História e Cultura Africana

Cine PW – “Amistad” e “Besouro”

Salve, turma! O PW convida a tod@s a assistirem duas belas obras sobre a escravidão, “Amistad” e “Besouro”. “Amistad”   [youtube=http://youtu.be/KP0hwVVUTac] A história remonta ao ano de 1839 e é baseada em factos verídicos que ocorreram a bordo do navio La Amistad. O filme relata a luta de um grupo de escravos africanos em território americano, desde a sua revolta até seu julgamento e libertação. Através desta trama de forte conteúdo emocional, é possível conhecer as condições de captura e transporte de escravos africanos para os trabalhos na América do Norte, a máquina jurídica americana de meados do século XIX e o germe das primeiras medidas para a abolição da escravatura naquele território. “Besouro”  [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=btOzK8NrOGA] Bahia, década de 20. No[…]

Negros precisam se esforçar mais para chegar à classe média

Pesquisa da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), que aponta população negra como maioria na classe média, foi debatida na SEPPIR em mais um encontro da série Rodas de Conversa “O negro precisa ter maior escolaridade e trabalhar mais horas que o não negro  para sair da classe baixa e conseguir chegar à classe média”, afirmou o subsecretário da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE/PR), Ricardo Paes de Barros, com base no Projeto Vozes da Classe Média. O estudo, realizado pela SAE/PR, foi tema de mais uma edição da série Rodas de Conversa, promovida pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), na última quinta-feira (26). A secretária adjunta de Avaliação e Gestão da Informação do[…]

“Siré Obá – A Festa do Rei” se apresentará gratuitamente em 8 cidades do interior baiano

As sessões acontecem de 3 a 25 de novembro, aos sábados e domingos, nos terreiros de candomblé de cada município foto: Jô Stella | Divulgação Após levar o espetáculo “Siré Obá – A Festa do Rei” a diversas Comunidades de Santo de Salvador e apresentar-se em vários palcos, mostras e festivais, o NATA – Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas, faz temporada gratuita em terreiros de candomblé de 8 cidades no interior da Bahia, durante o mês de novembro. As apresentações, que passam pelas cidades de Catu, Feira de Santana, Alagoinhas, Dias D´Avila, Inhambupe, Santo Amaro, Simões Filho e Cachoeira, acontecem aos sábados e domingos, sempre às 16h, de 3 a 25 de novembro. O NATA inspira-se nos orikis (poesia em exaltação aos[…]

“Vida longa, com SAÚDE e sem racismo!” Mobilização Nacional Pró-Saúde da População Negra 2012

Com novo lema, ação busca estimular a sociedade ao enfrentamento do racismo e a discriminação, de modo a garantir que crianças, jovens, adultos (as) e idosos (as) tenham o acesso adequado aos serviços de saúde Com intuito de garantir a efetivação dos direitos à saúde da população negra brasileira, sobretudo o direito humano à saúde, são intensificadas entre os meses de outubro e novembro, em todas as regiões do Brasil, atividades que fazem parte da Mobilização Nacional Pró-Saúde da População Negra 2012. Com o lema “Vida longa, com SAÚDE e sem racismo!” a ação, liderada pela Rede Nacional de Controle Social e Saúde da População Negra, em parceria com a Articulação de Mulheres Negras Brasileiras – AMNB, Rede Nacional de Religiões[…]

Novembro Negro – Depois dos navios negreiros, “outras correntezas”

Olá, pessoal! Tudo bem?   Estamos dando início ao Mês da Consciência Negra, em que se comemora algumas conquistas e busca-se outras vitórias. Esse é um momento oportuno para refletirmos acerca dos desdobramentos nas esferas política, social e cultural nos quais negros e negras estão inseridos. Foram muitos os desafios enfrentados pelos afrodescendentes desde o “fim do tráfico negreiro” e a abolição da escravatura. Apesar de toda contribuição na formação e no homologaolvimento do país, por muito tempo eles(as) estiveram esquecidos(as), desassistidos(as) socialmente, tendo que travar muitas batalhas para que seus direitos fossem reconhecidos. Hoje, é impossível negar a marcante influência da cultura africana no nosso cotidiano, da arte a culinária, passando pela ciência, religião, música, literatura, dentre outras, ela[…]

