Em janeiro, a Biblioteca Virtual 2 de Julho destaca a Revolta dos Malês e a Independência de Itaparica

No mês de janeiro, duas datas marcam o calendário de comemorações alusivas à história da Bahia: o dia 7 de janeiro, dia da Independência de Itaparica e o dia 25 de janeiro, que marca a Revolta dos Malês, ocorrida em 1835. Ambas datas ganham destaque no portal da Biblioteca Virtual 2 de julho, www.bv2dejulho.ba.gov.br , na sessão Edições Especiais, com publicações, textos acadêmicos, imagens e documentos sobre as datas, além de uma edição especial do informativo Folha Literária, que circulará a partir de quarta-feira, 25.

Levante Malê – A história conta que na cidade de Salvador, os negros islâmicos que exerciam atividades livres, conhecidos como negros de ganho (alfaiates, pequenos comerciantes, artesãos e carpinteiros), rebelaram-se contra a escravidão, a discriminação e a imposição religiosa do catolicismo. O levante, ocorrido no dia 25 de janeiro de 1835, tinha como objetivo principal a libertação dos escravos. Muitos negros foram julgados pelos tribunais e seus líderes condenados à pena de morte. Outros revoltosos foram condenados a trabalhos forçados, açoites e degredo.

A Biblioteca Virtual 2 de julho publicará diversos conteúdos sobre a Revolta dos Malês. Entre estes documentos, destaca-se a Edição Especial da Folha Literária, que traz, entre outros documentos, uma entrevista com o historiador João José Reis, especialista no tema das revoltas escravas no Brasil.

Itaparica – O destaque da publicação sobre o dia 7 de janeiro no portal da Biblioteca Virtual 2 de julho, foi a antologia poética de autoria da doutora em Lingüística pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e professora do Instituto de Letras da Universidade Católica do Salvador (Ucsal), Lizir Arcanjo Alves. A pesquisadora transcreve e comenta o poema de João de Brito (1845-1913), que foi um dos mais ardorosos cantores dos feitos heróicos da Ilha de Itaparica.

O portal disponibiliza, além de uma exposição fotográfica sobre o tema, uma entrevista com a historiadora Cassimélia Pedreira Barbosa da Costa e o documentário “A Exaltação Festiva da Mestiçagem: o Caboclo de Itaparica, Bahia”, de Gabriel Teixeira, Gal Meirelles e Milton Moura. O documentário reconstitui a comemoração da independência de Itaparica em torno de atuação do grupo Os Guaranis, que desde 1939 se tornou o principal símbolo do desfile que acontece anualmente na cidade, no dia 07 de janeiro.

O objetivo da sessão Edições Especiais da BV2dejulho é publicar mensalmente artigos sobre as datas históricas do mês em curso. São trabalhos produzidos por professores, pesquisadores e estudiosos da História da Bahia, direcionado aos estudantes, especialmente para pesquisas escolares sobre fatos, personalidades, de modo a promover o estudo e a disseminação da nossa história.
A Biblioteca Virtual 2 de julho integra o sistema de bibliotecas da Fundação Pedro Calmon/SecultBA.

 

FONTE: http://www.fpc.ba.gov.br/node/1750

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *