Sobre o XIX Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino

Olá pessoal!

Hoje eu venho contar pra vocês como foi o XIX Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino – ENDIPE.

Com o tema “Para onde vai a Didática? O enfrentamento às abordagens teóricas e desafios políticos da atualidade”, o evento apresentou os seguintes objetivos:

  • Divulgar pesquisas, estudos, experiências sobre a didática, práxis pedagógicas, docência, saberes docentes, currículo e formação de professores, no entrecruzamento de múltiplos olhares sobre o cenário político-social da atualidade, seus desafios, embates, enfrentamentos e implicações sobre a educação básica e educação superior.

  • Discutir coletivamente e ressignificar o estatuto da didática na contemporaneidade com base em abordagens críticas, emancipatórias, inovadoras, criativas, em busca da compreensão e (re)construção de práxis efetivas em favor da transformação social.

  • Congregar experiências didáticas, confrontar paradigmas, criar espaços de interlocução, diálogos e de trabalho cooperativo entre as instituições e as pessoas.

 

O XIX ENDIPE foi realizado no Hotel Fiesta, Salvador – Ba, no período de 03 a 06 de setembro de 2018, sob a coordenação da Professora Cristina D’Ávila e reuniu cerca de 2500 participantes entre educadores e profissionais de outras áreas, através de simpósios, painéis, conferências, pôsteres, lançamento de livros e apresentações culturais como a Orquestra de violões da UFBA (sob a regência de Robson Barreto), Amoroso Samba, Triatuan Jazz, Ana Paula Albuquerque e Banda.

 

 

O evento contou ainda com palestras de autores, referência no contexto da didática, como: Bernard Charlot, José Carlos Libâneo, Selma Garrido Pimenta, Ilma Passos Veiga, Cipriano Luckesi e Maria Amélia Santoro, entre outros pesquisadores com apresentação de trabalhos de pesquisa e estudos que tensionam as práticas educativas e as políticas educacionais que necessitam de enfrentamento,  tanto no momento presente quanto no futuro.

A participação nas atividades do ENDIPE, neste ano, possibilitou, sobretudo ao professor da Educação Básica, a reflexão e discussão sobre diferentes formas de se interpretar o fenômeno do ensino, com abordagem de diversificadas experiências didáticas em nível nacional.

Para você que não pode participar do evento, foram realizadas transmissões ao vivo e todos os vídeos foram licenciados em Creative Commons e estão disponíveis em https://noosfero.ufba.br/endipe-2018.

Por hora é isso, pessoal!

Até a próxima!

Publicações relacionadas

Sobre o XIX Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino

Nossos Colaboradores

%d blogueiros gostam disto: