O “Internetês” e a Língua Portuguesa

Olá, pessoal!

A cada dia estamos mais envolt@s pelo mundo digital, resultado da evolução tecnológica que trouxe, entre outros aspectos, mudanças na forma com que nos relacionamos e comunicamos.

Não é raro vermos, em um rápido acesso nas redes sociais da internet, uma linguagem diferente, que nem sempre conseguimos identificar ou, poderíamos dizer, “decodificar”: estamos falando do Internetês”.

PW-internetes-2013

No turbilhão das informações automáticas em rede essa forma de expressão pela palavra surgiu entre @s adolescentes que buscam formas rápidas de conversação nas salas de bate-papo, bem como nos mensageiros instantâneos.

Mas, surge o questionamento: quanto o uso desse vocabulário pode influenciar nas relações formais desses jovens?

É necessário o ponderamento e maior consciência por parte d@s usuári@s e adept@s desta prática, pois ao dominarem apenas esta escrita correrão o risco de empobrecerem o seu conhecimento e uso da Língua Portuguesa, fator que pode pesar negativamente em ambientes ou situações em que um bom domínio da linguagem formal é essencial, tal como na escola, ao redigir um texto, no trabalho, etc.

Portanto, é preciso compreender que, por mais que a nossa vivência no ciberespaço influencie as interações sociais fora dele, temos que atentar para o contexto em que estamos inseridos no momento do diálogo, para quem estamos destinando a mensagem, e a partir disso escolhermos entre o formal ou o informal, neste caso o “internetês”.

Nós queremos saber – Vcs usam o internetês com frequência? PQ?

Deixem abaixo os seus comentários.

Vlw, amig@s!”

Publicações relacionadas

O “Internetês” e a Língua Portuguesa

Nossos Colaboradores