Maio Roxo: prevenção das doenças intestinais.

Fonte: wikipedia

Você já ouviu falar em Doenças Inflamatórias Intestinais (DII)? As DII estão relacionadas a fatores imunológicos e hereditários, agravados pelos hábitos alimentares e estilo de vida.  Ambos os sexos são acometidos e não apresenta cura, uma vez que os fatores encontram-se ligados ao sistema imunológico e genético. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado associado às mudanças de hábitos alimentares podem permitir o controle dos sintomas, proporcionando melhor qualidade de vida aos pacientes. As DII acometem principalmente os jovens, em plena atividade, podendo limitar, mesmo que temporariamente ou definitivamente, comprometendo suas ocupações habituais, tais como o comportamento na escola e no trabalho, os relacionamentos social e familiar, a autoimagem e, até mesmo, a atividade sexual. Neste mês, em alusão à boa saúde gastrointestinal como forma de prevenção de problemas oriundos da ingestão de alimentos, cabe a reflexão sobre outros tipos de desconfortos ocasionados pela intolerância e alergias alimentares.

Sistema Digestório

Já pensou na diferença entre intolerância e alergia alimentar?  Para tratar tais conceitos é bom recorrer a exemplos de situações do cotidiano desses fenômenos biológicos muito comuns na população brasileira. A ocorrência de sintomas relacionados a estes distúrbios precisa ser devidamente cuidados para se evitar danos à saúde ou até morte.  Tais situações fisiológicas se dão por meio de reações químicas imunológicas, desde uma simples coceira até um choque anafilático. No caso das alergias, de um modo geral, isso inclui também a alimentar. Já a intolerância é um desajuste de ordem metabólica na fisiologia imunológica que se dá pela ausência total – ou mesmo que parcial –  de uma determinada enzima, comprometendo, assim, o processo de digestão de um determinado tipo de alimento.

Pizza de tapioca Pão de tapioca 

A incapacidade de digerir determinados alimentos implica imediatamente, no metabolismo fisiológico do indivíduo. Por exemplo,  o amendoim, o camarão são os que mais causam alergia, já o leite e seus derivados e os alimentos que contenham glúten se estabelecem na lista dos que mais causam problemas de intolerância alimentar. Por isso, é importante estar atento às informações nutricionais das embalagens dos alimentos e adotar bons hábitos evitando alimentos gordurosos ou industrializados.

Fonte: https://pixnio.com/pt/comida-bebida/caixas-leite

 

Assista: O que vai ser para comer?

Publicações relacionadas

Maio Roxo: prevenção das doenças intestinais.

Nossos Colaboradores