Homenagem

Rede Anísio Teixeira é vencedora em duas categorias do Prêmio ARede Educa 2016

Rede Anísio Teixeira é vencedora em duas categorias do Prêmio ARede Educa 2016

Olá, pessoal! É com grande felicidade que nós, Educadores e Educadoras da Rede Anísio Teixeira, compartilhamos com vocês essa importante conquista. O nosso Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual da Bahia (Rede Anísio Teixeira) foi vencedor em duas categorias do Prêmio ARede Educa 2016. Fomos premiados, em 2º lugar, na categoria “Mídias Sociais”, com o Blog do Professor Web e da Professora Online; e também em 2º lugar, com o Ambiente Educacional Web, na categoria “Plataformas Educacionais”. Além disso, fomos um dos finalistas do Prêmio Especial REA. Todos os vencedores do Prêmio integram o 8º Anuário ARede 2016-2017. Esse é um importante reconhecimento ao trabalho que estamos realizando na Rede Pública de Educação do nosso[…]

Um Ser de Luz…

Num universo com turbilhões de informações e acontecimentos se torna cada vez mais desafiador ser estudante, ao tempo em que se torna mais e mais necessária a compreensão do mundo em que vivemos através do conhecimento construído no espaço escolar. O aluno,  (do latim alumnus, alumnié) ou discente é o indivíduo que recebe formação e instrução de um ou vários professores ou mestres para adquirir ou ampliar seus conhecimentos. No entanto, se estamos querendo dizer de alguém capaz de guiar seus passos para sua construção pessoal (quiçá profissional) podemos chamar este ser de Estudante. Ele é, sim, um ser de luz, pois, através dele, fatos e coisas são elucidados pela sua curiosidade e vontade de desbravar outros mundos. Como chamar   esse ser de pessoa sem luz? Como disse Paulo Freire[…]

Educação não é privilégio! É direito!

Educação não é privilégio! É direito!

Há algumas instituições que levam o nome de um grande filósofo e educador baiano nascido em 1900. Na sua cidade natal, Caetité é feriado dia 12 de julho. Vou te dar umas dicas pra ver se você acerta quem ele é! O contexto histórico e os momentos mais significativos da trajetória dele em prol da educação brasileira ocorreram entre os anos de 1924 e 1964. Foi um período de profundas  transformações sociais, na ciência, na economia, na política, na educação, na moral e nos costumes. Ocorreram grandes mudanças, gerando inquietações e luta pela emancipação econômica e cultural do país. Buscavam-se as raízes da identidade e cultura brasileiras, “manifestadas através de todo um conjunto de esforços empreendidos para a superação dos problemas econômicos,[…]

Oxe! Forró é For all?

Fig. 1: Ilustração feita por Josymar Alves Oxente! É São João! Vou aquecer essa indagação no calor de uma fogueira, ao som da zabumba do Rei do Baião! Aliás, assim ele já cantava a composição de José Batista e Antônio Barros: “ Reinado, coroa Tudo isso o baião me deu Estrelas de ouro No meu chapéu Roupa de couro e gibão Como um milagre caído do céu…” Fig.2 Selo produzido pelos Correios em homanagem a Luiz Gonzaga no ano de 2012 Mas, a propósito! De onde vem a expressão for all? Bem… muitos tentam explicá-la, até mesmo Geraldo Azevedo em sua canção “For All Para Todos”, mas a verdade é que, segundo a pseudoetimologia a palavra forró resultaria da expressão[…]

Parabéns, Salvador!

Fig.1:Josymar Alves Tudo começou quando Tomé de Souza aqui chegou e no Porto da Barra desembarcou Rei de Portugal governador-geral o nomeou e do espaço geográfico se apossou Que beleza! Aqui a fez “cidade-fortaleza” Muitos índios, portugueses encontraram e, durante séculos marcam presença, são os Tupinambás de Olivença símbolo de luta e resistência Eis Salvador, construída com muito labor Ótima localização, a exportação impulsionou os escravos que aqui aportaram muito cultivaram do açúcar, fumo, algodão, criação de gado o Recôncavo era a região Boa não era a situação, pois havia exploração Poeta baiano quis acabar com a escravidão morreu com pouca idade mas com muita sensibilidade a essa gente falou Castro Alves, “Poeta dos Escravos”, alguém o nomeou Oh, Salvador,[…]

