História e Cultura Africana

III Encontro Dançando Nossas Matrizes: um diálogo entre as Danças Afro-Brasileiras

DATA: 13 e 14 de novembro HORÁRIO: 08hs às 21hs LOCAL: Sala Principal – Espaço Xisto Bahia VALOR: Gratuito QUEM: Grupo de Artistas e Professores da dança de Matrizes Africanas na Bahia SOBRE: Com o objetivo de propiciar novos pensamentos em torno desta área de conhecimento que compõe o complexo universo da dança no Brasil, mais especificamente na Bahia, o projeto III Encontro Dançando Nossas Matrizes: um diálogo entre as Danças Afro-brasileiras tem como objetivo principal fomentar discussões entorno das questões que envolvem as práticas das Danças Afros na Bahia, além de compreender e divulgar a teoria e a dinâmica destas Danças, suas dimensões e características culturais, filosóficas, mitológicas, religiosas, metodológicas e suas produções. Fonte: http://espacoxisto.wordpress.com/2012/11/06/iii-encontro-dancando-nossas-matrizes-um-dialogo-entre-as-dancas-afro-brasileiras/

Brasil tem 1,17 milhão de quilombolas

Em audiência na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), a ministra da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial (Sepir), Luiza Bairros, informou que o Brasil tem hoje uma população estimada de 1,17 milhão de . A maior parte vivendo no Nordeste. Ainda segundo a ministra, existem 1.948 comunidades remanescentes dos quilombos reconhecidas, sendo que 1.834 delas já foram certificadas pela Fundação Palmares, instituição vinculada ao Ministério da Cultura, cuja finalidade é preservar a cultura afro-brasileira. Luiza Bairros apresentou um panorama das políticas públicas para o segmento contidas no Programa Brasil Quilombola, criado em 2004 pelo governo federal. O programa tem como principais objetivos promover o acesso à terra, a construção de moradias e eletrificação; a recuperação ambiental,[…]

FESTIVAL A CENA TÁ PRETA

Festival internacional A Cena Tá Preta reúne teatro, música, cinema, dança, exposição e manifestações populares, de 09 a 18 de novembro, em Salvador. A quarta edição do A Cena Tá Preta, festival internacional de arte negra que integra teatro, dança, música, cinema, exposição e manifestação popular, acontece de 09 a 18 de novembro, em Salvador, no Teatro Vila Velha, com entrada franca. O encontro inclui mostra artística e ações de caráter formativo (oficinas) e reflexivas (seminário com conferência e mesas-redondas), reunindo produções de cinco estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais e Bahia), Moçambique, Guiné, Burkina Faso, Togo e França. Além da programação artística, o festival conta com participação de pesquisadores do Brasil, Congo, Cuba e[…]

Secretaria Municipal da Reparação – SEMUR

Êa, turma esperta! Estamos no Mês da Consciência Negra, dedicado às reflexões e práticas voltadas para a afirmação da importância das contribuições dos povos negro-africanos e afrodescendentes na formação do nosso país. Como sabemos, a construção e o fortalecimento de políticas públicas que garantam o cumprimento de demandas e anseios históricos de setores tão injustiçados da nossa sociedade, a exemplo da população de pele escura, são essenciais para o sucesso da causa. Por isso hoje queremos convidá-los(as) a conhecer um pouco mais de uma dessas instituições que se propõem a cumprir este papel na cidade de Salvador: a Secretaria Municipal da Reparação – SEMUR. Clicando aqui é possível acessar o site do órgão e ficar por dentro dos programas, projetos[…]

Novembro Negro – Transformando a opressão em poesia!

