Filosofia

[Censurado] O papel da imprensa no Brasil – O Pasquim

Olá, pessoal! Existiu um período na história do Brasil, que os(as) filhos(as) deste solo, viveram apreensivos(as), com os rumos políticos e sociais que abruptamente estavam sendo submetidos(as) – estamos falando da Ditadura ou Regime Militar, instituída em abril de 1964, prosseguindo até 1985. Vozes e vontades foram aprisionadas pelo medo da repressão física, moral e intelectual. O pensar e o agir eram permeados pela restrição da liberdade, onde até mesmo situações em que duas pessoas conversando na rua poderia representar perigo ou conspiração contra o governo vigente e essas em muitos casos sofreram violentas punições e, algumas, jamais retornaram aos seus lares. Nesse contexto, o processo democrático foi sumariamente negligenciado, assim como a comunicação crítica, a literatura, a música ou[…]

Por uma participação mais ativa!

Olá, amig@s! As privações ocorridas durante o processo de lutas enfrentados nos sistemas econômicos, políticos, sociais e culturais, bem como a exclusão daqueles que não tinham participação ativa e voz na sociedade foram marcantes durante séculos. São visíveis as conquistas decorrentes da árdua luta organizada por esses membros, que no decorrer do processo histórico tiveram reconhecimento do seu espaço na sociedade. Os esforços diante dos impedimentos dos direitos violados mostra que é preciso definir quais são os direitos e deveres desses indivíduos. É possível usar como referência o texto da Organização das Nações Unidas, que estabelece no artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos do Homem que“Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos.[…]

Cine Pw: O Último Rei da Escócia

Salve, salve turma! O Cine PW indica hoje o filme “O Ultimo Rei da Escócia”. Na sua abordagem, a produção levanta questões como regimes ditatoriais e consequências do imperialismo europeu na África. O filme dirigido por Kevin Macdonald retrata a realidade de Uganda na década de 70, um país pobre nas mãos do ditador Idi Amin, que governou entre 1971 e 1979. Diferentemente de outros dois filmes famosos sobre a África, Hotel Ruanda (2004) e Diamante de sangue (2006), O último rei da Escócia é mais brando quando o objetivo é denunciar as atrocidades. Mas isso não impede de perceber o quanto a sociedade Ugandense sofreu nesse período e ficou exposta aos quesitos, muitas vezes pessoais, do presidente. [youtube http://www.youtube.com/watch?v=2VtSLDKPNPs][…]

Dia Mundial do Trabalho

Olá, pessoal! O Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889, por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu em 1º de maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época. Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho desumanas a que eram submetidos e exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos entre os operários e a polícia. Diante das lutas, mortes, injustiças históricas, perseguições e expropriações da[…]

Cine PW: Histórias Cruzadas

Salve, salve turma! O fim da escravidão não determinou o fim da relações escravistas, pois até meados dos anos 60 a comunidade afro-descendente estadunidense lutava por direitos civis e o fim do regime apartheid, essas reivindicações somavam-se com as lutas feministas. Nesse contexto, o Cine PW desta semana traz o filme The Help (Histórias Cruzadas). Baseado no livro romance homônimo de Kathryn Stockett  o filme retrata a história de Eugenia “Skeeter” Phelan, Aibileen Clark e Minny Jackson que decidiram escrevê-lo a fim de mostrar uma das fases mais cruéis que já foram submetidas empregadas negras, tais como o racismo e exploração sofridos. [youtube https://www.youtube.com/watch?v=Q7XOj3wHxl8] Além das questões de gênero e raciais, o filme discute as relações de trabalho d@s empregad@s doméstic@s. Assunto de grande relevância, sobretudo[…]

Parabéns Salvador!!

A primeira capital do país expõe no seu contexto histórico influências africanas que são marcantes nos seus aspectos culturais. Reconhecida popularmente pela sua beleza e conjuntos arquitetônico tais como o Pelourinho, Elevador Lacerda e Farol da Barra e festas populares como a Lavagem do Senhor do Bonfim e o carnaval, mas especialmente pela importância para a emancipação política e pelas suas lutas sociais. Confiram a postagem em homenagem a Salvador, feita pela equipe do Professor Web. Clique aqui. Abraços!!

