Secretaria discute educação quilombola

As diretrizes para a educação quilombola vão estar na pauta da Jornada Pedagógica de 2013, atividade homologaolvida pela Secretaria da Educação do Estado que reúne professores e gestores para planejar as atividades e conteúdos do ano letivo. O anúncio foi feito na quarta-feira (12/12) pelo secretário Osvaldo Barreto durante encontro com o Fórum de Educação Quilombola, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, com a participação de representantes de comunidades. Na ocasião, o secretário ressaltou que as orientações curriculares para o ensino fundamental de nove anos contemplará os conteúdos relativos à educação para relações étnico-raciais e educação quilombola.

Educação Quilombola

“O combate à intolerância e ao racismo se concretiza na escola pública quando oferecemos uma educação de qualidade aos nossos estudantes, que, na grande maioria, são negros, pardos e oriundos das periferias urbanas e rurais”, disse o secretário Osvaldo Barreto.

Desde 2007, a Secretaria da Educação do Estado vem homologaolvendo políticas que valorizam a educação quilombola. “Percebo que evoluímos na construção de escolas, de políticas voltadas para a melhoria na formação de professores, principalmente com a realização dos fóruns. Também contamos, hoje, com um material didático bem elaborado”, disse a educadora Jailde Lima, da comunidade de Jiboia, em Antônio Gonçalves.

Fonte: http://www.educacao.escolas.ba.gov.br/node/4065