Prêmio Palmares estimula produção científica sobre a Cultura Afro-Brasileira

Estão abertas até 1º de novembro as inscrições para o II Concurso Nacional de Pesquisa sobre Cultura Afro-Brasileira – Prêmio Palmares 2012. O concurso é de competência do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra e tem o objetivo de estimular a produção científica e dar visibilidade aos trabalhos acadêmicos sobre a Cultura Afro-Brasileira. Serão considerados como Pesquisa sobre Cultura Afro-Brasileira os trabalhos que apresentem aspectos da tradição histórica, social, cultural, geográfica ou jurídica da população afrodescendente no Brasil (incluindo comunidades remanescentes de quilombos e comunidades religiosas de matriz africana), bem como sobre afro-brasileiro, compreendendo: saberes (conhecimentos e modos de fazer); celebrações (rituais e festas tradicionais); formas de expressão (manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas); lugares (espaços[…]

Dia Internacional Nelson Mandela

Fala, pessoal! Hoje vamos homenagear um dos maiores representantes da luta contra o regime de segregação racial da história. Estamos falando de Nelson Mandela, ícone mundial que completou mais um aniversário. De líder rebelde a presidente da África do Sul, ele dedicou a vida em defesa da igualdade entre negros(as) e brancos(as) no seu país. Como advogado, defendia o direito dos povos de diferentes etnias africanas que eram subjugadas pelas elites segregacionistas europeias, exploradoras das riquezas naturais africanas. Sua vida foi marcada por processos históricos determinantes para o futuro dos(as) sul-africanos(as). Em meados do século XX a segregação foi institucionalizada na África do Sul, dando origem ao regime do apartheid. A lei era usada para garantir a separação entre as pessoas[…]

Parque Memorial Quilombo dos Palmares – Passeio Virtual

Olá, pessoal! Tudo em paz? Conhecer a nossa história é sempre uma aventura, não é verdade? Pois é! Só através dela podemos de fato construir a nossa identidade para sermos atuantes na sociedade. Trazermos à memória os momentos bons, ruins ou que marcaram a nossa trajetória, é imprescindível para o nosso amadurecimento e concepção de tudo que nos rodeia. Desta forma, hoje queremos convidá-los para um passeio virtual na história de lutas, cultura e contribuições do negro no Brasil, através do site “Parque Memorial Quilombo dos Palmares”, mantido pela Fundação Palmares. “Primeiro equipamento do gênero no País, o Parque Memorial Quilombo dos Palmares reconstitui o cenário de uma das mais importantes histórias de resistência à escravidão ocorridas no mundo: a[…]

Cine PW – Abdias, Raça e Luta

Olá, pessoal! Hoje o Cine PW é mais que especial! Lançado pela TV Senado, no dia em que celebramos a abolição da escravatura (13 de maio), está disponível o documentário “Abdias, Raça e Luta” no hotsite homônimo, que nos presenteia com um excelente relato da vida, obras e depoimentos sobre um dos precursores do movimento negro no Brasil, ativista politico, poeta, artista plástico, escritor e ator, Abdias do Nascimento. Sua trajetória marcou toda uma geração que lutou pelos direitos de igualdade para a população afrodescendente no país. Há um ano, Abdias nos deixou, mas os seus ideais estão abrigados nos corações de todos aqueles que têm vontade de viver e coragem de lutar por um país livre e de igualdade[…]

O PERIGO DA HISTÓRIA ÚNICA

Fala, turma esperta! Como vocês já devem ter desconfiado a cultura e a história de um povo não são apenas uma, mas muitas e diferentes culturas e histórias que, “juntas e misturadas”, compõem o rico e colorido quadro que é uma nação! Porém para que possamos reconhecer e valorizar todos os aspectos que contribuem para a formação da nossa história é preciso que estejamos sempre atentos às “outras histórias”, àquelas nem sempre ditas ou escritas, pois somente conhecendo o nosso passado poderemos construir um futuro mais justo, onde as diferenças não sejam mais motivo de guerra ou dominação, mas sim de paz e contentamento pelo reconhecimento de que a diferença do “outro” em relação a nós é o que nos[…]

Nossos Colaboradores