#FicaADica

Vídeo do MEC apresenta indicadores do PROUNI para esse ano de 2015

O Ministério de Educação (MEC) apresenta vídeo apontando os indicadores do Programa Universidade Para Todos (Prouni) para esse primeiro semestre de 2015, o vídeo ainda convoca os estudantes para as inscrições que seguem até o próximo dia 29 de janeiro. Segundo o MEC para se inscrever no Prouni 1º/2015 é preciso ter participado do Enem 2014 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do Exame.Também é necessário, ainda, ter obtido nota acima de zero na redação. Maiores informações pelo site: http://siteprouni.mec.gov.br/ Não esqueçam de conferir o vídeo clicando no link abaixo. http://centraldemidia.mec.gov.br/index.php?option=com_hwdmediashare&task=get.embed&id=9696&width=580&height=375&Itemid=444

Cine PW: Samba Riachão

O documentário Samba Riachão (2001), de Jorge Alfredo, é uma obra bastante significativa para quem quer saber e entender um pouco sobre a história do samba, principalmente o da Bahia. Ao colocar o sambista Riachão como protagonista, o cineasta produziu uma narrativa em que fica evidente o quanto Clementino Rodrigues, verdadeiro nome de Riachão, se confunde com o samba. E vice-versa. O nome do documentário já evidencia isso. É como se Jorge batizasse uma vertente do samba como sendo “Riachão”, para contrapor à samba-canção, samba de roda, samba-reggae e etc. Por isso, não há vírgula no título. O “Riachão”, no caso, não é vocativo; é adjetivo. Ou seja, o nome do filme não remete a um comando para que Riachão[…]

Copenhagen

Oi, turma! Tudo bem? O poema abaixo foi escrito por Vitor Moreira, um dos colaboradores do Blog do Professor Web. Ao acompanhar as notícias acerca da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP15), realizada em Copenhague (Dinamarca), em 2009, ele se sentiu estimulado a escrever sobre o evento. O Brasil participou das discussões. No texto, Vitor considera a forma como a humanidade trata do planeta como um “erro” e uma “rebeldia”. Na sequência, enfatiza que uma sociedade pode mostrar toda a sua fúria quando o seu império é arruinado. A destruição do meio ambiente pode suscitar até guerra entre países. Ele também não deixa de fazer críticas à apropriação dos recursos naturais pelo homem, evidenciados nestes versos: “Transforma produção em[…]

Nossos Colaboradores