Exposição de Peterson Azevedo homenageia o músico baiano Cacau do Pandeiro

Abertura da mostra Permanências Percussivas, nesta segunda, 19/8, será marcada por oficina ministrada pelo próprio Cacau do Pandeiro, que faz shows com Lia Chaves e Orquestra de Pandeiros Itapuã

Webflyer-Permanências-Percussivas-de-Peterson-Azevedo

Homenageando o músico Cacau do Pandeiro, a exposição Permanências Percussivas, do geógrafo e fotógrafo Peterson Azevedo, será aberta nesta segunda-feira, 19 de agosto, às 18 horas, na Casa da Música, no Parque Metropolitano do Abaeté. A mostra foi uma das selecionadas pelo edital Portas Abertas para as Artes Visuais 2013, promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA), em parceria com a Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), através de sua Diretoria de Espaços Culturais (DEC). A visitação poderá ser feita até 1º de novembro, de terça a sábado, das 9 às 17 horas, e domingo, das 9 às 16 horas. Entrada franca.

Na noite de estreia (19), o Sarau de Itapuã, que é realizado há seis anos e acontece quinzenalmente às segundas, celebra a abertura da exposição. A programação conta com uma oficina ministrada pelo próprio Cacau do Pandeiro e apresentações musicais do homenageado, Cacau do Pandeiro, ao lado de Lia Chaves e Orquestra de Pandeiros Itapuã, além de performance de Viviane Souto Maior e convidados. Na área externa da Casa, estarão presentes empreendedores da economia solidária, reunidos na tradicional feira.

Com produção de Joalva Moraes, a mostra reúne 15 fotografias que retratam o homem e o músico Carlos Lázaro da Cruz ou, simplesmente, Cacau do Pandeiro. Nascido e criado no bairro do Rio Vermelho, ele aprendeu a tocar pandeiro com os irmãos mais velhos e começou sua carreira profissional como baterista de orquestras de baile em Salvador, na década de 1940. Passou a tocar em casas noturnas como Rumba Dancing e Tabaris. Era músico contratado da Rádio Sociedade da Bahia, na orquestra do maestro Carlos Lacerda. Depois, se apresentou durante muitos anos no Clube Português da Bahia. Há 40 anos, faz parte do grupo de chorinho Os Ingênuos, criado juntamente com seu saudoso amigo Edson 7 Cordas. Aos 84 anos, Cacau do Pandeiro continua ativo na arte da música.

Sobre Peterson Azevedo– Geógrafo e fotógrafo, foi o still do documentário Cacau do Pandeiro – O Mundo na Palma da Mão, dirigido por Márcio Santos; premiado com o primeiro lugar no Concurso Fotográfico da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), 2012; segundo lugar no prêmio da Secretaria Nacional de Combate às Drogas (SENAD), 2010; recebeu Menção Honrosa no 10º Concurso Leica – Fotografe 2013; e também já teve séries publicadas na revista Diversos Afins e na portuguesaInComunidade.

Portas Abertas para as Artes Visuais 2013– Com objetivo de apoiar a difusão da produção de Artes Visuais da Bahia, bem como dinamizar e qualificar a ocupação de espaços culturais públicos, o edital Portas Abertas para as Artes Visuais 2013contabilizou 74 propostas inscritas, das quais 14 foram selecionadas: quatro de exposições a serem montadas na Galeria do Conselho, e dez de intervenções em Artes Visuais nos ambientes da Casa da Música, Centro Cultural Plataforma, Cine-Teatro Solar Boa Vista, Espaço Cultural Alagados e Espaço Xisto Bahia. Os trabalhos são de temática livre e levam aos espaços diferentes modalidades das artes visuais.

Tendo edições realizadas em 2008 e 2009, restritamente para exposições, o edital, em seu último ano, disponibilizou um total de R$ 36 mil, com prêmios de R$ 1,5 mil. Agora, são R$ 57 mil para conceder R$ 3,8 mil para cada selecionado. Durante este intervalo, a FUNCEB manteve uma chamada pública anual, também apenas para exposições, para conferir pautas gratuitas em galerias, sem o apoio financeiro que volta a ser oferecido.

Permanências Percussivas, de Peterson Azevedo
Abertura: 19 de agosto (segunda-feira), às 18 horas
Visitação:20 de agosto a 1º de novembro, terça a sábado, 9 às 17 horas, e domingo, 9 às 16 horas
Onde: Casa da Música (Parque Metropolitano do Abaeté)
Quanto: Gratuito
Informações: 71 3116-1511
Realização: Dirart/ FUNCEB/ DEC/ Sudecult/ SecultBA

Fonte: http://www.fundacaocultural.ba.gov.br/noticias/exposicao-de-peterson-azevedo-homenageia-o-musico-baiano-cacau-do-pandeiro

Publicações relacionadas

Exposição de Peterson Azevedo homenageia o músico baiano Cacau do Pandeiro

Nossos Colaboradores

%d blogueiros gostam disto: