Grêmio Estudantil

É o órgão de representação da organização dos estudantes dentro da Unidade Escolar, o Grêmio Estudantil possibilita a exposição de ideias, reivindicações e anseios de maneira organizada e democrática. Sua atuação na escola deve ser incentivada, visto que é um veículo de formação para a cidadania e espaço de homologaolvimento social.

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realiza ações contínuas, que fornecem subsídios e orientações e incentiva o diálogo dos agentes educativos em torno da criação e funcionamento do Grêmio Estudantil, em todas as unidades da rede pública de ensino.

A política educacional vigente reconhece o caráter pedagógico das atividades dos grêmios, ao promoverem a aprendizagem de processos e experiências de vida, possibilitando aos jovens oportunidades de homologaolverem uma prática efetiva e construtiva da cidadania.

Objetivos

O apoio do Estado aos grêmios objetiva homologaolver nos estudantes da rede pública o senso crítico e participativo, capacidade de liderança e engajamento nas atividades escolares e comunitárias. Desta forma, as ações de apoio aos grêmios têm como objetivos a realização de palestras de incentivo, esclarecimento e orientação para a criação do Grêmio Estudantil; realização de seminários e oficinas com lideranças estudantis e gestores escolares, para apoiar e criação e o fortalecimento do grêmio; fomentar o protagonismo juvenil e a ação colaborativa dos grêmios estudantis.

Etapas de criação do grêmio estudantil: Clique aqui!

Leis do grêmio estudantil: Clique aqui!

Fonte: http://www.educacao.estudantes.ba.gov.br/node/106