Radiola PW: a Mulher Pode Ser, Fazer e Acontecer

Radiola PW:  a Mulher Pode Ser, Fazer e Acontecer

Hoje, 8 de março, é o Dia Internacional da Mulher. Uma data simbólica, mas que não deve ser o único mote para reflexões acerca da presença da mulher na nossa sociedade. Atualmente, discussões voltadas para o empoderamento feminino e contra o machismo são feitas em todos os lugares, principalmente na internet, através de suas redes sociais. O debate é acirrado. Alguns depoimentos são repletos de equívocos e de radicalismos; outros, bastante pertinentes e enriquecedores. Contudo, o fato de as pessoas estarem refletindo sobre a questão, já é um ponto positivo diante do histórico ignorante, descabido e manipulador de subjugação feminina. Em 1982, no disco Caminhos do Coração, o cantor e compositor Gonzaguinha deu um recado contra essa ideia e mostrou[…]

2016 – Sonhos, colaboração e muito aprendizado!

Olá, pessoal! Queremos compartilhar com vocês a alegria de termos passado todo ano trocando informações e somando conhecimentos. Desejamos que todos/as continuem interagindo em nossas mídias, que essas despertem e agucem criticamente, cada dia mais, a curiosidade inerente a cada um/a, pois acreditamos que um mundo de possibilidades se revela para aqueles/as que buscam, no direito de aprender, a base para transformação do meio em que estão inseridos/as e evolução pessoal. Colocamo-nos à disposição e temos plena certeza de que é por meio de nossa interação que nascem os sonhos e ideias. Com o esforço mútuo conseguimos construir, inovar e vencer todos os impedimentos. “Sonho que se sonha junto é realidade.” (Raul Seixas) Excelente 2016, comunidade escolar!

20 de Novembro: "Eu sou negão/Eu sou negão/Meu coração/É a liberdade!"

“Ter o 20 de novembro como data oficial é uma forma de luta já em nível nacional, daqueles que, com amargura, sofrem em bela pele escura discriminação racial. […] Que as várias etnias convivam em fraternidade, a beleza do país está na diversidade; convivamos como iguais, mas que o negro jamais perca a sua identidade”. Oi,  pessoal! Somos todos da mesma espécie! Somos todos iguais! Somos todos negros! Fonte: www.rizomas.net/ Vou falar do legado histórico de uma pessoa que nasceu na mesma cidade em que eu nasci. Foi em União dos Palmares, cidade localizada no interior de Alagoas, sinônimo de “União, Luta, Liberdade, Resistência e Enfretamento” devido a Zumbi dos Palmares, o mais legítimo guerreiro de resistência negra que nasceu[…]

AFRObetizando: abadá ou abatá?

Imagem: http://outraspalavras.net Axé, mano! Hã? Calma, xará! Falta pouco! Carnaval está chegando! A propósito, já comprou seu abadá? Nem só de português vive o português! Se você é tagarela, então vamos bater um papo! Você sabia que, muito do que falamos tem sua origem em línguas africanas e falamos “africanglês”? Talvez, nem precise andar com um dicionário na mochila! Pra ninguém mangar de você e achar que você é um babaca, é melhor se informar! E se alguém te chamar de dengoso, ligue não! Só não dê uma de nenê! Você não precisa mais de nenhuma babá. Também não vale xingar, ficar ranzinza ou se encher de cachaça! Anda meio borocoxô? Está com calundu porque não achou ainda um xodó?[…]

Amanhã é dia de branco?

Era uma vez… Veja o que ele fez. Ou melhor, o que ainda faz! Inicio aqui minha provocação: será que não vivemos o apartheid social no nosso estado, no nosso país? Para começo de conversa, o apartheid é uma palavra oriunda do africânder apartheid, que significa “separação” em africano. Apartheid foi um regime segregacionista e separatista da África do Sul, que deixou marcas ao longo da história. Ele negava, rigorosamente, os direitos sociais, econômicos e políticos dos negros, que eram controlados por uma minoria branca de europeus ( holandeses e ingleses). O regime vigorou até 1994. Um dos principais ícones na luta contra o apartheid foi Nelson Mandela. No Brasil, muito se lutou e se luta pelos direitos e oportunidades[…]

Nossos Colaboradores