Café Filosófico: Retratos de Família

Salve, salve turma!

A família de fato é a célula base da sociedade, ficaria muito difícil imaginar como seria a sociedade desprovida da instituição familiar. No entanto, a cada tempo a família assume novas configurações, se depara com novos desafios e valores éticos e morais.

Sobre esse tema confiram o Café Filosófico com os psicanalistas Diana Lichtenstein Corso e Mário Corso.

 [youtube http://www.youtube.com/watch?v=J0xcCszAlqc]

Mutações da família I: “Um filho, se e quando eu quiser”, foi reivindicação atendida a partir da consolidação das conquistas feministas. A maternidade que nasce do livre arbítrio da mulher homologaolveu-se, então, longe do ideal de reclusão familiar, de papéis fixos. Mesmo em família, os filhos sentem-se sempre meio desamparados, assim como suas próprias mães, tal como a noviça órfã Maria von Trapp, precisam inventar sozinhas um modo de ser. Jovens como Mary Poppins já voavam livres ao sabor do vento, mudando a família tradicional e o papel da mãe como um redemoinho.

Já em relação ao pai, o tom é sempre reivindicativo: o filho se queixa do pai que teve, embora o pai que ele pode ser tampouco lhe causa melhor impressão. Por isso, os pais são os grandes palhaços do entretenimento infanto-juvenil, numa linhagem que começou com Fred Flinstone e encontrou em Homer Simpson seu representante mais notório. Entre os pais inseguros com seu papel, o do peixinho Nemo mostra as dificuldades de ser pai quando se tem tanto medo e a mãe não está presente, além de que é muito difícil resignar-se a crescer e ocupar esse lugar, mesmo que se seja grande, forte e assustador como o ogro Shrek.” (Diana Lichtenstein Corso e Mário Corso)

Publicações relacionadas

  • O Novembro Negro e a Nossa Consciência11 de novembro de 2015 às 21:26 O Novembro Negro e a Nossa Consciência (0)
    É novembro, mês da Consciência Negra. Nessa data, algumas pessoas costumam questionar: para quê isso? O Brasil é mestiço, somos humanos, […]
  • Maria Felipa –  A heroína negra esquecida23 de novembro de 2015 às 12:33 Maria Felipa – A heroína negra esquecida (0)
    Olá, pessoal! Quem aporta nas praias da Ilha de Itaparica, localizada na Baía de Todos os Santos, talvez nem possa imaginar que naquelas […]
  • As mulheres, o poder e a equiparação de gêneros27 de março de 2014 às 10:00 As mulheres, o poder e a equiparação de gêneros (0)
    Olá, pessoal! Dando continuidade ao debate sobre Gêneros e Sexualidades para desconstruir conceitos e adquirir novas informações, devemos […]
  • Cine PW: Sexo Virtual20 de fevereiro de 2013 às 18:16 Cine PW: Sexo Virtual (0)
    Olá, pessoal! Na atualidade a grande maioria das nossas relações sociais são mediadas pelo uso das Tecnologias da Informação e Comunicação […]
  • Radiola PW – Xote Ecológico9 de junho de 2014 às 19:52 Radiola PW – Xote Ecológico (0)
    Oi, pessoal! Tudo bem? Hoje, quem vai tocar na nossa radiola é o rei do baião, Luiz Gonzaga. Em 1989, ele lançou o LP Vou te matar de […]
  • Cine PW – City Down – A história de um diferente2 de outubro de 2013 às 17:55 Cine PW – City Down – A história de um diferente (0)
    Salve, salve, turma! O Cine PW de hoje indica o filme City Down - A história de um diferente. O longa, produzido pela CINEPEL – Associação […]
Café Filosófico: Retratos de Família

Nossos Colaboradores