CAPITAL BAIANA SEDIA IMPORTANTES ENCONTROS NA ÁREA DO ENSINO DE QUÍMICA

Olá, turma!

Aconteceram em Salvador, entre os dias 17 e 20 deste mês, dois eventos importantes para o ensino e a educação em química: o XVI Encontro Nacional de Ensino de Química (ENEQ) e o Encontro de Educação Química da Bahia (EDUQUI), este em sua décima edição. Organizados por diversas instituições de Ensino de todo o Brasil, os encontros foram sediados no campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Durante quatro dias cerca de duas mil pessoas, entre docentes, universitári@s e profissionais da educação em química se reuniram para trocar ideias, trabalhos e experiências sobre a área de ensino de química no Brasil e na Bahia, fortalecendo o diálogo entre os diversos grupos e as linhas de pesquisa no tema e contribuindo para a melhoria da formação d@s educador@s.

Para o professor do Instituto de Química da UFBA e coordenador do XVI ENEQ e do X EDUQUI, José Luis Silva “o ensino de química creseu em quantidade de pessoas, em número de trabalhos realizados, em quantidade de cursos de pós-graduação – não só na área de química mas em ciências, como um todo – e a qualidade dos trabalhos também cresceu bastante com o aprimoramento das teorias homologaolvidas no Brasil”. Ainda segundo ele “a Bahia não está entre os maiores centros, que estão no sul e sudeste do país, bem como as universidades mais fortes, mas nós temos aqui um grupo relativamente numeroso, presente nas instituições universitárias de ensino e pesquisa, tanto nas federais quanto nas estaduais”.

O professor salienta também a importancia dos encontros para a Bahia: “Um evento como esse mostra para as pessoas daqui, que não tem podido viajar para participar de outras edições do encontro, o tamanho da comunidade do ensino de química, a diversidade de temas, e isso vai abrindo horizontes, despertando interesses”.

Conversamos também com um dos participantes deste verdadeiro intercâmbio de conhecimentos, o estudante José Elias dos Santos, que cursa licenciatura em química no Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) e que nos contou com entusiasmo o que achou dos encontros: “O ensino de química avançou, tem havido um bom desempenho na área, que se reflete no melhor aprendizado da disciplina. Participei de um mini-curso sobre química na cozinha onde pudemos aprender que a química não é, como a maioria das pessoas pensa, um bicho-de-sete-cabeças: ela é simples, e é possível demonstrá-la através dos alimentos”. Ainda segundo José Elias “nós estudantes vamos levando para Pernambuco ótimos resultados e o objetivo é de que tenhamos oportunidade de nos reunirmos novamente não só aqui, mas em outros estados que sediem novos encontros de química.”

A equipe do Professor Web marcou presença nos encontros realizando a cobertura das atividades, apresentando os conteúdos digitais educacionais produzidos pel@s educomunicador@s da Rede Anísio Teixeira e fortalecendo ainda mais a interação com a comunidade escolar baiana, nossa permanente inspiração.

Vejam aqui algumas fotos do evento

Abraços e até a próxima, pessoal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *