Geografia

Viva São João!

Viva São João!

    Olá, turma!   Quando pensamos no mês de junho, lembramos festas, alegrias, comidas típicas e forró, não é mesmo? Isso porque é nessa época que acontecem as festas juninas. Segundo historiadores, essas festividades dizem respeito às comemorações, principalmente religiosas, que ocorriam, e ainda ocorrem, no mês de junho, homenageando três santos católicos: Santo Antônio, São João, São Pedro. Existe também uma versão que afirma que os países católicos da Europa homenageavam apenas São João, por isso chamavam de festa joanina. O certo é que os portugueses trouxeram essas festividades para o Brasil, ainda no período colonial, contando também com influências culturais de chineses, espanhóis e franceses. A dança marcada francesa, presente nos bailes nobres, influenciou as nossas típicas[…]

Belo ou trágico?

Belo ou trágico?

Fala, comunidade! Água, do latim aqua, substância líquida e incolor, insípida e inodora, essencial para a vida da maior parte dos organismos vivos, cobre 70% da superfície terrestre, sob a forma de mares, lagos e rios. Mas será que sabemos administrá-la racionalmente de forma sustentável? Será que se faz necessária a devastação ambiental, a degradação econômica e social dos povos tradicionais e suas matrizes culturais, para o pleno desenvolvimento do Brasil? O papo de hoje é sobre a importância da água e suas políticas de sustentabilidades econômica, social e ambiental no Brasil. Segundo o Ministério do Meio Ambiente brasileiro, a matriz energética do país é considerada a matriz mais “limpa” e renovável do mundo, sendo que 45,3% é de matriz[…]

Salvador: da ocupação dos espaços à urgência de ocuparmos espaço

Salvador: da ocupação dos espaços à urgência de ocuparmos espaço

Fala, comunidade! Hoje, Salvador completa mais um aninho, são 469 anos de luta. Os desafios são enormes, principalmente no que se refere ao uso e ocupação de seu espaço geográfico (cartografia). Afinal de contas, existe uma cidade única ou uma cidade partida? Existe, na cidade do Salvador, espaços compartilhados, em que as estruturas de comércio e lazer são pensadas para usos comuns dos seus munícipes ou é possível pensarmos nesses espaços como áreas de exclusão? Depende. Devemos analisar, sobretudo, as estruturas que envolvem (historicamente) as relações sociais e econômicas nesses espaços, a mobilidade urbana em consonância a estas relações, a geografia urbana como metodologia de gestão pública, como epicentro dos fluxos e dinâmicas desta rede espacial. Nesse sentido é possível[…]

Globalização ou Globalitarismo?

Globalização ou Globalitarismo?

Olá, galerinha! Continuamos com nossa série Mutirão para o ENEM. Hoje, vamos falar sobre um tema muito rico para a Geografia, mas muito complexo para o entendimento dos seus processos. Primeiro, devemos entender como se deu o processo de Globalização e internacionalização do capital no mundo. O início desse processo data do final do século XV, principalmente com fluxos advindos do continente Europeu, mais intensamente pelos países ibéricos, França e Inglaterra, avançando pelas terras dos continentes americano, africano e asiático. As grandes navegações foi um processo de intensificação dos processos de globalização econômica no mundo na Era Moderna. Mas que Globalização é essa? Existe mais de um processo de globalização no mundo? A  Globalização pode ser entendida em duas perspectivas analíticas: a[…]

Fique ligado!

  Olá, pessoal! Preparado? É positivamente válido revelar experiências exitosas no cenário educacional, notadamente, quando elas vêm de sujeitos que valorizam e lutam por uma educação cada vez melhor. O quadro “Faça Acontecer” que integra o Programa Intervalo da TV Anísio Teixeira (TVAT)/ Rede Anísio Teixeira  trata-se de um documentário em que, educandos da rede estadual de ensino, participam de atividades, seleções ou premiações incentivadas pela Secretaria Estadual de Educação e Cultura / SEC. Atavés dos projetos que estimulam o pensar educativo, científico, cultural e tecnológico orientados pela Lei de Diretrizes e Bases (Lei 9394 de 20 de dezembro de 1996) como: Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Artes Visuais Estudantis (AVE),Projeto Tempos de Arte Literária (TAL),Produções Visuais Estudantis (PROVE), Feiras[…]

Febre Amarela

Febre Amarela

Olá pessoal! Como vão vocês? Hoje abordaremos um assunto de suma importância! Uma epidemia de febre amarela doença provocada por um vírus que começa a se espalhar pelo país. E já chegou aqui, pertinho de nós. Este fato tem  deixado  os órgãos de saúde em alerta máximo, pois é uma doença infecciosa aguda de curta duração e transmitida pela picada dos mosquitos infectados não ocorrendo,portanto,   a transmissão direta de pessoa para  pessoa.Importante saber que a  vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença. O vírus apresenta dois ciclos distintos  epidemiológicos  de transmissão : ciclo silvestre (espaço rural) e  e ciclo urbano, como podem ser claramente visualizados na imagem.(Fig.01) No ciclo silvestre da febre amarela, os primatas não[…]

A Força das Marias

A Força das Marias

    “Maria, Maria  É o som, é a cor, é o suor É a dose mais forte e lenta De uma gente que ri Quando deve chorar E não vive, apenas aguenta”   Nesse trecho da música Maria, Maria, Milton Nascimento traz um pouco da complexidade do universo feminino. Sabemos que o dia 8 de março é dedicado à reafirmação da luta pela igualdade de gênero. Mas por que 8 de março? A escolha dessa data é atribuída ao fato ocorrido em 1857. Em meio a tantas outras reivindicações das mulheres, em especial nos Estados Unidos e na Europa, por melhores condições de trabalho, direitos sociais e políticos, entre a segunda metade do século XIX e parte do XX,[…]

GREENpense

GREENpense

  Hi there! “We will move ahead!” Essa foi a frase que ambientalistas de vários países apresentaram com o término da COP 22. Do inglês Conference of the Parties, (Conferência das Partes – COP22) corresponde a 22ª Conferência da ONU sobre o Clima, em Marraquexe, no Marrocos, ocorrida em novembro com 196 países, inclusive, o Brasil. A presença de líderes mundiais definiram particularidades do regulamento que regerá o Acordo de Paris, que definirá as diretrizes universais para seguir em frente no combate ao aquecimento global. Fig.1 Luciano Albuquerque. Frase exposta por ambientalistas na COP 22 “Nós seguiremos adiante.” O Brasil também promove ações e políticas voltadas às questões ambientais. Da árvore que o nomeou, foi inaugurado o Parque Nacional do[…]

Nossos Colaboradores