Artes

Cor Sobre Forma

Quantos homens e mulheres você vê nesta figura? São todos homens?  Não? São todas mulheres? E realmente importa? Bem, o que vemos são cinco figuras humanas de mãos dadas, formando uma ciranda. As linhas fortes e sinuosas nos dão a sensação de movimento. A pintura Fauvista é assim. Pinceladas fortes, cores marcantes e pouco interesse pela realidade. O gênero de cada personagem pouco importa na obra, o  pintor fauvista só demonstra a alegria  e a jovialidade das dançarinas. Essa é a obra do Pintor Frances Henri Matisse, chamada de A Dança. Desenvolvido no início do século XX, o Fauvismo é uma tendência estética da pintura. As suas principais características são o conteúdo dramático nas obras e o uso acentuado de cores[…]

Festival de Capoeira dos Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp)

Estudante-repórter: Tayline Alves Olá, galera! Neste vídeo, você vai conferir o Festival de Capoeira que faz parte dos Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp). O objetivo do Festival é divulgar, democratizar e qualificar a inserção da capoeira na Rede Estadual de Ensino.     Tayline Alves tem 17 anos, é estudante do Colégio Estadual Polivalente do Cabula, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil

JERP apresenta oficinas de caxixi e berimbau

Os Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP) deram espaço à capoeira, nessa sexta feira, 4 de dezembro. No espaço, os visitantes poderam acompanhar oficinas onde instrutores ministravam aulas de confecção de caxixi e berimbau. Um dos instruntores era Adriano Ferreira da Silva, 29 anos, conhecido na capoeira como contra mestre Ratinho. “O Festival de Capoeira é resultado das politicas públicas que vêm abraçando cada vez mais a capoeira como parte da nossa cultura”, afirmou o Adriano, revelando a sua satisfação com o evento. Adirlan Passos, 21 anos, foi um dos alunos de capoeira que participou das confecções de caxixi e berimbau. “ A capoeira é uma arte nossa, então eu acho que deveria ser implantada nas escolas, pois ajuda na[…]

Capoeira, uma riqueza cultural

Olá, galera!! A Copeira é um patrimônio histórico que se expressam, ao mesmo tempo, a dança, os golpes, a brincadeira, o toque dos instrumentos, o canto, além de ser uma luta de resistência. No 4° Encontro Estudantil, acontece a Roda de Capoeira com a participação de vários agentes culturais, ligados a essas oficinas que busca a valorização de expressões artísticas e culturais afro-brasileiras. Em entrevista com o Professor Carlos Fereira, ele nos conta o valor da capoeira na educação de crianças e adolecentes: “A capoeira como ferramenta de educação homologaolve a criatividade, alegria, ritmo, coletividade, ou seja, o espirito de partilha, por isso vejo como uma grande contribuição, não só pelo lado histórico, mas também ajuda a seguir as regras[…]

2ª Mostra do Dance – 4º Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Tayline Alves E aí, galera! Neste vídeo, você vai conferir a 2ª Mostra do Dance que consiste em 15 apresentações de dança realizadas em 744 escolas da Rede Estadual. Nesta reportagem, você vai conferir algumas destas apresentações.   Abraços!   Tayline Alves tem 17 anos, é estudante do Colégio Estadual Polivalente do Cabula, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil.

Memorial do TOPA: A Arte de Lembrar 4º Encontro Estudantil

Por: Joalva Moraes   Olá, pessoal! Passeando pelo 4º Encontro Estudantil, encontrei um espaço dedicado ao projeto que luta contra o analfabetismo em nosso estado, o Memorial do TOPA: A Arte de Lembrar. O TOPA (Todos pela Alfabetização) existe desde 2007 e já contribuiu com mais de um milhão de jovens, adultos e idosos a aprenderem a ler e escrever. No Memorial, podemos encontrar material didático utilizado pelos alfabetizadores, fotos, trabalhos escolares e artesanato feito pelos estudantes, além de outros itens que ajudam a contar a história do TOPA. Branca Queiroz, assessora da Superintendência, informou que o projeto está presente em todos os municípios baianos, funcionando em salas de aulas de Unidades Escolares ou em espaços cedidos por outras instituições[…]

A cultura e o progresso: alguns projetos da EPA

Estudante-repórter: Érica de Jesus   A professora de história Mocita Reis, 40 anos, é a orientadora de um projeto realizado no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, de Bom Jesus da Lapa, e está participando pela segunda vez consecutiva do 4° Encontro Estudantil, através da EPA (Educação Patrimonial e Artística). As manifestações culturais do sertão nordestino é o tema do projeto, que aborda as riquezas patrimoniais e culturais, como a romaria e a Festa do Divino. O estudante Luan Borges, 16 anos, que cursa o 2° ano do Ensino Médio no colégio citado, explicou por que o tema do álbum  é Ser tão cultural: “É uma chamada para olhar a si mesmo, o ser, a pessoa; buscar as raízes que foram[…]

Tenda Digital dá espaço ao teatro no Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Roniton Fernandes Fotos: Peterson Azevedo Organizados pelo professor e ator Nildson Veloso, os jogos teatrais integraram as atividades do Palco Livre, da Tenda Digital, desde o dia 2 de dezembro. Tudo isso, claro, dentro da programação do 4º Encontro Estudantil. O projeto conta com alunos de diversas localidades de Salvador e do interior da Bahia, recém-formados em um curso de audiovisual ministrado pela Rede Anisío Teixeira. Os jogos têm como objetivo inserir o teatro na programação do Encontro, que conta com projetos de literatura, esportes, artes visuais, ciência, tecnologia, entre outros. Em converssa com nossa equipe, o coordenador do projeto salientou a importância das artes cênicas: “É muito importante porque o teatro é transformador; ele dá a possibilidade de[…]

O ensaio é geral e o tempo das artes literarias é agora!

Estudante-repórter: Dandara Lopes Fala, galerinha! Tudo bem? Estamos no 4º Encontro Estudantil, no ensaio geral do TAL (Tempos de Arte Literária). O TAL, neste ano, está com o objetivo de fazer com que as palavras “criem vida e lutem”, sejam a voz dos estudantes e jovens do Estado da Bahia. No áudio a seguir, um pouco sobre o ensaio geral do TAL. Confira: Dandara Lopes tem 14 anos, é estudante do Colégio Estadual Governador Lomanto Júnior, que fica em Salvador, e faz parte da equipe de Cobertura Colaborativa Estudantil.

Diversidade étnica e cultural no 4° Encontro Estudantil

Estudante-repórter: Lucicarla Lima A II Mostra Fotográfica Faces da Escola traz uma exposição de pessoas, culturas e comunidades baianas, sob o olhar de educadores da rede pública de ensino. Foi necessário viajar por várias cidades do interior do estado, filmando e documentando as diversas culturas e identidades do povo baiano. A exposição mostra uma diversidade étnica muito grande: brancos, negros e índios. A Mostra investiga um pouco da indentidade cultural desses povos. Peterson Azevedo, fotógrafo e professor da Rede Anísio Teixeira, conta a importância do Faces da Escola para a educação: “A obras mostram, por meio da imagem, o protagonismo juvenil, o fazer desses estudantes; e mostra que a escola pública não é suja ,não é degradada, acabando com essa[…]

Nossos Colaboradores