CARAVANA DIGITAL – Escola de Aplicação Anísio Teixeira

Jogos, descontração e muitos desafios. Assim foi a Caravana Digital do Professor Web, evento realizado no dia 19 de setembro de 2011, no auditório do Instituto Anísio Teixeira, que contou com a participação dos alunos da Escola de Aplicação Anísio Teixeira nos turnos da manhã e da tarde.

A caravana foi aberta, pelos coordenadores do projeto, Yuri Wanderley e Reinaldo Souza, com o rap do professor web e logo depois foi apresentado o ambiente educacional. Um espaço pedagógico multidisciplinar criado pela Secretaria da Educação para que estudantes e professores possam acessar, compartilhar e construir conhecimentos por meio das novas tecnologias da informação e da comunicação.

Os alunos conheceram, também, o Projeto A Física e o Cotidiano em que foram desafiados a participar dos jogos “Atravessando o mar”, que simula a travessia Mar Grande – Salvador, e “Salto ao carro”, que traz a animação do lançamento oblíquo de um veículo. O objetivo é apresentar conteúdos de física de forma menos tradicional, mais lúdica e experimental.

No evento, Geraldo Seara, professor da Rede Anísio Teixeira, apresentou a história de Anísio Teixeira, educador baiano nascido em Caetité que trouxe infinitas contribuições para a educação e dá nome à escola dos alunos.

Professor Web – O Professor Web é um personagem que foi criado para fazer a comunicação direta com professores e estudantes. “A nossa equipe multidisciplinar se reuniu e adotou como estratégia a criação de um personagem que a gente achava que seria mais interessante para estabelecer a comunicação tanto com professores como estudantes. Por conta disso, o Professor Web está nas redes sociais, tem um blog, publica dicas semanais no site da Secretaria da Educação e usa uma linguagem bem juvenil com o intuito de se fazer ouvir pelos estudantes da rede pública”, afirmou Yuri Bastos Wanderley, coordenador geral da Rede Anísio Teixeira.

Na caravana, os alunos foram apresentados à proposta do Professor Web, seu blog e suas redes sociais. Yasmin Pereira, 14 anos, aluna da 7º série afirmou não conhecer  o blog e achou interessante a forma da apresentação. Sua colega de classe, Claudimeire dos Santos, 14 anos, afirmou que o trabalho foi ótimo. “Foi tudo muito divertido. E acho que deveria apenas ter mais jogos”. Já Kenia Ribeiro, 15 anos, do 1º ano C já conhecia o Professor Web através do facebook e achou a iniciativa da caravana maravilhosa, “principalmente porque o blog oferece muitas informações bacanas, além de trazer dicas interessantes que podem ser aproveitadas pela STAFF (empresa Júnior da Escola Estadual de Aplicação)”.

Conheça a empresa da Escola de Aplicação

Interação – Nos intervalos entre as atividades, os torpedos animavam os alunos que puderam deixar seus recados, registros e impressões sobre o trabalho. Além dos estudantes, o evento contou também com a participação de professores, como Tiago Mariano, que ministra aulas de química e biologia na escola de Aplicação e achou a iniciativa criativa. “Esse evento quebra com o tabu e o preconceito com determinadas disciplinas, como matemática, física e química, por mostrar que aquele conhecimento não é tão difícil quanto parece. Para mim não existe o difícil, o difícil é o fácil se escondendo. E eu passo isso direto aos meus alunos. E eu acho que a caravana deu certo, funcionou!”, observa Tiago.

Nesse contexto, Yuri avalia positivamente as atividades dessa caravana porque os estudantes interagiram, brincaram e gostaram do que foi apresentado. “A caravana é o momento no qual a nossa equipe consegue se comunicar diretamente com o estudante e conseguimos mostrar todo o trabalho que a gente vem realizando de produção de tecnologias para eles utilizarem junto com seus professores nas escolas e em casa”, disse Yuri.

O coordenador ressalta ainda que existem outras ações de comunicação que complementam essas atividades, tais como os programas da TV Anísio Teixeira, o portal da educação, as redes sociais e o blog. “A palestra é o momento de maior intensidade nessa comunicação, quando a gente está frente a frente, mas quando não está havendo a caravana a gente busca outros meios de comunicação que são essas redes”, enfatizou Yuri.

GALERIA DE FOTOS:CLIQUE AQUI!

Fonte:http://www.iat.educacao.ba.gov.br/node/2318