A atuação do Coordenador Pedagógico da Rede Estadual de Educação da Bahia

Por: Marília Barreto

Trabalhar na área da educação é uma tarefa que requer bastante dedicação, compromisso com o desempenho dos estudantes e amor pelo trabalho, pois muitos são os desafios encontrados nessa área. Em se tratando do coordenador pedagógico sua atuação não é diferente, é um profissional de fundamental importância para o melhor desempenho das atividades e da rotina escolar.

Atuar como coordenador pedagógico é entender o todo, é atender toda a comunidade pertencente à escola, alunos, pais e professores e  também perceber que para o melhor funcionamento da unidade de ensino é preciso haver unificação e solidez nesse conjunto. Algumas das atribuições do coordenador pedagógico são: Coordenar o planejamento e a execução das ações pedagógicas na unidade escolar, articular a elaboração participativa do Projeto Pedagógico da escola, acompanhar o processo de implantação das diretrizes da secretaria de educação relativas à avaliação da aprendizagem e dos currículos, orientando e intervindo junto aos professores e alunos quando solicitado e/ou necessário, avaliar os resultados obtidos na operacionalização das ações pedagógicas, visando a sua reorientação, coordenar e acompanhar as atividades dos horários de Atividade Complementar na unidade escolar.

Cabe também ao coordenador pedagógico viabilizar a atualização pedagógica em serviço, estimular, articular e participar da elaboração de projetos especiais junto à comunidade escolar, elaborar estudos, levantamentos qualitativos e quantitativos indispensáveis ao desenvolvimento do sistema ou rede de ensino ou da escola. Elaborar, acompanhar e avaliar, em conjunto com a direção da unidade escolar, os planos, programas e projetos voltados para o desenvolvimento do sistema e/ou rede de ensino e da escola.

Em relação a aspectos pedagógicos, administrativos, financeiros, de pessoal e de recursos materiais, promover ações que otimizem as relações interpessoais na comunidade escolar, divulgar e analisar, junto à comunidade escolar, documentos e projetos do órgão central, buscando implementá-los nas unidades escolares, atendendo às peculiaridades regionais, analisar os resultados de desempenho dos alunos, visando a correção de desvios no Planejamento Pedagógico. Além de propor e planejar ações de formação continuada em serviço de professores, visando a melhoria do desempenho profissional.

Essas são algumas das atribuições que compõem a atuação do coordenador pedagógico, no entanto essa relação é ainda mais extensa, pois a rotina desse profissional é bastante dinâmica e acelerada. Os desafios são diários e para conseguir articular todas as atividades desenvolvidas na unidade de ensino é preciso ter dinamicidade, conhecer as atribuições da função, todos os processos escolares e valorizar as relações interpessoais com a comunidade escolar. Dessa forma o coordenador pedagógico atuará de maneira significativa para o melhor desempenho da escola em que atua.

Marília Gabriela Ribeiro Barreto, Coordenadora Pedagógica da Rede Estadual de Ensino da Bahia, Especialista em coordenação pedagógica e psicopedagogia.