10complica!

Olá, você saberia,de primeira, afirmar qual a língua mais fácil de se aprender? Você tem interesse de aprender um novo idioma? Qual fator determinante você usaria para essa escolha? Seria para interesses profissionais ou hobby?

Independentemente da intencionalidade, a verdade é que, em tempos de novas propostas e tendências educacionais, ante aos novos formatos exigidos no mundo do trabalho é inquestionável a importância do aprendizado de uma língua estrangeira tanto para o seu crescimento pessoal quanto profissional.

Fig.1 Mapa Mundi

De acordo com linguistas, o que pode ser apenas consenso: a facilidade para aprender pode ser compreendida pela árvore genealógica do idioma. A glotocronologia se encarrega de esclarecer alguns aspectos das famílias linguísticas. O Defense Language Institute (DLI) ,cuja sede fica nos Estados Unidos, desenvolve pesquisa e currículo na aquisição de segunda língua, bem como exerce outras funções.

O alfabeto e a pronúncia são colocados como fatores importantes. A motivação é outro fator a ser considerado! Vale ressaltar, ainda, que o texto não tem a intenção de apontar nenhuma predileção a um segundo idioma e, para além de aprender outro, não exclui a importância da valorização do nosso.

Não se tem a pretensão nessa escrita de tornar nenhuma verdade absoluta, pois em se tratando do universo de aprendizagens e, de aprendizagens de novos idiomas, sempre existirão posicionamentos que permeiam os consensos e discensos.

Bem… Chega de blá, blá, blá e vamos “10complicar”! Veja as dez línguas que, possivelmente, sejam mais fáceis para aprender! Dando ênfase para algumas delas.

As línguas românicas são também chamadas de neolatinas que compreendem as seguintes: português, espanhol, italiano, francês e romeno.

As línguas germânicas são compostas pelo inglês, alemão, neerlandês, sueco, dinamarquês  e norueguês.

1.Hello!

O Inglês é uma das línguas mais influentes no mundo. É a língua oficial para milhões de pessoas e a primeira como segunda língua entre os não-nativos. É apontado como o idioma mais fácil para aprender. Provavelmente, a predileção é dado ao fato de que diferentes áreas do conhecimento, da ciência, da economia, da cultura e da arte tornam o idioma mais acessível, por apresentar possibilidades diversas de incentivo. A exigência do universo laboral é outro fator que  deve considerá-lo como opção de segundo idioma.


2.
¡Hola!

O espanhol é colocado como um idioma de fácil compreensão pelo fato da semelhança existente entre ele e o português. Mas cuidado! Não caia no equívoco de achar que é tão simples assim e, correr o risco de falar “portunhol”, ao invés do espanhol. Todo idioma é digno de estudo e de saber todas as sutilezas e particularidades que cada um possui. Acredita-se que a população será bilíngue:inglês-espanhol nos Estados Unidos em 2050.

3.Ciao!

O italiano é citado como uma língua bem próxima do português. Sua gramática e estrutura semântica são simples. É considerada a língua das artes e uma das mais bonitas do mundo. Nossa irmã Argentina foge à regra no cenário latino: tem o italiano como sua segunda língua.

4. Salut!

Considerada a língua mais romântica do mundo, o francês é um idioma encarado como fácil por tratar-se de uma língua latina. O que difere muito e exige mais é sua pronúncia, principalmente do “r, erre, [′ɛr̄i] “e de sua gramática tão delicada. É a língua oficial de trinta países que integram a comunidade de países francófonos.

5. Buna ziua!

Para os nativos falantes do português, aprender romeno não parece ser tão difícil! A explicação está na relação do vocabulário entre os dois idiomas que, possuem pelo menos, 500 palavras em comum. Acredite se quiser, mas há aproximadamente 25 milhões de falantes nativos do idioma. Os falantes do romeno encontram-se espalhados por muitos países, principalmente, Itália, Espanha, Israel, Portugal, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, França e Alemanha.

Na sequência surgem o holandês, sueco,africâner, norueguês. E para você qual será a décima? Vamos pesquisar? Esteja motivado! Vai uma dica do canal Frank Florida ! Super bacana para você se sentir mais motivado ao desafio!

                                                               

Vídeo motivacional do Frank Florida

Vale ressaltar, que cada pessoa tem um jeito próprio para aprender, aliado aos diferentes fatores e habilidades cognitivas individuais. Veja algumas dicas importantes:

Tente, se possível, fazer imersão cultural do idioma. Situações da vida real são sempre melhores do que simulações. Os games com áudios no idioma de interesse é uma boa opção. Assista aos filmes várias vezes, escute músicas e tente acompanhar a letra. São atividades que provocam motivações e aceleram o aprendizado. Então, vamos aprender?

Referências:

http://linguasfaceismediasdificeisportugues.blogspot.com.br/

https://www.osprofanos.com/quais-sao-os-idiomas-mais-faceis-de-aprender/

https://brasil.elpais.com/brasil/2016/05/07/internacional/1462632018_064743.html+

Mônica Mota

Professora da Rede Pública de Ensino

Publicações relacionadas

  • 9 de julho de 2018 às 14:19 Start what? (0)
    Start what? Hello, folks! Vamos “startar” uma conversa? Você já deve ter ouvido alguém pronunciar esse neologismo, não? Bem… mas o que […]
  • Photo(grafia) na escola21 de agosto de 2018 às 17:05 Photo(grafia) na escola (2)
    Fala comunidade, Será que a fotografia pode ser um recurso didático? A fotografia pode ser uma estratégia metodológica de ensino e […]
  • Viva São João!18 de junho de 2018 às 15:30 Viva São João! (0)
        Olá, turma!   Quando pensamos no mês de junho, lembramos festas, alegrias, comidas típicas e forró, não é […]
  • Baianidades e educação no 17º Simpósio Internacional Processos Civilizadores30 de outubro de 2018 às 09:27 Baianidades e educação no 17º Simpósio Internacional Processos Civilizadores (0)
    Norbert Elias foi um sociólogo e filósofo alemão, que viveu entre os anos de 1897 e 1990. De família judaica, foi perseguido pelo regime […]
  • Vai de Espanhol no Enem?24 de outubro de 2017 às 08:37 Vai de Espanhol no Enem? (0)
      A prova de língua estrangeira no Enem chega a causar alguma preocupação entre os estudantes, sobretudo por causa do tempo de […]
  • Ser ou não ser, professor?16 de outubro de 2018 às 18:43 Ser ou não ser, professor? (0)
    A palavra “Professor” tem origem no Latim, sendo uma derivação de Professus que significa “pessoa que declara em público” ou “aquele que […]
10complica!

Nossos Colaboradores