Autor: Valdineia Oliveira

Agora é Plataforma Anísio Teixeira

Agora é Plataforma Anísio Teixeira

Oi, pessoal! O Ambiente Educacional Web está em novo endereço: WWW.pat.educacao.gov.ba.br. Essa mudança foi necessária para ampliar as possibilidades de difusão de conteúdos educacionais e abarcar a produção audiovisual do Instituto Anísio Teixeira (PAT) como. Vamos conhecer melhor esse novo ambiente educacional, através da entrevista com o professor André Soledade, colaborador da Plataforma Anísio Teixeira. Nessa entrevista, ele destaca as mudanças que foram implementadas no novo espaço e os canais que tornam a Plataforma Anísio Teixeira mais dinâmica: EMitec, Colaborativus, Sites temáticos, TV Anísio Teixeira, Blog da Rede, Aplicativos Educacionais.   André Soledade membro da equipe de gestão da Plataforma Anísio Teixeira      

Enem, que História é essa?

Enem, que História é essa?

Oi pessoal! Os leitores do Blog da Rede, que em sua maioria pertencem à Comunidade Escolar, já perceberam que a data da prova do Enem se aproxima. Por isso, o Blog tem dedicado a maior parte, de suas publicações, ao tema. Hoje, vamos falar sobre a prova de História e o modo como ela comparece no Enem, sublinhando suas principais características, para que estudantes e professores possam ter uma ideia a respeito dos conteúdos que devem constar na prova.   Consultando-se os PCN´s podemos nos informar a respeito do que é exigido na prova, os textos alertam para as relações que são constituídas,  entre o fato histórico e suas implicações para a sociedade nos campos da  política, economia, cultura, legislação,[…]

Prêmio Jorge Amado de Literatura

Prêmio Jorge Amado de Literatura

  O prêmio Jorge Amado tem por objetivo incentivar a produção literária desde cedo, com utilização de atividades lúdicas, de forma a enriquecer ainda mais o aprendizado de crianças e adolescentes. Esta é a proposta da Secretaria Municipal da Educação com o Prêmio Jorge Amado de Literatura. A iniciativa homenageia o autor de clássicos como Gabriela Cravo e Canela e Capitães da Areia. O objetivo é estimular os alunos da rede municipal de ensino a desenvolverem ações ligadas à leitura. Também pretende estimular a produção estudantil de textos, seja sob a forma de poesia, conto, romance, e utilizando-os ainda em outras mídias, como as histórias em quadrinhos e o videoclipe – este último integrado pela primeira vez à edição de 2017[…]

Suicídio, Adolescência e Redes Sociais

Suicídio, Adolescência e Redes Sociais

Atualmente, o tema do suicídio entre adolescentes passou a ser centro de diversos debates, principalmente após o destaque alarmista dado pela mídia ao jogo Baleia Azul, um desafio virtual cujo objetivo final seria levar o jogador a cometer o suicídio, tendo como vítimas preferenciais os adolescentes. A repercussão alarmista em torno desse jogo trouxe a tona, um dos temas, considerado grande tabu da nossa sociedade: o suicídio. A adolescência é um período da vida humana em que estamos mais vulneráveis à ideação suicida, e essa conjuntura se torna ainda mais perigosa quando parte de um universo desconhecido para pais e professores: a vivência dos adolescentes na Web. Tendo em vista essas questões, o Blog entrevista nessa edição Juliana Cunha coordenadora[…]

Mulheres negras no cotidiano da cidade de salvador no século XIX

  Olá, pessoal do PW! Vocês já pararam para pensar sobre as experiências sociais das mulheres no passado? Esse texto convida a refletir a esse respeito, incorporando ao nosso repertório de conhecimentos histórias sobre mulheres negras no cotidiano da Bahia do século XIX. A família e a sociedade no Brasil são temas comumente pensados a partir dos pressupostos teóricos de Gilberto Freyre, na obra Casa Grande & Senzala (1933). Em seus escritos, as mulheres negras comparecem na condição de escravas a serviço da lavoura e da casa grande. É importante que professores e estudantes não se acostumem a pensar em um Brasil constituído assim, sob essa hierarquia estática e imutável. A realidade social é bem mais fluida e dinâmica e[…]

Fontes para a história da Bahia

Fontes para a história da Bahia

O ensino de história da Bahia é muito prejudicado nas unidades escolares, principalmente, pela escassez de fontes, tendo em vista que os livros didáticos, na maioria das vezes, focam sua análise na perspectiva eurocêntrica, em que a visão sobre a história local fica prejudicada. Na prática de muitos professores, prevalece a ênfase nos eventos que acontecem na Europa, América e Brasil, sem conexão com o contexto da cidade em que os estudantes vivem. O autor Michel de Certeau, em A Escrita da História (1982), apresenta um ponto de vista importante sobre essa problemática ao afirmar que o passado europeu tem um papel central na análise histórica. É preciso viabilizar um ensino de história que privilegie a memória local, a pesquisa[…]

O Carnaval: da Saturnália aos Camarotes

É fevereiro, aproxima-se o carnaval, uma das festas mais populares do país. Em Salvador, a cada ano, a festa se transforma, metamorfoseando-se em duas: na avenida, o folião pipoca, se aglomera, pulando atrás do trio, numa região fronteiriça e insalubre, que insiste em existir, espremida entre a corda dos blocos e suntuosos camarotes. Ao lado dessa cena pitoresca, há outro carnaval que transcorre do alto. Ali estão os “vips”,  as pessoas que têm uma visão e situação social privilegiadas, que contemplam a avenida, instaladas com conforto e segurança. Nesses clubes sociais ambulantes, acontecem  shows de artistas de axé, funk e sertanejo, em paralelo ao circuito da folia. Como se vê na foto abaixo: É possível ver, com bastante evidência, a[…]

O Lado Azul do Novembro Negro

Desde o ano de 2003, a lei 10.639, em seu artigo 79-B, inclui o dia 20 de novembro no calendário escolar como dia Nacional da Consciência Negra, haja vista, que foi na data de 20 de novembro de 1695 que morreu Zumbi dos Palmares. Novembro é, então, um mês dedicado a reflexões, debates e ações em torno da consciência sobre esse país ser também negro, uma realidade que costuma ser negada, muitas vezes. A vigilância comemorativa não é sem razão, porque a memória social é um aporte importante da nossa identidade enquanto nação, que foi formada a partir de três matrizes étnicas, a luta é para que negros brancos e índios sejam representados igualmente em nossa história.  Atualmente, o mês[…]

Pluralidade Cultural no Enem

Olá pessoal! A prova do Enem está se aproximando, e nesse momento, é hora de pensar nos temas que possivelmente vão estar presentes na prova. A pluralidade cultural é um deles. Você já deve ter ouvido pessoas que relacionam cultura e grupos sociais de modo reducionista e discriminatório: cultura de cigano, cultura de índio, nordestino é tudo igual, por exemplo. Se formos em frente, e perguntarmos, o que essas pessoas sabem sobre as raízes históricas dessas culturas, descobriremos, que sabem muito pouco, um aspecto, ou outro. Na verdade, o preconceito é fruto, exatamente, desse desconhecimento. Devemos saber que não existe uma cultura comum para todos os povos indígenas, ciganos ou nordestinos. Pense em todos os estados do Nordeste e imagine[…]

Nossos Colaboradores