Mulheres Unidas – Virando o Jogo!

Olá, amigos(as)!

A sustentação de estereótipos na sociedade gera além de segregação, inúmeras e tenebrosas lições de que, ao rotularmos um grupo, alguém ou algo por suas características físicas, intelectuais ou até mesmo condições financeiras, assumimos o grave ônus de estarmos fomentando e cometendo atos discriminatórios, de violência e excludentes.

531639_162305633925560_141563700_nTemos como forte exemplo a realidade das mulheres, que ao longo de suas vidas enfrentam a todo momento (pré)conceitos sobre as suas capacidades. O que em muitos casos pode tornar-se um limitador para muitas delas, pois sem apoio e condições favoráveis para entenderem-se como seres únicos e com autonomia, muitas pela pressão, cedem e chegam a uma espécie de “ostracismo social”. 

Mas na surpreendente história dessas verdadeiras guerreiras, muitas outras superam-se e mostram que com muito esforço e coragem é possível sim, ultrapassar as fronteiras construídas durante séculos de negação político/social decorrente da desigualdade de gênero vigente.

Queremos convidá-los(as), para conhecermos o hotsite da campanha Virando o Jogo, promovida pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-BA), a incrível trajetória de MULHERES que viraram o jogo e hoje exercem papéis fundamentais na construção de uma sociedade justa para tod@s, sem acepção. Cliquem aqui!

viranjo o jogo

Abraços!

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Estere%C3%B3tipo; http://pt.wikipedia.org/wiki/Ostracismo; http://www.virandojogo.com.br/