Antropologia

Luiz Gama, um baiano cheio de ideais

 A breve biografia de Luiz Gama, escrita por Myriam Fraga, em 2005, dentro da coleção “A luta de cada um”, da Biblioteca Afro-Brasileira, da editora Pallas, é um convite saboroso para conhecer um dos homens mais importantes da nossa história, sobretudo quando se fala da luta abolicionista. Filho da quitandeira Luiza Mahin, africana de origem nagô, e de um fidalgo português, Luiz Gonzaga Pinto da Gama nasceu em Salvador, em 21 de junho de 1830. Luiza, embora fosse livre, participava ativamente de levante de escravos na cidade e nos arredores. Dentre as rebeliões de que participou, a mais famosa foi a Revolta dos Malês. Os malês eram escravos muçulmanos que não se conformavam com o cativeiro e sempre tentavam fugir[…]

Ser negro no Brasil hoje

O livro Ser negro no Brasil hoje, da antropóloga Ana Lúcia Valente, é uma obra interessante, que traz questionamentos contundentes para o debate em torno da situação dos negros brasileiros. Lançado em 1987, o livro discute com propriedade aspectos da cultura negra e faz com que o leitor reflita sobre a temática. Logo na introdução, Ana Lúcia provoca: “Você já pensou sobre o que é ser negro no Brasil?”. E você que está lendo este texto, já pensou? O 1º capítulo, Contextualizando a questão, traz um apanhado sobre o que é ser negro no Brasil, retoma o passado e fala do falso mito da democracia racial brasileira. Para desfazer tal ideia, Ana Lúcia propõe que o preconceito e a discriminação[…]

2 de fevereiro: fé, tradição e consciência ambiental

Oi, Pessoal! Hoje, é dia dois fevereiro, e como em todos os anos, acontece a festa em homenagem a Iemanjá, orixá das águas do mar e seu ecossistema. O festejos se concentram na colônia de pescadores, na igreja e no mar do Rio Vermelho. Neste dia muitos presentes são levados nas dezenas de barcos ao som de muitos fogos e saudações até o alto mar, enquanto outros são deixados ali mesmo na chegada. O mais importante para os devotos é que a ‘rainha do mar’ aceite suas ofertas. Ainda é madrugada quando começam a chegar os primeiros grupos de pessoas vindas de várias partes da cidade em direção ao bairro levando suas oferendas para a Colônia de Pescadores e mais[…]

Nossos Colaboradores