Das naus aos dias atuais

Quando os europeus vieram em suas nausadentrar as terras desconhecidas da América, eles não sabiam o que estavam prestes a descobrir.  Buscavam um novo caminho para a Índia e suas rotas eram semelhantes.

A Espanha e o Portugal da época da grande expansão marítima eram as potências mundiais. Dominavam a ciência e a tecnologia2 homologaolvida por diversos sábios de outros povos (especialmente astrônomos, matemáticos e cartógrafos) e tinham um investimento alto numa política de expansão, extração de riquezas e colonização.

Os portugueses eram mais flexíveis que os espanhóis quanto à religião destes sábios. Muitos dos conselheiros que D. João II reuniu para homologaolver os conhecimentos náuticos eram, em sua maioria, sábios judeus expulsos da Espanha em 1492.

Se hoje em dia contamos com sofisticados instrumentos para navegação e a ajuda de satélites, naquela época era necessário  usar o conhecimento que se tinha em astronomia e navegação (escritos em hebraico, árabe ou latim, portanto inacessíveis aos marujos)  e usar as potencialidades da bússola e do astrolábio3.

Então, vir da Europa para cá não era simples, nem fácil e muito menos barato. Mas compensava, mesmo com o assédio dos piratas, os constantes naufrágios e as naturais dificuldades que os muitos dias no mar causavam.

Enquanto que na Europa os países tinham em comum o domínio de diversos conhecimentos, no novo continente, os nativos, chamados erroneamente de “índios”, possuíam um estilo de vida muito diferente. Essa cultura “indígena4” não deverá ser pensada apenas em relação ao Brasil. Podemos pensar também em termos de América Latina… Mas como esses povos, com seus diferentes costumes e linguagens, vieram parar aqui? Existem várias teorias… Você conhece alguma? Qual?

Fig. 1 – Fonte: Wikimedia Commons
Fig. 1 – Fonte: Wikimedia Commons

Como você acha que vivem os “índios” atualmente? O que aprendemos na escola sobre eles é suficiente para um entendimento das suas condições de vida? Desde a “descoberta” do Brasil, os índios tiveram uma redução na sua por vários fatores, entre eles a falta de anticorpos para doenças que os europeus traziam. O embate e massacre de tribos na busca por ouro e outros produtos ocorreram e apesar da bravura dos índios, eles não tinha armas de fogo e se defendiam com arco e flecha…

Não houve uma política de respeito e valorização dessas populações naquela época… E nos dias atuais, qual a situação cultural e econômica da maioria dos índios brasileiros?

O dia 19 de abril foi instituído como data comemorativa para o “Dia do Índio” pelo decreto-lei de 1943.  Mas o que podemos ter para comemorar de fato?

 

Links relacionados

  1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Nau
  2. http://veja.abril.com.br/historia/descobrimento/naus-caravelas-portuguesas.shtml
  3. http://pt.wikipedia.org/wiki/Astrol%C3%A1bio
  4. http://pt.wikipedia.org/wiki/Povos_amer%C3%ADndios

 

Guel Pinna

Professora da Rede Pública Estadual de Ensino