Olá, pessoal! Tudo bem? Vocês gostam de literatura? A literatura, mais que o ato de escrever ou mesmo um conjunto de texto, é, para além disso, uma forma de retratar a história de povos, sociedades, enfim, contar de maneira ilustrada casos, vivências, hábitos e costumes de certos lugares, que tornam-se conhecidos através de livros e narrativas, que em meio as ficções trazem também fatos reais. No Brasil, por muito tempo se ouviu histórias que falavam de heróis e heroínas contando as façanhas de parte da sociedade, em detrimento de uma maioria que não se fazia referência, e quando isso acontecia era cercado de preconceito e visões estereotipadas. Não é comum encontrar nos livros de literatura a representação da cultura africana[…]

Mapeamento dos Espaços de Religiões de Matrizes Africanas do Recôncavo e Baixo Sul

O lançamento das publicações Mapeamento dos Espaços de Religiões de Matrizes Africanas do Recôncavo e Baixo Sul acontece no próximo dia 9 de novembro de 2012, às 19h, no Forte do Santo Antônio, em Salvador. O projeto homologaolvido pela Sepromi, concluído em 2012, mapeou 536 espaços de religiões de matrizes africanas em 33 municípios do Recôncavo e do Baixo Sul. Fonte: Ascom SEPROMI Fonte: http://www.ceafro.ufba.br/web/index.php/noticias/exibir/170

Cine PW – “Amistad” e “Besouro”

Salve, turma! O PW convida a tod@s a assistirem duas belas obras sobre a escravidão, “Amistad” e “Besouro”. “Amistad”   [youtube=http://youtu.be/KP0hwVVUTac] A história remonta ao ano de 1839 e é baseada em factos verídicos que ocorreram a bordo do navio La Amistad. O filme relata a luta de um grupo de escravos africanos em território americano, desde a sua revolta até seu julgamento e libertação. Através desta trama de forte conteúdo emocional, é possível conhecer as condições de captura e transporte de escravos africanos para os trabalhos na América do Norte, a máquina jurídica americana de meados do século XIX e o germe das primeiras medidas para a abolição da escravatura naquele território. “Besouro”  [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=btOzK8NrOGA] Bahia, década de 20. No[…]

Cine PW – "Amistad" e "Besouro"

Salve, turma! O PW convida a tod@s a assistirem duas belas obras sobre a escravidão, “Amistad” e “Besouro”. “Amistad”   [youtube=http://youtu.be/KP0hwVVUTac] A história remonta ao ano de 1839 e é baseada em factos verídicos que ocorreram a bordo do navio La Amistad. O filme relata a luta de um grupo de escravos africanos em território americano, desde a sua revolta até seu julgamento e libertação. Através desta trama de forte conteúdo emocional, é possível conhecer as condições de captura e transporte de escravos africanos para os trabalhos na América do Norte, a máquina jurídica americana de meados do século XIX e o germe das primeiras medidas para a abolição da escravatura naquele território. “Besouro”  [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=btOzK8NrOGA] Bahia, década de 20. No[…]

Negros precisam se esforçar mais para chegar à classe média

Pesquisa da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), que aponta população negra como maioria na classe média, foi debatida na SEPPIR em mais um encontro da série Rodas de Conversa “O negro precisa ter maior escolaridade e trabalhar mais horas que o não negro  para sair da classe baixa e conseguir chegar à classe média”, afirmou o subsecretário da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE/PR), Ricardo Paes de Barros, com base no Projeto Vozes da Classe Média. O estudo, realizado pela SAE/PR, foi tema de mais uma edição da série Rodas de Conversa, promovida pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), na última quinta-feira (26). A secretária adjunta de Avaliação e Gestão da Informação do[…]

“Siré Obá – A Festa do Rei” se apresentará gratuitamente em 8 cidades do interior baiano

As sessões acontecem de 3 a 25 de novembro, aos sábados e domingos, nos terreiros de candomblé de cada município foto: Jô Stella | Divulgação Após levar o espetáculo “Siré Obá – A Festa do Rei” a diversas Comunidades de Santo de Salvador e apresentar-se em vários palcos, mostras e festivais, o NATA – Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas, faz temporada gratuita em terreiros de candomblé de 8 cidades no interior da Bahia, durante o mês de novembro. As apresentações, que passam pelas cidades de Catu, Feira de Santana, Alagoinhas, Dias D´Avila, Inhambupe, Santo Amaro, Simões Filho e Cachoeira, acontecem aos sábados e domingos, sempre às 16h, de 3 a 25 de novembro. O NATA inspira-se nos orikis (poesia em exaltação aos[…]

Nossos Colaboradores