Dia Mundial do Trabalho

O dia 1º de maio é uma data comemorada em várias partes do mundo em virtude do protesto ocorrido nos Estados Unidos na cidade Chicago em 1886, onde milhares de pessoas foram às ruas lutar por melhores condições de trabalho. Decorrente dessa ação houve no país uma greve geral que desencadeou outros protestos e o enfrentamento com a polícia, resultando na morte de algumas pessoas e várias outras feridas.

Como forma de homenagear as vítimas do protesto, foi criado na França em 1889 o Dia Mundial do Trabalho.

Apesar de serem celebradas algumas conquistas da classe trabalhadora essa é também uma data de muitos protestos por parte desta categoria.

É por essa razão que quando falamos no Dia do Trabalho devemos ter em mente o que de fato isso representa para a sociedade. Levando em consideração as perdas e os ganhos para camadas envolvidas na questão.

Partindo do sistema vigente – o capitalismo, existem duas classes sociais que precisam ser bem compreendidas – a burguesa e o proletariado.

A primeira é a dominante, formada pelos detentores dos meios de produção e bens de serviços – já a segunda tem sua força de trabalho transformada em mercadoria, que é a base de sustentação do sistema capitalista. Partindo desta lógica, onde a tudo é embutido um valor e as pessoas são obrigadas a vender sua força de trabalho para garantir a sobrevivência, podemos dizer que é desta forma que se estabelece a ideia de propriedade privada, resultando no acúmulo também chamado de mais valia ou de o excedente.

No entanto, o lucro obtido através da mão-de-obra barata para gerar mais riqueza, não é repassado para os trabalhadores e as consequências disso são as desigualdades sociais entre ambas a classes.

E é por isso que essa data faz referênciaàs lutas dos grupos sociaispara protestar contra as diversas formas de dominação e seu caráter perverso.

Como disse Karl MarxA história da sociedade até aos nossos dias é a história da luta de classes”.

Valeu, galera.

Forte abraço!!