Autor: Carlos Barros

Novembro Negro e ações educativas anti-racistas

Novembro Negro e ações educativas anti-racistas

Novembro é mês em que o Brasil tem lembrado da necessidade de lutarmos contra o racismo. A população preta e negra ainda não teve a reparação devida dos trezentos anos de trabalho compulsório a que foram submetidos nossos ancestrais. Fabya Reis é a Secretária Estadual de Reparação e ela concede uma entrevista ao Secretário de Educação Jerônimo Rodrigues sobre as ações do novembro negro.

Carnaval– Festa e Civilização musical na cidade de Salvador

Carnaval– Festa e Civilização musical na cidade de Salvador

Por vezes no centro de fevereiro, outras na transição para março, mas sempre presente, a cada ano o Brasil celebra uma festa que o identifica no mundo com bastante força. Estamos falando – claro – do Carnaval. Sobre esse tema, não podemos deixar de lado a Bahia e a cidade de Salvador como espaço associado à festa desde muito tempo!

Baianidades e educação no 17º Simpósio Internacional Processos Civilizadores

Baianidades e educação no 17º Simpósio Internacional Processos Civilizadores

Norbert Elias foi um sociólogo e filósofo alemão, que viveu entre os anos de 1897 e 1990. De família judaica, foi perseguido pelo regime nazifascista e se exilou na França, em 1933. Sua obra traz contribuições importantes para o estudo das sociedades em seus aspectos teóricos e práticos. No Brasil, seu trabalho começou a ter mais destaque a partir dos anos setenta e assim segue até hoje. Os livros escritos por ele são fontes para muitas abordagens sobre a vida social e a história do Ocidente. Entre os dias 16 e 19 de outubro de 2018, realizou-se em Londrina – estado do Paraná, Brasil – o 17º Simpósio Internacional Processos Civilizadores (SIPC). O evento traz uma série pesquisas em diversas[…]

Fórum Social Mundial 2018: Salvador sedia a diversidade de ideias sobre o mundo.

Fórum Social Mundial 2018: Salvador sedia a diversidade de ideias sobre o mundo.

O Fórum Social Mundial (FSM) é um evento que teve início em 2001, na cidade de Porto Alegra (Brasil) como contraponto às perspectivas centradas na importância maior da Economia do Fórum Econômico Mundial, que acontecia em Davos, na Suiça. O FSM desde sempre é organizado por movimentos sociais de diversos países e busca fomentar o debate livre sobre temáticas que afetam a vida humana, sobretudo a partir dos efeitos das constantes crises econômicas que assolam o mundo. O FSM já teve edições em Mumbai, Caracas, Karashi, Bamako, Nairobi, Belém, Dacar, Tunis e Montreal.  Segundo os organizadores,  O Fórum Social Mundial é um espaço aberto de encontro para o aprofundamento da reflexão, o debate democrático de idéias, a formulação de propostas, a troca[…]

Nossos Colaboradores