Café Filosófico – CPFL Cultura: A criança em seu mundo

Salve, salve, turma! O Brasil conta atualmente com mais de 190 milhões de habitantes de acordo com o Censo Demográfico de 2010. Segundo o IBGE (PNAD 2001), estima-se que 89 % dos lares brasileiros possuem televisão, enquanto 85% possuem geladeira, demostrando a importância que as famílias brasileiras atribuem a TV. Em um país marcado pelas desigualdades econômicas e sociais, analfabetismo e um sistema de educação carente, a maioria dos jovens, crianças e famílias tem a televisão como principal fonte de entretenimento, informação e educação. “De acordo com os dados do Ibope de 2003, as crianças ficam em média 4 horas diárias assistindo TV”¹ e antes de iniciar sua vida escolar essas crianças terão assistido cerca de 5 à 6 mil[…]

Cine PW: "Crianças Invisíveis"

Salve, turma! “Crianças invisíveis” é um filme composto por sete curta-metragens, filmados nos países da África (Mehdi Charef), Servia Montenegro (Emir Kusturica), Estados Unidos (Spike Lee), Brasil (Kátia Lund), Inglaterra (Ridley Scott), Itália (Stefano Veranuso) e China (Jonh Woo). De modo geral o filme descortina um mundo de negligência de cuidados, maus-tratos, violência psicológica e familiar, tráfico e uso de drogas, exploração de trabalho infantil e conflitos étnicos, políticos e econômicos, onde as crianças e adolescentes estão imersos. Diante desse cenário nos perguntamos: O que fazemos enquanto família, educadores(as), escola, políticos(as) e cidadãos(ãs) para mudar essa trágica realidade que aponta para futuros incertos?   [youtube http://www.youtube.com/watch?v=trGs9Jmeom0] Fonte: Crianças Invisíveis: Um filme sobre a violência em suas múltiplas formas.  

Cine PW: “Crianças Invisíveis”

Salve, turma! “Crianças invisíveis” é um filme composto por sete curta-metragens, filmados nos países da África (Mehdi Charef), Servia Montenegro (Emir Kusturica), Estados Unidos (Spike Lee), Brasil (Kátia Lund), Inglaterra (Ridley Scott), Itália (Stefano Veranuso) e China (Jonh Woo). De modo geral o filme descortina um mundo de negligência de cuidados, maus-tratos, violência psicológica e familiar, tráfico e uso de drogas, exploração de trabalho infantil e conflitos étnicos, políticos e econômicos, onde as crianças e adolescentes estão imersos. Diante desse cenário nos perguntamos: O que fazemos enquanto família, educadores(as), escola, políticos(as) e cidadãos(ãs) para mudar essa trágica realidade que aponta para futuros incertos?   [youtube http://www.youtube.com/watch?v=trGs9Jmeom0] Fonte: Crianças Invisíveis: Um filme sobre a violência em suas múltiplas formas.  

Semana da Internet Segura – Cine PW: Mundo virtual: relações humanas, demasiado humanas.

Salve, Turma! O Cine PW discuti como a Internet transformou as relações humanas, dinamizou o acesso a informação, influenciou na relação ensino aprendizagem e alterou a compreensão do homem como agente histórico. Confiram a palestra com Marcelo Tas, Martha Gabriel, Ronaldo Lemos e Jorge Mautner sobre Mundo virtual: relações humanas, demasiado humanas.  Parte 1 Parte 2 “É inegável: nunca na história da civilização tivemos acesso a tal quantidade de informação. Junto com a avalanche de estímulos, uma igual quantidade de dúvidas, angústias e mudança na forma de nos educar, amar e fazer negócios nos atormentam. Afinal, os responsáveis por processar-transformar informação em conhecimento- continua sendo cada um de nós mesmos. Como conviver com tanto ruído? Como aprimorar a troca de saberes[…]

Nossos Colaboradores