VIII Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)biográfica

Olá Pessoal!

Você sabe a quanto tempo o Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica é realizado?

O Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica, realizado bianualmente, completa, em 2018, quatorze anos de contribuição à pesquisa educacional. O VIII CIPA foi realizado no período de 17 a 20 de setembro, na Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) em parceria com a associação Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica (BIOgraph).

O evento teve como objetivo contribuir para ampliação e socialização da produção científica na área através de discussões com pesquisadores das instituições participantes (Européias, latino-americanas e brasileiras), bem como diálogos diversos com jovens pesquisadores no domínio da pesquisa (auto)biográfica.

Com a temática Pesquisa (Auto)biográfica, mobilidades e Incertezas: Novos arranjos sociais e refigurações identitárias, o congresso mantém a tradição de propor debates vinculados às questões sociais prementes no cenário contemporâneo nacional e mundial. O tema interroga os processos migratórios e os modos como os sujeitos se movimentam nas reorganizações e desorganizações territoriais, decorrentes das atuais conjunturas sociais, políticas, econômicas, culturais , religiosas e ambientais, instigadoras de experiências vivenciadas em novos horizontes (auto)biográficos.

Os seis eixos do VIII CIPA proporcionaram o aprofundamento acerca da temática do Congresso quanto às dimensões epistemológicas e metodológicas da pesquisa (auto)biográfica; os espaços formativos, memórias e experiências vividas não apenas na vida adulta, mas também na infância, na juventude, discutindo perspectivas de gênero, das diversidades, de diálogos intergeracionais sob a forma de diversas tramas narrativas, sendo elas: fílmicas, digitais, históricas, literárias e artísticas que se evidencia como modos de tomada de consciência, de resistências e de empoderamento.

Vamos conferir o que disse o professor Elizeu Clementino sobre a importância dessa temática abordada no VIII CIPA para educação, sobretudo para educação pública e, em seguida, deixa uma mensagem para professores e estudantes da Rede Pública de Ensino do Estado da Bahia.

 

Ao longo dos últimos quatorze anos, o CIPA vem reunindo, a cada biênio, um números cada vez mais significativo de pesquisadores de diferentes nacionalidades e de diversas áreas do conhecimento para participar, no Brasil, deste fórum de discussão com o objetivo de colaborar para os avanços da pesquisa científica com fontes biográficas e (auto)biográficas. O quadro abaixo sintetiza as informações sobre as oito edições do CIPA.

 

Datas Eventos/ IES/ Cidades Temáticas Trabalhos Aceitos
2004 I CIPA, PUCRS, Porto Alegre A aventura (auto)biográfica: teoria e empiria 76
2006 II CIPA, UNEB, Salvador Tempos, narrativas e ficções: a invenção de si 411
2008 III CIPA, UFRN, Natal Pesquisa (auto)biográfica: formação, territórios e saberes 741
2010 IV CIPA, USP, São Paulo Espaços (auto)biográfico: artes de viver, conhecer e formar 917
2012 V CIPA, PCURS, Porto Alegre Pesquisa (auto)biográfica: lugares, trajetos e desafios 293
2014 VI CIPA, UERJ, Rio de Janeiro Entre o público e o privado: modos de viver, narrar e guardar 743
2016 VII CIPA, UFMT, Cuiabá Narrativas (auto)biográficas: conhecimentos, experiências e sentidos 545
2018 VIII CIPA, UNICID, São Paulo Pesquisa (auto)biográfica, modalidades e incertezas: novos arranjos sociais e refigurações identitárias 587
Total 4.313

A participação de pesquisadores doas diferentes regiões e instituições revela as múltiplas possibilidades de trabalho no domínio da pesquisa (auto)biográfica em educação e nas áreas afins, bem com a crescente utilização como método de pesquisa e como prática de formação. Na Educação Matemática não tem sido diferente, como podemos acompanhar na fala da Professora Adair Nacarato.

O evento ainda contou com o lançamento de livros e da Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, que é um espaço importante de socialização e difusão de pesquisas sobre estudos (auto)biográficos e suas contribuições para educação e áreas afins.

Quer saber mais um pouco sobre pesquisas (Auto)biográficas?

Visite a página do evento no link a seguir e fique por dentro!

https://viiicipa.biograph.org.br/homepage/

Até mais!

Camila Amorim – Professora da Rede Pública de Ensino da Bahia