Radionovelas do IRDEB

Olá turma,

É comum vermos a nossa história sendo retratada nos filmes, novelas ou radionovelas, reavivando personagens passados e resgatando a memória histórica de uma determinada comunidade.

Esse é um dos recursos midiáticos que pode ser utilizado por professores e estudantes, para auxiliar no processo de ensino-aprendizagem.

Pensando nisso o IRDEB (Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia), disponibiliza no seu portal oito radionovelas que enaltecem a nossa cultura.

Eis algumas das radionovelas:

Maria Felipa

Natural de Itaparica, Maria Felipa foi uma mulher de muita coragem, eximia capoeirista e marisqueira. Lutou pela independência da Bahia comandando cerca de 40 mulheres, que enfrentaram a tropa portuguesa na ilha de Itaparica. Em sua biografia destaca-se a lendária história de quando Maria Felipa usou galhos de Cansanção para dar uma surra nos vigias portugueses Araújo Mendes e Guimarães das Uvas.

Cosme de Farias

Cosme de Farias nasceu em São Tomé de Paripe. Com apenas o curso primário tornou-se advogado provisionado (rábula), e passou a vida defendendo milhares de clientes que não possuíam condições financeiras.

Sua maior realização foi o habeas corpus em favor de Sérgia Ribeiro da Silva – a  cangaceira Dadá, viúva de Corisco, em 1942.

Em 1915 fundou a “Liga Baiana contra o Analfabetismo”, instituição que funcionou até a década de 1970, publicando cartilhas e mantendo escolas para a população mais pobre, da capital e de algumas outras cidades baianas.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cosme_de_Farias