milhão de jovens, adultos e idosos a aprenderem a ler e escrever. No Memorial, podemos encontrar material didático utilizado pelos alfabetizadores, fotos, trabalhos escolares e artesanato feito pelos estudantes, além de outros itens que ajudam a contar a história do TOPA. Branca Queiroz, assessora da Superintendência, informou que o projeto está presente em todos os municípios baianos, funcionando em salas de aulas de Unidades Escolares ou em espaços cedidos por outras instituições[…]

Juventude e Mundo do Trabalho – 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual

Estudante-repórter: Tayline Alves E aí, pessoal! Nesta reportagem, conhecemos alguns detalhes das Mesas de Interesse Juventude e Mundo do Trabalho. Temas contemporâneos e a  inserção do jovem no mercado de trabalho foram alguns assuntos abordados. Confiram o vídeo:                     Tayline Alves tem 17 anos, é estudante do Colégio Estadual Polivalente do Cabula, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil

Nossos Colaboradores